Artigo Anais IV SINALGE

ANAIS de Evento

ISSN: 2527-0028

A FORMAÇÃO DO PROFESSOR E AS IMPLICAÇÕES DO PROCESSO DE AVALIAÇÃO EXTERNA NA PRÁTICA DOCENTE

Palavra-chaves: FORMAÇÃO DE PROFESSORES, PRÁTICA DOCENTE, SISTEMA DE AVALIAÇÃO, APRENDIZAGEM Comunicação Oral (CO) GT01-FORMAÇÃO DOCENTE E CONTEMPORANEIDADE
"2017-04-27 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 27137
    "edicao_id" => 57
    "trabalho_id" => 290
    "inscrito_id" => 1254
    "titulo" => "A FORMAÇÃO DO PROFESSOR E AS IMPLICAÇÕES DO PROCESSO DE AVALIAÇÃO EXTERNA NA PRÁTICA DOCENTE"
    "resumo" => "Este artigo resulta de uma investigação bibliográfica e tem como objetivo refletir sobre as políticas públicas educacionais e os impactos produzidos pelas avaliações externas na prática docente tendo como foco as avaliações em larga escala na educação básica – SAEB e o Sistema de Avaliação do Estado de Pernambuco – SAEPE, apontando as implicações destas no cotidiano da sala de aula a ponto de modificar as práticas dos professores e suas consequências no processo de aprendizagem dos alunos. No entanto, se faz necessário abordar a formação dos professores e a importância da qualificação profissional para a aplicação do processo de avaliação visando o alcance dos resultados desejados pela comunidade escolar. As políticas educacionais no Brasil vêm demonstrado preocupação com a qualidade do ensino ofertada pela escola pública, decorrente das pressões dos organismos Internacionais, que veem na educação a solução dos problemas enfrentados por um mundo cada vez mais globalizado, de transformações e descobertas tecnológicas que caracterizam hoje, a chamada sociedade do conhecimento. É importante ressaltar que esse sistema de avaliação é fruto das transformações e reformas educacionais ocorridas no Brasil na década de 90 e que a aplicação deste processo se dá no monitoramento das ações educativas, tendo em vista verificar e acompanhar o nível de aprendizagem dos alunos. Torna-se imprescindível a colocação de que o princípio desta política educacional está na defesa das avaliações externas como necessária para a melhoria da qualidade da educação pública. Os resultados da pesquisa apontam que a metodologia dessas avaliações resulta num insignificante desenvolvimento processual e integral do aluno além de gerar um clima de responsabilização do professor pelo sucesso ou fracasso do mesmo, além de um ambiente de pressão para que o discente obtenha resultados de excelência nessas avaliações."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT01-FORMAÇÃO DOCENTE E CONTEMPORANEIDADE"
    "palavra_chave" => "FORMAÇÃO DE PROFESSORES, PRÁTICA DOCENTE, SISTEMA DE AVALIAÇÃO, APRENDIZAGEM"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV066_MD1_SA1_ID1254_15032017003259.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:13"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:56:11"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ZÉLIA MARIA MELO DE LIMA SANTOS"
    "autor_nome_curto" => "ZÉLIA MELO"
    "autor_email" => "zeliammelo@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE DO NORTE DO PARANÁ"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-sinalge"
    "edicao_nome" => "Anais IV SINALGE"
    "edicao_evento" => "IV Simpósio Nacional de Linguagens e Gêneros Textuais"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/sinalge/2017"
    "edicao_logo" => "5e4d8586dda3e_19022020155918.png"
    "edicao_capa" => "5f1880a141ece_22072020150833.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-04-27 00:00:00"
    "publicacao_id" => 35
    "publicacao_nome" => "Anais SINALGE"
    "publicacao_codigo" => "2527-0028"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 27137
    "edicao_id" => 57
    "trabalho_id" => 290
    "inscrito_id" => 1254
    "titulo" => "A FORMAÇÃO DO PROFESSOR E AS IMPLICAÇÕES DO PROCESSO DE AVALIAÇÃO EXTERNA NA PRÁTICA DOCENTE"
    "resumo" => "Este artigo resulta de uma investigação bibliográfica e tem como objetivo refletir sobre as políticas públicas educacionais e os impactos produzidos pelas avaliações externas na prática docente tendo como foco as avaliações em larga escala na educação básica – SAEB e o Sistema de Avaliação do Estado de Pernambuco – SAEPE, apontando as implicações destas no cotidiano da sala de aula a ponto de modificar as práticas dos professores e suas consequências no processo de aprendizagem dos alunos. No entanto, se faz necessário abordar a formação dos professores e a importância da qualificação profissional para a aplicação do processo de avaliação visando o alcance dos resultados desejados pela comunidade escolar. As políticas educacionais no Brasil vêm demonstrado preocupação com a qualidade do ensino ofertada pela escola pública, decorrente das pressões dos organismos Internacionais, que veem na educação a solução dos problemas enfrentados por um mundo cada vez mais globalizado, de transformações e descobertas tecnológicas que caracterizam hoje, a chamada sociedade do conhecimento. É importante ressaltar que esse sistema de avaliação é fruto das transformações e reformas educacionais ocorridas no Brasil na década de 90 e que a aplicação deste processo se dá no monitoramento das ações educativas, tendo em vista verificar e acompanhar o nível de aprendizagem dos alunos. Torna-se imprescindível a colocação de que o princípio desta política educacional está na defesa das avaliações externas como necessária para a melhoria da qualidade da educação pública. Os resultados da pesquisa apontam que a metodologia dessas avaliações resulta num insignificante desenvolvimento processual e integral do aluno além de gerar um clima de responsabilização do professor pelo sucesso ou fracasso do mesmo, além de um ambiente de pressão para que o discente obtenha resultados de excelência nessas avaliações."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT01-FORMAÇÃO DOCENTE E CONTEMPORANEIDADE"
    "palavra_chave" => "FORMAÇÃO DE PROFESSORES, PRÁTICA DOCENTE, SISTEMA DE AVALIAÇÃO, APRENDIZAGEM"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV066_MD1_SA1_ID1254_15032017003259.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:13"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:56:11"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ZÉLIA MARIA MELO DE LIMA SANTOS"
    "autor_nome_curto" => "ZÉLIA MELO"
    "autor_email" => "zeliammelo@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE DO NORTE DO PARANÁ"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-sinalge"
    "edicao_nome" => "Anais IV SINALGE"
    "edicao_evento" => "IV Simpósio Nacional de Linguagens e Gêneros Textuais"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/sinalge/2017"
    "edicao_logo" => "5e4d8586dda3e_19022020155918.png"
    "edicao_capa" => "5f1880a141ece_22072020150833.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-04-27 00:00:00"
    "publicacao_id" => 35
    "publicacao_nome" => "Anais SINALGE"
    "publicacao_codigo" => "2527-0028"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 27 de abril de 2017

