Artigo Anais ABRALIC Internacional

ANAIS de Evento

ISSN: 2317-157X

O PAÍS DO CARNAVAL: UM RETRATO DO BRASIL EM BRANCO E PRETO

Publicado em 12 de julho de 2013

Resumo

O estudo a ser apresentado pretenderá demonstrar as relações de processos socioculturais que definiram o contexto brasileiro da década de 1920 com algumas das configurações estético-literárias que, na década seguinte, marcaram o cenário nacional. A investigação a ser desenvolvida, partindo da análise da narrativa do primeiro romance de Jorge Amado, O país do carnaval (1931), irá percorrer as figurações da vida literária brasileira presentes no referido romance, relacionando-as ao debate de ideias sobre nossa formação cultural, debate em que o Retrato do Brasil (1928), ensaio de Paulo Prado, é peça fundamental. Além dessas duas referências primordiais, o estudo analisará também parte da recepção crítica registrada sobre os referidos livros, assim como os diálogos com outros escritores presentes no agitado momento de transição da primeira década modernista para a seguinte. Portanto, nomes como o de Oswald de Andrade, Mário de Andrade, Sérgio Buarque de Holanda, Graciliano Ramos, Octávio de Faria e Augusto Frederico Schmidt serão relacionados, pretendendo-se o delineamento de configurações estéticas características da década de 1930, também definidoras de linhagens literárias posteriores.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.