Artigo Anais IV ENID / UEPB

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-7379

Visualizações: 272
INICIAÇÃO À DOCÊNCIA NAS ESCOLAS DO CAMPO: VIVÊNCIAS PROMOVIDAS NO PIBID DIVERSIDADE NA ÁREA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA E MATEMÁTICA.

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO DO CAMPO, ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA, INICIAÇÃO À DOCÊNCIA Pôster (PO) Docência em Matemática: desafios, contextos e possibilidades Publicado em 22 de novembro de 2014

Resumo

O PIBID Diversidade - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência para a diversidade, regulamentado pelo edital 066/2013 da Capes, tem como foco, promover o aperfeiçoamento da formação inicial de professores para o exercício da docência nas escolas indígenas e também nas escolas de educação básica do Campo. A Universidade Federal de Campina Grande – UFCG, possui desde março desse ano, o “Projeto PIBID Diversidade”, vinculado ao curso de Licenciatura em Educação do Campo, do CDSA – Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido, no município de Sumé/PB. Ainda em relação ao projeto PIBID Diversidade da UFCG, nele existem subprojetos nas áreas de Linguagens e Códigos, Humanas e Sociais e Ciências da Natureza e Matemática, onde todos realizam suas atividades em parceria com as escolas do Campo da região do Cariri Ocidental da Paraíba. O subprojeto Ciências da Natureza e Matemática, inserido no PIBID Diversidade, tem como objetivo promover vivências de iniciação à docência nas disciplinas de Ciências e Matemática em escolas do Campo. Atualmente, na Escola do Campo: José Gonçalves de Queiroz, localizada no Distrito PIO X, Sumé/PB, um grupo de 05 (cinco) bolsistas do subprojeto Ciências da Natureza e Matemática, licenciandos em Educação do Campo, vem desenvolvendo as ações pedagógicas propostas, sob a orientação do professor formador do curso e coordenador do subprojeto e com o suporte do professor supervisor bolsista da escola. O objetivo dessas ações pedagógicas é constituir um espaço apropriado para os estudos das Ciências da Natureza e da Matemática relacionados com as características das escolas do Campo e o contexto sociocultural na qual se situam, de tal forma que os licenciandos em Educação do Campo se engajem em práticas diferenciadas, discussões e reflexões voltadas para essas realidades. Nesse trabalho, o objetivo é apresentar algumas das atividades realizadas até o presente momento, explicitando resultados alcançados, como também a importância do subprojeto na formação inicial do professor do Campo. Análise crítica dos livros didáticos e dos documentos regulamentares da escola, plantões pedagógicos, oficinas de construção de jogos e materiais didáticos, participação nas atividades educacionais da escola, implementação de um clube de Ciências da Natureza e Matemática, são algumas das ações desenvolvidas até o momento, outras como a horta orgânica, reciclagem de materiais, construção de uma sala/laboratório com garrafas Pets e outros materiais reutilizáveis, feira/gincana de conhecimentos, serão desenvolvidas até o final do ano letivo. Os resultados até o momento são consideráveis e também motivadores para se conseguir mais avanços, percebemos que o envolvimento dos educandos, de alguns professores e gestores, vem crescendo paulatinamente durante o desenvolvimento do subprojeto. Ressaltamos a importância de nos, licenciandos em Educação do Campo, área de Ciências da Natureza e Matemática, estarmos envolvidos em diferentes vivências didático-pedagógicas, onde esperamos conseguir implementar algumas inovações nas escolas do Campo, respeitando a realidade, anseios e características socioculturais dos educandos, da escola e da região do semiárido do cariri paraibano.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.