Artigo Anais IV ENID / UEPB

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-7379

UNIDADE DE POESIA INTENSIVA (UPI): PROPOSTA PARA UMA EDUCAÇÃO POÉTICA NA ESCOLA

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO LITERÁRIA, POESIA, ENSINO Comunicação Oral (CO) Práticas de Gestão Pedagógica no âmbito do PIBID
"2014-11-21 23:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 9763
    "edicao_id" => 27
    "trabalho_id" => 652
    "inscrito_id" => 185
    "titulo" => "UNIDADE DE POESIA INTENSIVA (UPI): PROPOSTA PARA UMA EDUCAÇÃO POÉTICA NA ESCOLA"
    "resumo" => "Vinculado ao Projeto Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID), o presente trabalho é fruto de nossas intervenções em uma das escolas da rede pública de ensino da cidade de Monteiro onde estamos desenvolvendo um conjunto de ações que visa fazer com que a prática de leitura, sobretudo a de textos literários, se torne uma ação efetiva nas aulas de língua Portuguesa. Nossa preocupação com a forma como o texto literário circula no interior da escola é uma ação política que advoga, na esteira de Antonio Candido (1995, 2002), a importância da literatura no processo de formação do ser humano e vê na escola uma das agências imprescindíveis para que esse processo se realize com êxito, apesar dos percalços existentes. No caso deste nosso trabalho, apresentamos a sugestão de criação de uma Unidade de Poesia Intensiva (UPI) como um espaço de fomento à leitura literária a partir de ações, como a criação de pílulas poéticas, que possam expandir-se para além da sala de aula e envolver toda a comunidade escolar em torno de práticas significativas de leitura que propiciem aos alunos uma significativa e sólida educação literária. Para a realização do presente trabalho, seguimos as orientações teórico-metodológicas de Tavares (2007), Candido (1995, 2002), Eco (2003), bem como de alguns documentos oficiais, como as Orientações Curriculares para o Ensino Médio (2006). Como mostraremos ao longo do presente artigo, os resultados por nós obtidos foram bastante satisfatórios, não só porque permitiram a aproximação dos alunos para com a literatura, sobretudo com o gênero poema, este que ocupa um lugar à margem na escola, e também para nós, professores em formação inicial, pois, a partir das intervenções que realizamos, pudemos perceber que, se nossas práticas forem ressignificadas a partir do planejamento sério e do uso de metodologia adequada, o trabalho em sala de aula pode amalgamar saber e sabor."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "Práticas de Gestão Pedagógica no âmbito do PIBID"
    "palavra_chave" => "EDUCAÇÃO LITERÁRIA, POESIA, ENSINO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_1datahora_04_11_2014_15_41_11_idinscrito_185_6cbd75085f313f8f2842f8f2aec1511d.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:56"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:19:14"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ANDERSON RANY CARDOSO DA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "@ANDERSONRCS"
    "autor_email" => "andersomrany123@hotmail.c"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-enid---uepb"
    "edicao_nome" => "Anais IV ENID / UEPB"
    "edicao_evento" => "IV Encontro de Iniciação à Docência da UEPB / UEPB"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/enid/2014"
    "edicao_logo" => "5e4d80132b22c_19022020153603.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1855cb47e5f_22072020120547.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-11-21 23:00:00"
    "publicacao_id" => 13
    "publicacao_nome" => "Revista ENID UEPB"
    "publicacao_codigo" => "2318-7379"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 9763
    "edicao_id" => 27
    "trabalho_id" => 652
    "inscrito_id" => 185
    "titulo" => "UNIDADE DE POESIA INTENSIVA (UPI): PROPOSTA PARA UMA EDUCAÇÃO POÉTICA NA ESCOLA"
    "resumo" => "Vinculado ao Projeto Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID), o presente trabalho é fruto de nossas intervenções em uma das escolas da rede pública de ensino da cidade de Monteiro onde estamos desenvolvendo um conjunto de ações que visa fazer com que a prática de leitura, sobretudo a de textos literários, se torne uma ação efetiva nas aulas de língua Portuguesa. Nossa preocupação com a forma como o texto literário circula no interior da escola é uma ação política que advoga, na esteira de Antonio Candido (1995, 2002), a importância da literatura no processo de formação do ser humano e vê na escola uma das agências imprescindíveis para que esse processo se realize com êxito, apesar dos percalços existentes. No caso deste nosso trabalho, apresentamos a sugestão de criação de uma Unidade de Poesia Intensiva (UPI) como um espaço de fomento à leitura literária a partir de ações, como a criação de pílulas poéticas, que possam expandir-se para além da sala de aula e envolver toda a comunidade escolar em torno de práticas significativas de leitura que propiciem aos alunos uma significativa e sólida educação literária. Para a realização do presente trabalho, seguimos as orientações teórico-metodológicas de Tavares (2007), Candido (1995, 2002), Eco (2003), bem como de alguns documentos oficiais, como as Orientações Curriculares para o Ensino Médio (2006). Como mostraremos ao longo do presente artigo, os resultados por nós obtidos foram bastante satisfatórios, não só porque permitiram a aproximação dos alunos para com a literatura, sobretudo com o gênero poema, este que ocupa um lugar à margem na escola, e também para nós, professores em formação inicial, pois, a partir das intervenções que realizamos, pudemos perceber que, se nossas práticas forem ressignificadas a partir do planejamento sério e do uso de metodologia adequada, o trabalho em sala de aula pode amalgamar saber e sabor."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "Práticas de Gestão Pedagógica no âmbito do PIBID"
    "palavra_chave" => "EDUCAÇÃO LITERÁRIA, POESIA, ENSINO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_1datahora_04_11_2014_15_41_11_idinscrito_185_6cbd75085f313f8f2842f8f2aec1511d.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:56"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:19:14"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ANDERSON RANY CARDOSO DA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "@ANDERSONRCS"
    "autor_email" => "andersomrany123@hotmail.c"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-enid---uepb"
    "edicao_nome" => "Anais IV ENID / UEPB"
    "edicao_evento" => "IV Encontro de Iniciação à Docência da UEPB / UEPB"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/enid/2014"
    "edicao_logo" => "5e4d80132b22c_19022020153603.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1855cb47e5f_22072020120547.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-11-21 23:00:00"
    "publicacao_id" => 13
    "publicacao_nome" => "Revista ENID UEPB"
    "publicacao_codigo" => "2318-7379"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 21 de novembro de 2014

