Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 206
OS ARQUIVOS ESCOLARES COMO FONTE DE PESQUISA PARA A HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO

Palavra-chaves: ARQUIVOS ESCOLARES, FONTE DE PESQUISA, HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO Pôster (PO) HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

Iniciado em outubro de 2013, na Escola Estadual Dom Malan, a primeira escola publica estadual do município de Petrolina, o projeto de pesquisa “Os Arquivos Escolares como Fonte de Pesquisa para a História da Educação” é parte integrante do componente curricular História da Educação no Brasil, do Núcleo de Estudos Básicos do Curso de Pedagogia da Universidade de Pernambuco, Campus Petrolina. O projeto se insere no âmbito dos estudos produzidos pela linha de pesquisa Estudos Históricos sobre Escola, Cultura e Políticas educacionais, vinculada ao Grupo de Estudos e Pesquisas sobre a Educação Escolar e não Escolar no Sertão Pernambucano (GEPESPE), cadastrado no Diretório de Pesquisas do CNPq. Objetivos Geral - Realizar o levantamento, catalogação e digitalização de fontes primárias relativas à história da educação rural e urbana do município de Petrolina e região, compreendendo a segunda metade do século XX. O estudo abrange as instituições da educação básica (públicas e privadas), em numero a ser definido, de acordo com as possibilidades de acesso aos documentos escolares.Objetivos específicos• Construir um saber histórico acerca da educação escolar no município de Petrolina e no estado de Pernambuco; contribuir e ampliar os estudos acerca da cultura escolar brasileira; constituir uma base de dados para investigações futuras; desenvolver habilidades e competências que permitam ao futuro professor/pedagogo exercer, também, atividades de pesquisa educacional em diversos setores.MetodologiaO trabalho será realizado em duas etapas: primeiro, a coleta e higienização de documentos escolares. O processo de higienização será realizado com pinceis tamanho pequeno e médio, uso de máscaras e luvas. Após esses procedimentos terá início o levantamento do material com registro dos seguintes dados: quantidade de documentos, origem, tipo, condições de uso, ano, informações básicas, informações adicionais, entre outros. A segunda etapa do projeto de pesquisa consiste na catalogação e digitalização dos documentos escolares, mediante o uso de computador e scanner. Essa atividade será realizada no NEPHEL (Núcleo de Extensão e Pesquisas sobre História da Educação, Linguística e Literatura), na Universidade de Pernambuco, campus Petrolina.Resultados Neste trabalho de garimpagem, foram encontrados, na sala que abriga a documentação escolar da Escola Estadual Dom Malan, o termo de doação de terreno (1949), a planta arquitetônica do respectivo prédio (1953), 237 fichas individuais de matrículas referentes aos anos de 1975 a 1976, com registros do número de alunos, idade, naturalidade, frequência, endereço, profissão dos pais e dados de aprovação e reprovação, permitindo traçar um perfil da comunidade e a relação com o tempo vivido na escola. ConclusãoA documentação escrita registra concepções e finalidades das instituições escolares ao longo do tempo e expressa fatos relativos à vida escolar dos alunos, desde os dados de identificação, admissão, matrícula, reprovação, até frequência e programas de ensino.Uma análise do contexto político e econômico, das demandas sociais e educacionais em que foram produzidos esses documentos, fornece pistas importantes sobre a cultura escolar (modos de pensar, ver e sentir) de uma época.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.