Resumo

Este artigo resulta de uma investigação bibliográfica e tem como objetivo refletir sobre as políticas públicas educacionais e os impactos produzidos pelas avaliações externas na prática docente tendo como foco as avaliações em larga escala na educação básica – SAEB e o Sistema de Avaliação do Estado de Pernambuco – SAEPE, apontando as implicações destas no cotidiano da sala de aula a ponto de modificar as práticas dos professores e suas consequências no processo de aprendizagem dos alunos. No entanto, se faz necessário abordar a formação dos professores e a importância da qualificação profissional para a aplicação do processo de avaliação visando o alcance dos resultados desejados pela comunidade escolar. As políticas educacionais no Brasil vêm demonstrado preocupação com a qualidade do ensino ofertada pela escola pública, decorrente das pressões dos organismos Internacionais, que veem na educação a solução dos problemas enfrentados por um mundo cada vez mais globalizado, de transformações e descobertas tecnológicas que caracterizam hoje, a chamada sociedade do conhecimento. É importante ressaltar que esse sistema de avaliação é fruto das transformações e reformas educacionais ocorridas no Brasil na década de 90 e que a aplicação deste processo se dá no monitoramento das ações educativas, tendo em vista verificar e acompanhar o nível de aprendizagem dos alunos. Torna-se imprescindível a colocação de que o princípio desta política educacional está na defesa das avaliações externas como necessária para a melhoria da qualidade da educação pública. Os resultados da pesquisa apontam que a metodologia dessas avaliações resulta num insignificante desenvolvimento processual e integral do aluno além de gerar um clima de responsabilização do professor pelo sucesso ou fracasso do mesmo, além de um ambiente de pressão para que o discente obtenha resultados de excelência nessas avaliações.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.