Artigo Anais do V CONAPESC

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

AUTONOMIA NA EDUCAÇÃO SEXUAL: UMA LEITURA GEOGRÁFICA

Palavra-chaves: GEOGRAFIA, EDUCAÇÃO SEXUAL, GÊNERO, , Comunicação Oral (Artigo Completo) AT 09: Geociências e Geografia: Pesquisa, Ensino e novas metodologias Publicado em 10 de dezembro de 2020

Resumo

A EDUCAÇÃO SEXUAL COMPREENDE A AUTONOMIA DOS SUJEITOS QUANTO AO SEU DIREITO SEXUAL DE MODO QUE POSSAM TER ENTENDIMENTO DO SEU PROCESSO DE MATURAÇÃO BIOLÓGICA, DAS IMPLICAÇÕES QUANTO À SAÚDE DO CORPO, DA SUBJETIVIDADE DA IDENTIDADE SEXUAL E OS ENCADEAMENTOS SOCIAIS DE GÊNERO. A GEOGRAFIA, NESSE SENTIDO AO PROCURAR EM SEU OBJETO DE ESTUDO, O ESPAÇO, LER O MUNDO A PARTIR DA SUA TOTALIDADE, DEVE CONTEMPLAR E COMPREENDER A INFLUÊNCIA DA PLURALIDADE SEXUAL NA DINÂMICA SOCIOESPACIAL. DESSE MODO, A PARTIR DE UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA DA LITERATURA SOBRE A GEOGRAFIA DE GÊNERO E FEMINISTA, OBJETIVAMOS COM ESTE TRABALHO APONTAR COMO A GEOGRAFIA PODE CONTRIBUIR PARA A EDUCAÇÃO SEXUAL A PARTIR DA DISCUSSÃO DAS RELAÇÕES SOCIOESPACIAIS A FIM DE PROMOVER A FORMAÇÃO DE CIDADÃOS AUTÔNOMOS SOBRE A SUA RELAÇÃO COM O SEU CORPO E ESPAÇO E DE UMA SOCIEDADE MAIS IGUALITÁRIA E CONSCIENTE DO PROCESSO DE IDENTIFICAÇÃO SEXUAL DOS INDIVÍDUOS, EM ESPECIAL DAS MULHERES E AS CONSEQUÊNCIAS PARA A SUA AUTONOMIA. PARA CONTRIBUIÇÃO DA NOSSA FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA UTILIZAMOS AS REFLEXÕES DE SILVA, CAVALCANTI E RIBEIRO. DESSA FORMA, COMPREENDEMOS QUE A GEOGRAFIA E A EDUCAÇÃO SEXUAL SÃO ÁREAS QUE DEVEM CAMINHAR JUNTAS NO SENTIDO DE PROPICIAR UM ESPAÇO PARA DISCUTIR AS QUESTÕES DE GÊNERO E SEXUALIDADE NAS ESCALAS SOCIAIS, CULTURAIS, HISTÓRICAS, ESPACIAIS E PESSOAIS, PASSANDO A PENSAR OS CONCEITOS SEUS CONCEITOS COMO TERRITÓRIO, ESCALA, ESPAÇO, LUGAR E PAISAGEM DESDE A PERSPECTIVA DA ORGANIZAÇÃO DA SOCIEDADE COMO UM TODO ATÉ O CORPO DO SUJEITO E AS SUAS IMPLICAÇÕES.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.