Artigo Anais IV ENID / UEPB

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-7379

UTILIZAÇÃO DO CONHECIMENTO POPULAR COMO FERRAMENTA PARA A PRODUÇÃO DE FITOTERÁPICOS – UMA EXPERIÊNCIA INTEGRADA AO ENSINO DE BIOLOGIA

Palavra-chaves: CONHECIMENTO POPULAR, FITOTERÁPICOS, COMUNIDADE Comunicação Oral (CO) A Biologia na perspectiva do Ensino Médio Inovador: propondo ações integradas de ensino, pesquisa e extensão
"2014-11-21 23:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 9864
    "edicao_id" => 27
    "trabalho_id" => 372
    "inscrito_id" => 1207
    "titulo" => "UTILIZAÇÃO DO CONHECIMENTO POPULAR COMO FERRAMENTA PARA A PRODUÇÃO DE FITOTERÁPICOS – UMA EXPERIÊNCIA INTEGRADA AO ENSINO DE BIOLOGIA"
    "resumo" => "O emprego das plantas no tratamento de enfermidades data de épocas remotas e está diretamente associado à cultura popular, onde as comunidades étnicas utilizam seus saberes como alternativa para o tratamento de doenças ao uso de medicamentos produzidos pela indústria farmacêutica, seja pelo valor natural do produto, seja pelos altos custos dos produtos industrializados. O consumo de fitoterápicos vem aumentando ao longo dos anos e com isto a necessidade de orientações a acerca do emprego destes produtos.  Deste modo a escola surge como elo importante para unir o conhecimento popular e o conhecimento científico, a fim de fornecer informações relevantes para a saúde da comunidade. Objetivou-se com este trabalho relacionar os conhecimentos populares aos conhecimentos obtidos em sala de aula de forma dinâmica e interativa através da produção de fitoterápicos, bem como compreender mecanismos de utilização das plantas medicinais a partir da análise de hábitos familiares no tratamento de enfermidades a fim de orientar a respeito do uso e produção destes produtos. Este trabalho foi realizado com alunos do 2º ano do ensino médio (PROEMi) da Escola Estadual de Ensino Médio Severino Cabral, localizada na cidade de Campina Grande – PB. Foram  aplicados questionários socioeconômicos a fim de conhecer o perfil da população que faz uso destes medicamentos, além da produção gráficos para análise dos dados e a elaboração de oficinas de extração de compostos e produção de medicamentos fitoterápicos e a produção de catálogo ilustrativo. Ao final das atividades os alunos demonstraram grande interesse e satisfação, o que se refletiu de forma direta na melhoria do desempenho escolar ao passo que os principais conceitos trabalhados na disciplina de biologia foram compreendidos e relacionados às atividades práticas desenvolvidas no projeto, conseguindo estabelecer relações concretas entre os conceitos estudados e os conhecimentos intrínsecos a sua formação, o conhecimento popular."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "A Biologia na perspectiva do Ensino Médio Inovador: propondo ações integradas de ensino, pesquisa e extensão"
    "palavra_chave" => "CONHECIMENTO POPULAR, FITOTERÁPICOS, COMUNIDADE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_1datahora_28_10_2014_18_47_11_idinscrito_1207_8db13f3edeb34ca4d616f4ba7286621b.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:56"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:19:15"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "FLÁVIA MONIQUE SALES NOBREGA"
    "autor_nome_curto" => "FLÁVIA SALES"
    "autor_email" => "flaviasales_bio@hotmail.c"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-enid---uepb"
    "edicao_nome" => "Anais IV ENID / UEPB"
    "edicao_evento" => "IV Encontro de Iniciação à Docência da UEPB / UEPB"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/enid/2014"
    "edicao_logo" => "5e4d80132b22c_19022020153603.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1855cb47e5f_22072020120547.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-11-21 23:00:00"
    "publicacao_id" => 13
    "publicacao_nome" => "Revista ENID UEPB"
    "publicacao_codigo" => "2318-7379"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 9864
    "edicao_id" => 27
    "trabalho_id" => 372
    "inscrito_id" => 1207
    "titulo" => "UTILIZAÇÃO DO CONHECIMENTO POPULAR COMO FERRAMENTA PARA A PRODUÇÃO DE FITOTERÁPICOS – UMA EXPERIÊNCIA INTEGRADA AO ENSINO DE BIOLOGIA"
    "resumo" => "O emprego das plantas no tratamento de enfermidades data de épocas remotas e está diretamente associado à cultura popular, onde as comunidades étnicas utilizam seus saberes como alternativa para o tratamento de doenças ao uso de medicamentos produzidos pela indústria farmacêutica, seja pelo valor natural do produto, seja pelos altos custos dos produtos industrializados. O consumo de fitoterápicos vem aumentando ao longo dos anos e com isto a necessidade de orientações a acerca do emprego destes produtos.  Deste modo a escola surge como elo importante para unir o conhecimento popular e o conhecimento científico, a fim de fornecer informações relevantes para a saúde da comunidade. Objetivou-se com este trabalho relacionar os conhecimentos populares aos conhecimentos obtidos em sala de aula de forma dinâmica e interativa através da produção de fitoterápicos, bem como compreender mecanismos de utilização das plantas medicinais a partir da análise de hábitos familiares no tratamento de enfermidades a fim de orientar a respeito do uso e produção destes produtos. Este trabalho foi realizado com alunos do 2º ano do ensino médio (PROEMi) da Escola Estadual de Ensino Médio Severino Cabral, localizada na cidade de Campina Grande – PB. Foram  aplicados questionários socioeconômicos a fim de conhecer o perfil da população que faz uso destes medicamentos, além da produção gráficos para análise dos dados e a elaboração de oficinas de extração de compostos e produção de medicamentos fitoterápicos e a produção de catálogo ilustrativo. Ao final das atividades os alunos demonstraram grande interesse e satisfação, o que se refletiu de forma direta na melhoria do desempenho escolar ao passo que os principais conceitos trabalhados na disciplina de biologia foram compreendidos e relacionados às atividades práticas desenvolvidas no projeto, conseguindo estabelecer relações concretas entre os conceitos estudados e os conhecimentos intrínsecos a sua formação, o conhecimento popular."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "A Biologia na perspectiva do Ensino Médio Inovador: propondo ações integradas de ensino, pesquisa e extensão"
    "palavra_chave" => "CONHECIMENTO POPULAR, FITOTERÁPICOS, COMUNIDADE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_1datahora_28_10_2014_18_47_11_idinscrito_1207_8db13f3edeb34ca4d616f4ba7286621b.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:56"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:19:15"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "FLÁVIA MONIQUE SALES NOBREGA"
    "autor_nome_curto" => "FLÁVIA SALES"
    "autor_email" => "flaviasales_bio@hotmail.c"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-enid---uepb"
    "edicao_nome" => "Anais IV ENID / UEPB"
    "edicao_evento" => "IV Encontro de Iniciação à Docência da UEPB / UEPB"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/enid/2014"
    "edicao_logo" => "5e4d80132b22c_19022020153603.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1855cb47e5f_22072020120547.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-11-21 23:00:00"
    "publicacao_id" => 13
    "publicacao_nome" => "Revista ENID UEPB"
    "publicacao_codigo" => "2318-7379"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 21 de novembro de 2014

