Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 222
PIRÂMIDE ALIMENTAR REGIONALIZADA COMO PROPOSTA NA EDUCAÇÃO DE ESTUDANTES DO VALE DO SÃO FRANCISCO

Palavra-chaves: PIRAMIDE ALIMENTAR, EDUCAÇÃO NUTRICIONAL, VALE DO SÃO FRANCISCO Comunicação Oral (CO) POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

Introdução: A Pirâmide Alimentar é uma representação gráfica facilitadora para a visualização da distribuição dos alimentos. Realizar adaptações ao contexto regional e propor formas lúdicas para melhor conduzir o conhecimento de estudantes é um adequado modo de inserir-se no cotidiano do público alvo e incentiva a busca de informações, além de ampliar a noção sobre a temática proposta. Neste sentido, a cultura nordestina abrange diversas formas de expressão que sofrem influência das etnias africana, europeia e indígena, a culinária é muito diversificada e reflete as condições econômicas e produtivas da região, havendo diferenças regionais nos alimentos e nas formas de preparo. O Vale do rio São Francisco, apresenta como atividade econômica principal a agricultura, com produção em grande escala de frutas, alguns cereais e outras hortaliças principalmente para exportação, e na pecuária destaca-se o alto consumo da carne de caprinos e ovinos. Objetivo: Através da contextualização da educação lúdica, com o incentivo de expandir o conhecimento sobre diversos alimentos utilizados na região do São Francisco, este trabalho apresentou como objetivo propor uma pirâmide alimentar regionalizada para facilitar o conhecimento de estudantes ingressantes no curso de nutrição. Materiais e métodos: A pirâmide alimentar proposta foi confeccionada com madeira envernizada, e um tecido denominado de juta. Os componentes foram produzidos a partir de alimentos não perecíveis e materiais que se assemelhassem e representassem as formas reais dos alimentos. A apresentação foi destinada aos alunos ingressantes no curso de nutrição, a qual iniciou-se com uma literatura de cordel com palavras simples, vocábulo regional e conteúdo relacionado com a cultura, espaço geográfico e diversidade de alimentos cultivados no Vale do rio São Francisco. Logo após, a pirâmide regionalizada foi exposta, permitindo que alguns dos alimentos mais utilizados na região fossem mostrados para uma melhor explicação das suas respectivas propriedades e funções. Em sequência foi realizada uma avaliação proposta para identificar o grau de entendimento da temática sugerida, verificando se o objetivo foi alcançado. Resultados e discussão: A proposta possibilitou instruir uma alimentação balanceada levando em conta as propriedades nutricionais e funcionais dos alimentos, diminuindo assim os fatores de riscos que podem levar a doenças crônicas. Além dessa integralização de conhecimentos, mostrou-se a variedade de alimentos funcionais. Foi possível identificar a necessidade de haver mais pesquisas científicas, tanto voltadas aos alimentos ainda pouco explorados quanto relacionadas às suas propriedades nutricionais, o que permitiria o acesso à informação para pesquisadores na área de alimentos e também para a população como um todo. Conclusão: Foi observada a importância da pirâmide regionalizada apresentada aos alunos ingressantes no curso de nutrição, onde verificou-se que sua aplicação contribuiu consideravelmente para ampliar os conhecimentos sobre a região do Vale do São Francisco com informações úteis para o cotidiano e na vida profissional, de forma educativa e utilizando o lúdico, possibilitou-se a expansão da informação através da vivência discutida, e expandindo a visão do contexto abordado, promovendo uma melhor qualificação quanto ao futuro cargo pretendido, ser nutricionista. Palavras-chave: Pirâmide alimentar; Educação nutricional; Vale do São Francisco

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.