Artigo Anais IV ENID / UEPB

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-7379

Visualizações: 242
REFLEXÕES SOBRE A PRÁTICA DE ENSINO COLABORATIVO PARA A CONSTRUÇÃO IDENTITÁRIA DO PROFESSOR DE LE EM FORMAÇÃO

Palavra-chaves: FORMAÇÃO DOCENTE, ENSINO COLABORATIVO, CONSTRUÇÃO IDENTITÁRIA Comunicação Oral (CO) Abordagens em língua inglesa: reflexões e práticas docentes no contexto de formação inicial e continuada Publicado em 22 de novembro de 2014

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo apontar algumas questões referentes à relevância do trabalho de ensino em colaboração entre professores na construção do professor de língua estrangeira (LE), expondo algumas reflexões acerca de como a prática de ensino colaborativo pode contribuir para o profissional em formação diante do processo de construção identitária. Igualmente, pretende-se identificar se e quais das categorias de ensino em equipe propostas por Brown (2007) se fazem presente nos no corpus da análise. Para alcançar os objetivos propostos, foram consideradas as afirmações de autores como Brown (2007), que apresenta três modalidades de ensino em equipe (p. 503), a saber: (1) refere-se à presença de dois professores durante todo o período de uma ou mais aulas, tendo a responsabilidade dividida entre eles; (2) concerne a divisão de aulas em metades entre dois professores, com um ficando de lado enquanto o outro leciona; e (3) diz respeito ao ensino por dois ou mais professores que lecionam consecutivamente o mesmo grupo de estudantes e que colaboram na elaboração e modificação do material didático a ser aplicado em sala. Além disso, também foram consideradas as afirmações de Richards e Farrell (2005) a respeito da teoria de peer observation (observação de pares), que se refere à presença de outro professor na sala de aula para observar as aulas de um professor com o propósito de reunir conhecimentos a respeito de algum aspecto relacionado a ensino, aprendizagem ou interação dentro da sala de aula. Deste modo, a partir de tais afirmações, esta pesquisa se dispõe a analisar quatro relatos de experiência, escritos por um único aluno, sendo dois deles referentes a um período de Estágio durante a disciplina de Estágio Supervisionado do Curso de Licenciatura em Letras – Inglês, da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), ao passo que os outros dois relatos provêm de uma experiência como bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID), ambos em escolas públicas da cidade de Campina Grande. Vale salientar que este trabalho diz respeito a uma autoanálise em que o pesquisador e o pesquisado são a mesma pessoa, lançando mão de um olhar retroativo, a fim de se perceber como professor crítico-reflexivo, de forma que essa análise apresente contribuições para a construção identitária. Como resultados prévios, foi possível perceber que a partir da prática de ensino colaborativo, os discentes têm a oportunidade de observar e serem observados, com ambos recebendo benefícios através das trocas opiniões acerca de suas experiências em sala de aula como professores de LE.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.