Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

ATENDIMENTOS PSICOPEDAGÓGICOS NO ENSINO SUPERIOR: CONTRIBUIÇÕES PARA O ACESSO E PERMANÊNCIA DOS UNIVERSITÁRIOS COM TRANSTORNOS DE APRENDIZAGEM

Palavra-chaves: ENSINO SUPERIOR, DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM, TRANSTORNOS GLOBAIS DO DESENVOLVIMENTO, TDAH, TDAH Comunicação Oral (CO) GT 10 - Educação Especial
"2017-12-19 23:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 35991
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 4486
    "inscrito_id" => 727
    "titulo" => "ATENDIMENTOS PSICOPEDAGÓGICOS NO ENSINO SUPERIOR: CONTRIBUIÇÕES PARA O ACESSO E PERMANÊNCIA DOS UNIVERSITÁRIOS COM TRANSTORNOS DE APRENDIZAGEM"
    "resumo" => "O ingresso no ensino superior é um momento único e esperado pela grande maioria dos jovens. A procura por uma melhor qualificação profissional tem levado muitos jovens a darem continuidade nos estudos. Embora o ingresso na universidade possa proporcionar momentos de felicidade, estudos apontam que o meio acadêmico tem ocasionado grandes desafios e conflitos pessoais devido as dificuldades advindas das exigências acadêmicas, do desenvolvimento vocacional dos jovens, bem como das relações interpessoais entre seus pares. Contudo, esses conflitos podem ser agravados quando os estudantes universitários possuem algum transtorno de aprendizagem, dentre esses, os transtornos globais do desenvolvimento. O acesso e permanência desses educandos no ensino superior é um direito a ser cumprido a partir das políticas de educação inclusiva existentes, dentre essas, a nossa Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB – 9394/96) e o Decreto Nº 6.949 promulgado na Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e seu Protocolo Facultativo (2007). A Psicopedagogia tem se mostrado uma aliada tanto na contribuição da efetivação do processo de aprendizagem, bem como no cumprimento das políticas educacionais de inclusão dos universitários que apresentam os transtornos globais do desenvolvimento, como por exemplo, o TDAH. Este trabalho propôs como objetivo geral relatar a vivência prática dos atendimentos psicopedagógicos promovidos pelo grupo de pesquisa Transtornos do Desenvolvimento, aprendizagem e Comportamento (TDAC) da Universidade Federal da Paraíba. Já os objetivos específicos, tratarão de apontar os resultados obtidos através do trabalho psicopedagógico, bem como levantar algumas reflexões à cerca da contribuição da Psicopedagogia para o acesso e permanência dos estudantes com transtornos de aprendizagem no ensaio universitário. Devido ao procedimento adotado e aos objetos do estudo, trata-se de um estudo de levantamento de informações com abordagem qualitativa. Os atendimentos psicopedagógicos foram realizados em um grupo formado por 10 estudantes universitários de uma universidade pública da cidade de João Pessoa, sendo 6 destes com diagnóstico de TDAH e 4 não possuíam o diagnóstico do TDAH, porém, apresentavam sintomas associados ao referido transtorno. Todos apresentavam dificuldades acadêmicas. Idades entre 20 a 34 anos, sendo 9 do sexo masculino e 1 do sexo feminino. A inclusão dos docentes com transtornos de aprendizagem é um direito que deve ser garantido a partir das políticas educacionais existentes no nosso país. A Psicopedagogia, por sua vez, tem se mostrado uma aliada nesse processo de inclusão dos universitários com transtornos globais do desenvolvimento no ensino superior. Os universitários atendidos pelo grupo de pesquisa TDAC, têm apresentado melhora no rendimento acadêmico, pontualidade e assiduidade nas aulas, diminuição nas reprovações das disciplinas matriculadas, entre outros."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 10 - Educação Especial"
    "palavra_chave" => "ENSINO SUPERIOR, DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM, TRANSTORNOS GLOBAIS DO DESENVOLVIMENTO, TDAH, TDAH"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA10_ID727_16102017221626.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:21"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:04"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "PRISCILLA DE ALBUQUERQUE ALMEIDA "
    "autor_nome_curto" => "PRISCILLA "
    "autor_email" => "prisca.albuquerque@gmail."
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA (UFPB)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-19 23:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 35991
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 4486
    "inscrito_id" => 727
    "titulo" => "ATENDIMENTOS PSICOPEDAGÓGICOS NO ENSINO SUPERIOR: CONTRIBUIÇÕES PARA O ACESSO E PERMANÊNCIA DOS UNIVERSITÁRIOS COM TRANSTORNOS DE APRENDIZAGEM"
    "resumo" => "O ingresso no ensino superior é um momento único e esperado pela grande maioria dos jovens. A procura por uma melhor qualificação profissional tem levado muitos jovens a darem continuidade nos estudos. Embora o ingresso na universidade possa proporcionar momentos de felicidade, estudos apontam que o meio acadêmico tem ocasionado grandes desafios e conflitos pessoais devido as dificuldades advindas das exigências acadêmicas, do desenvolvimento vocacional dos jovens, bem como das relações interpessoais entre seus pares. Contudo, esses conflitos podem ser agravados quando os estudantes universitários possuem algum transtorno de aprendizagem, dentre esses, os transtornos globais do desenvolvimento. O acesso e permanência desses educandos no ensino superior é um direito a ser cumprido a partir das políticas de educação inclusiva existentes, dentre essas, a nossa Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB – 9394/96) e o Decreto Nº 6.949 promulgado na Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e seu Protocolo Facultativo (2007). A Psicopedagogia tem se mostrado uma aliada tanto na contribuição da efetivação do processo de aprendizagem, bem como no cumprimento das políticas educacionais de inclusão dos universitários que apresentam os transtornos globais do desenvolvimento, como por exemplo, o TDAH. Este trabalho propôs como objetivo geral relatar a vivência prática dos atendimentos psicopedagógicos promovidos pelo grupo de pesquisa Transtornos do Desenvolvimento, aprendizagem e Comportamento (TDAC) da Universidade Federal da Paraíba. Já os objetivos específicos, tratarão de apontar os resultados obtidos através do trabalho psicopedagógico, bem como levantar algumas reflexões à cerca da contribuição da Psicopedagogia para o acesso e permanência dos estudantes com transtornos de aprendizagem no ensaio universitário. Devido ao procedimento adotado e aos objetos do estudo, trata-se de um estudo de levantamento de informações com abordagem qualitativa. Os atendimentos psicopedagógicos foram realizados em um grupo formado por 10 estudantes universitários de uma universidade pública da cidade de João Pessoa, sendo 6 destes com diagnóstico de TDAH e 4 não possuíam o diagnóstico do TDAH, porém, apresentavam sintomas associados ao referido transtorno. Todos apresentavam dificuldades acadêmicas. Idades entre 20 a 34 anos, sendo 9 do sexo masculino e 1 do sexo feminino. A inclusão dos docentes com transtornos de aprendizagem é um direito que deve ser garantido a partir das políticas educacionais existentes no nosso país. A Psicopedagogia, por sua vez, tem se mostrado uma aliada nesse processo de inclusão dos universitários com transtornos globais do desenvolvimento no ensino superior. Os universitários atendidos pelo grupo de pesquisa TDAC, têm apresentado melhora no rendimento acadêmico, pontualidade e assiduidade nas aulas, diminuição nas reprovações das disciplinas matriculadas, entre outros."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 10 - Educação Especial"
    "palavra_chave" => "ENSINO SUPERIOR, DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM, TRANSTORNOS GLOBAIS DO DESENVOLVIMENTO, TDAH, TDAH"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA10_ID727_16102017221626.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:21"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:04"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "PRISCILLA DE ALBUQUERQUE ALMEIDA "
    "autor_nome_curto" => "PRISCILLA "
    "autor_email" => "prisca.albuquerque@gmail."
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA (UFPB)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-19 23:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 19 de dezembro de 2017

