Artigo Anais IV ENID / UEPB

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-7379

Visualizações: 156
EDUCAÇÃO INFANTIL: UMA ANÁLISE DO PENSAMENTO SOCIAL DE MARIA LACERDA DE MOURA EM LIÇÕES DE PEDAGOGIA (1925)

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO, PEDAGOGIA, SOCIEDADE Comunicação Oral (CO) O exercício da Pedagogia: possibilidades participativas na Educação Básica

Resumo

Esse trabalho tem o objetivo de apresentar reflexões acerca da importância da pedagogia através do pensamento da professora, escritora mineira Maria Lacerda de Moura (1887-1945). Vivenciou o Brasil no início do século XX e participou de conferências envolvendo temas como: política, sociedade, educação, economia e entre outros. A pesquisa foi realizada através da leitura de jornais da época, folhetos, livros, conferências e materiais secundários de pesquisa sobre a referida autora. Em especial na sua obra Lições de Pedagogia (1925), a autora se refere a uma educação preocupada com a junção entre trabalho manual e trabalho intelectual. Levando em consideração a integralização da educação infantil através da higiene mental, corporal e física. Incluindo, certas preocupações fundamentais ao papel do pedagogo como perceber se o aluno tem dificuldades com a visão, audição, tato e olfato. E ainda dando ênfase a importância da pedagogia dialogar com as diversas ciências como: antropologia, sociologia, filosofia, psicologia anatomia entre outros campos de saberes. a relevância desse trabalho se deu pelas investidas feitas pela autora sobre a reflexão da educação infantil que perpassa ainda por muitos dilemas na contemporaneidade. A proposta foi pensar de que maneira superar tais questões. No pensamento de Maria Lacerda de Moura, concluímos que é preciso uma mudança as estruturas dos projetos políticos de formação da criança e do professor. Sendo relevante repensar nos dilemas e impasses vividos pelos professores em relação aos desafios das vivencias cotidianas.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.