Artigo Anais IV ENID / UEPB

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-7379

O ENSINO DE MATEMÁTICA NUMA ESCOLA BILÍNGUE PARA SURDOS: A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA NO CAMPO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL.

Palavra-chaves: LIBRAS, ENSINO DE MATEMÁTICA, SURDEZ Pôster (PO) Docência em Matemática: desafios, contextos e possibilidades Publicado em 22 de novembro de 2014

Resumo

Este trabalho foi uma intervenção de alunos do quarto período do curso de Licenciatura plena em Matemática da Universidade Estadual da Paraíba – UEPB, junto à escola de Áudio comunicação Demóstenes Cunha Lima – EDAC que tem como principal característica o método bilíngue de comunicação. Nosso principal objetivo é discutir as dificuldades encontradas no processo de ensino-aprendizagem da matemática com alunos surdos matriculados em uma escola bilíngue, no município de Campina Grande – PB. Utilizamos uma abordagem qualitativa e como instrumento metodológico, a observação participante. As observações foram feitas no turno da noite com turmas do 9º ano do ensino fundamental II e 2º ano do ensino médio. E foram realizadas durante as quatro últimas segundas-feiras do mês de setembro de 2014. O primeiro momento foi feito o reconhecimento da escola e dos alunos matriculados regularmente na escola. O segundo momento foi feito uma lista com algumas expressões que são muito utilizadas nas aulas de matemática, tais como adição, subtração, divisão, entre outros, para a professora nos repassar os sinais dos mesmos, visto que estamos participando de aulas de extensão em libras, porém não conhecíamos muitos desses sinais (da matemática). Ainda neste momento, buscamos alguns materiais na internet e no acervo da escola sobre os materiais didáticos utilizados pela professora. Por fim, o terceiro e quarto momentos, observamos as aulas ministradas pela docente sobre os conteúdos de polinômios, determinantes e geometria, para constatar onde os alunos sentem mais dificuldades em compreender o que está sendo exposto. Os dados demonstraram que os alunos surdos observados têm dificuldades em compreender o processo de resolução das quatro operações fundamentais da matemática, tais que, adição, subtração, multiplicação e divisão e a não adaptação do currículo, por parte do professor, de acordo com as necessidades educacionais de tais alunos.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.