Resumo

Vinculado ao Projeto Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID), o presente trabalho é fruto de nossas intervenções em uma das escolas da rede pública de ensino da cidade de Monteiro onde estamos desenvolvendo um conjunto de ações que visa fazer com que a prática de leitura, sobretudo a de textos literários, se torne uma ação efetiva nas aulas de língua Portuguesa. Nossa preocupação com a forma como o texto literário circula no interior da escola é uma ação política que advoga, na esteira de Antonio Candido (1995, 2002), a importância da literatura no processo de formação do ser humano e vê na escola uma das agências imprescindíveis para que esse processo se realize com êxito, apesar dos percalços existentes. No caso deste nosso trabalho, apresentamos a sugestão de criação de uma Unidade de Poesia Intensiva (UPI) como um espaço de fomento à leitura literária a partir de ações, como a criação de pílulas poéticas, que possam expandir-se para além da sala de aula e envolver toda a comunidade escolar em torno de práticas significativas de leitura que propiciem aos alunos uma significativa e sólida educação literária. Para a realização do presente trabalho, seguimos as orientações teórico-metodológicas de Tavares (2007), Candido (1995, 2002), Eco (2003), bem como de alguns documentos oficiais, como as Orientações Curriculares para o Ensino Médio (2006). Como mostraremos ao longo do presente artigo, os resultados por nós obtidos foram bastante satisfatórios, não só porque permitiram a aproximação dos alunos para com a literatura, sobretudo com o gênero poema, este que ocupa um lugar à margem na escola, e também para nós, professores em formação inicial, pois, a partir das intervenções que realizamos, pudemos perceber que, se nossas práticas forem ressignificadas a partir do planejamento sério e do uso de metodologia adequada, o trabalho em sala de aula pode amalgamar saber e sabor.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.