Resumo

O emprego das plantas no tratamento de enfermidades data de épocas remotas e está diretamente associado à cultura popular, onde as comunidades étnicas utilizam seus saberes como alternativa para o tratamento de doenças ao uso de medicamentos produzidos pela indústria farmacêutica, seja pelo valor natural do produto, seja pelos altos custos dos produtos industrializados. O consumo de fitoterápicos vem aumentando ao longo dos anos e com isto a necessidade de orientações a acerca do emprego destes produtos. Deste modo a escola surge como elo importante para unir o conhecimento popular e o conhecimento científico, a fim de fornecer informações relevantes para a saúde da comunidade. Objetivou-se com este trabalho relacionar os conhecimentos populares aos conhecimentos obtidos em sala de aula de forma dinâmica e interativa através da produção de fitoterápicos, bem como compreender mecanismos de utilização das plantas medicinais a partir da análise de hábitos familiares no tratamento de enfermidades a fim de orientar a respeito do uso e produção destes produtos. Este trabalho foi realizado com alunos do 2º ano do ensino médio (PROEMi) da Escola Estadual de Ensino Médio Severino Cabral, localizada na cidade de Campina Grande – PB. Foram aplicados questionários socioeconômicos a fim de conhecer o perfil da população que faz uso destes medicamentos, além da produção gráficos para análise dos dados e a elaboração de oficinas de extração de compostos e produção de medicamentos fitoterápicos e a produção de catálogo ilustrativo. Ao final das atividades os alunos demonstraram grande interesse e satisfação, o que se refletiu de forma direta na melhoria do desempenho escolar ao passo que os principais conceitos trabalhados na disciplina de biologia foram compreendidos e relacionados às atividades práticas desenvolvidas no projeto, conseguindo estabelecer relações concretas entre os conceitos estudados e os conhecimentos intrínsecos a sua formação, o conhecimento popular.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.