Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

O USO DO MODELO CONCRETO NO ENSINO DE QUÍMICA: UMA PROPOSTA PARA A REPRESENTAÇÃO DAS LIGAÇÕES SIGMA E PI

Palavra-chaves: ENSINO DE QUÍMICA, MODELOS CONCRETOS, LIGAÇÕES SIGMA E PI Pôster (PO) GT 16 – Ensino de Ciências
"2017-12-19 23:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 38005
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 1158
    "inscrito_id" => 4052
    "titulo" => "O USO DO MODELO CONCRETO NO ENSINO DE QUÍMICA: UMA PROPOSTA PARA A REPRESENTAÇÃO DAS LIGAÇÕES SIGMA E PI"
    "resumo" => "O ensino e aprendizagem de Química abrange uma série de obstáculos e dificuldades por se tratar de uma ciência  abstrata. Para minimizar essas adversidades, os docentes recorrem ao uso de modelos que podem ser definidos como representações parciais da realidade, elaborados com o propósito de fundamentar ideias e que o mesmo pode ser modificado e utilizado para facilitar na visualização de conceitos imateriais. Além da contribuição para a ampliação do conhecimento dos discentes, a utilização de modelos é uma importante ferramenta de encorajamento para a aprendizagem significativa de conteúdos intangíveis, isso porque, o uso de novas metodologias de ensino possibilita concretizar os conteúdos de caráter abstrato, tornar possível observar o movimento de processos que são inviáveis de notá-los a olho nu, além de proporcionar aos alunos entender o mundo empírico que eles não conhecem ou dominam. Lidar com o uso de modelos faz parte do conhecimento químico e, sem a presença deles, a química fica resumida a uma sucinta descrição de propriedades e mudanças que apresentam-se distantes das experiências dos discentes, consequentemente, proporcionando para criação de conceitos incorretos ou longe dos aceitos cientificamente, como acontece no ensino de ligações químicas. Dessa forma, evidencia-se a necessidade de elaboração de novas propostas de ensino que proporcionem aos alunos uma aprendizagem coerente e  cientificamente adequada. Este trabalho surgiu a partir de uma proposta feita na disciplina de Prática Profissional IV do curso de Licenciatura em Química do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba – Campus Sousa. Este, teve como objetivo propor a criação de modelos concretos utilizando materiais de baixo custo para o ensino das ligações σ e π."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "GT 16 – Ensino de Ciências"
    "palavra_chave" => "ENSINO DE QUÍMICA, MODELOS CONCRETOS, LIGAÇÕES SIGMA E PI"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD4_SA16_ID4052_09092017125944.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:23"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:09"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "PALOMA GOMES DE ABRANTES"
    "autor_nome_curto" => "PALOMA ABRANTES"
    "autor_email" => "palomaabrantes2014@gmail."
    "autor_ies" => "INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA (IFPB)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-19 23:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 38005
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 1158
    "inscrito_id" => 4052
    "titulo" => "O USO DO MODELO CONCRETO NO ENSINO DE QUÍMICA: UMA PROPOSTA PARA A REPRESENTAÇÃO DAS LIGAÇÕES SIGMA E PI"
    "resumo" => "O ensino e aprendizagem de Química abrange uma série de obstáculos e dificuldades por se tratar de uma ciência  abstrata. Para minimizar essas adversidades, os docentes recorrem ao uso de modelos que podem ser definidos como representações parciais da realidade, elaborados com o propósito de fundamentar ideias e que o mesmo pode ser modificado e utilizado para facilitar na visualização de conceitos imateriais. Além da contribuição para a ampliação do conhecimento dos discentes, a utilização de modelos é uma importante ferramenta de encorajamento para a aprendizagem significativa de conteúdos intangíveis, isso porque, o uso de novas metodologias de ensino possibilita concretizar os conteúdos de caráter abstrato, tornar possível observar o movimento de processos que são inviáveis de notá-los a olho nu, além de proporcionar aos alunos entender o mundo empírico que eles não conhecem ou dominam. Lidar com o uso de modelos faz parte do conhecimento químico e, sem a presença deles, a química fica resumida a uma sucinta descrição de propriedades e mudanças que apresentam-se distantes das experiências dos discentes, consequentemente, proporcionando para criação de conceitos incorretos ou longe dos aceitos cientificamente, como acontece no ensino de ligações químicas. Dessa forma, evidencia-se a necessidade de elaboração de novas propostas de ensino que proporcionem aos alunos uma aprendizagem coerente e  cientificamente adequada. Este trabalho surgiu a partir de uma proposta feita na disciplina de Prática Profissional IV do curso de Licenciatura em Química do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba – Campus Sousa. Este, teve como objetivo propor a criação de modelos concretos utilizando materiais de baixo custo para o ensino das ligações σ e π."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "GT 16 – Ensino de Ciências"
    "palavra_chave" => "ENSINO DE QUÍMICA, MODELOS CONCRETOS, LIGAÇÕES SIGMA E PI"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD4_SA16_ID4052_09092017125944.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:23"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:09"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "PALOMA GOMES DE ABRANTES"
    "autor_nome_curto" => "PALOMA ABRANTES"
    "autor_email" => "palomaabrantes2014@gmail."
    "autor_ies" => "INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA (IFPB)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-19 23:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 19 de dezembro de 2017

Resumo

O ensino e aprendizagem de Química abrange uma série de obstáculos e dificuldades por se tratar de uma ciência abstrata. Para minimizar essas adversidades, os docentes recorrem ao uso de modelos que podem ser definidos como representações parciais da realidade, elaborados com o propósito de fundamentar ideias e que o mesmo pode ser modificado e utilizado para facilitar na visualização de conceitos imateriais. Além da contribuição para a ampliação do conhecimento dos discentes, a utilização de modelos é uma importante ferramenta de encorajamento para a aprendizagem significativa de conteúdos intangíveis, isso porque, o uso de novas metodologias de ensino possibilita concretizar os conteúdos de caráter abstrato, tornar possível observar o movimento de processos que são inviáveis de notá-los a olho nu, além de proporcionar aos alunos entender o mundo empírico que eles não conhecem ou dominam. Lidar com o uso de modelos faz parte do conhecimento químico e, sem a presença deles, a química fica resumida a uma sucinta descrição de propriedades e mudanças que apresentam-se distantes das experiências dos discentes, consequentemente, proporcionando para criação de conceitos incorretos ou longe dos aceitos cientificamente, como acontece no ensino de ligações químicas. Dessa forma, evidencia-se a necessidade de elaboração de novas propostas de ensino que proporcionem aos alunos uma aprendizagem coerente e cientificamente adequada. Este trabalho surgiu a partir de uma proposta feita na disciplina de Prática Profissional IV do curso de Licenciatura em Química do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba – Campus Sousa. Este, teve como objetivo propor a criação de modelos concretos utilizando materiais de baixo custo para o ensino das ligações σ e π.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.