Resumo

O ingresso no ensino superior é um momento único e esperado pela grande maioria dos jovens. A procura por uma melhor qualificação profissional tem levado muitos jovens a darem continuidade nos estudos. Embora o ingresso na universidade possa proporcionar momentos de felicidade, estudos apontam que o meio acadêmico tem ocasionado grandes desafios e conflitos pessoais devido as dificuldades advindas das exigências acadêmicas, do desenvolvimento vocacional dos jovens, bem como das relações interpessoais entre seus pares. Contudo, esses conflitos podem ser agravados quando os estudantes universitários possuem algum transtorno de aprendizagem, dentre esses, os transtornos globais do desenvolvimento. O acesso e permanência desses educandos no ensino superior é um direito a ser cumprido a partir das políticas de educação inclusiva existentes, dentre essas, a nossa Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB – 9394/96) e o Decreto Nº 6.949 promulgado na Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e seu Protocolo Facultativo (2007). A Psicopedagogia tem se mostrado uma aliada tanto na contribuição da efetivação do processo de aprendizagem, bem como no cumprimento das políticas educacionais de inclusão dos universitários que apresentam os transtornos globais do desenvolvimento, como por exemplo, o TDAH. Este trabalho propôs como objetivo geral relatar a vivência prática dos atendimentos psicopedagógicos promovidos pelo grupo de pesquisa Transtornos do Desenvolvimento, aprendizagem e Comportamento (TDAC) da Universidade Federal da Paraíba. Já os objetivos específicos, tratarão de apontar os resultados obtidos através do trabalho psicopedagógico, bem como levantar algumas reflexões à cerca da contribuição da Psicopedagogia para o acesso e permanência dos estudantes com transtornos de aprendizagem no ensaio universitário. Devido ao procedimento adotado e aos objetos do estudo, trata-se de um estudo de levantamento de informações com abordagem qualitativa. Os atendimentos psicopedagógicos foram realizados em um grupo formado por 10 estudantes universitários de uma universidade pública da cidade de João Pessoa, sendo 6 destes com diagnóstico de TDAH e 4 não possuíam o diagnóstico do TDAH, porém, apresentavam sintomas associados ao referido transtorno. Todos apresentavam dificuldades acadêmicas. Idades entre 20 a 34 anos, sendo 9 do sexo masculino e 1 do sexo feminino. A inclusão dos docentes com transtornos de aprendizagem é um direito que deve ser garantido a partir das políticas educacionais existentes no nosso país. A Psicopedagogia, por sua vez, tem se mostrado uma aliada nesse processo de inclusão dos universitários com transtornos globais do desenvolvimento no ensino superior. Os universitários atendidos pelo grupo de pesquisa TDAC, têm apresentado melhora no rendimento acadêmico, pontualidade e assiduidade nas aulas, diminuição nas reprovações das disciplinas matriculadas, entre outros.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.