Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 208
EXTENSÃO EM MATEMÁTICA APLICADA À EDUCAÇÃO PROFISSIONAL: RELATO DE EXPERIÊNCIA NO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA, CAMPOS PORTO VELHO CALAMA

Palavra-chaves: MATEMÁTICA APLICADA, EDUCAÇÃO PROFISSIONAL, RELATO DE EXPERIÊNCIA Pôster (PO) EDUCAÇÃO MATEMÁTICA Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

Este estudo apresenta o relato de uma experiência que contempla o desenvolvimento de um projeto de extensão, intitulado “Conceitos Básicos da Matemática Aplicada na Educação Profissional”, desenvolvido no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia, Campos Porto Velho Calama. Na contextualização da proposta desenvolvida bancou-se o tratamento da Matemática no ambiente escolar, enquanto disciplina curricular que tem sido desenhada academicamente como ciência na sua autonomia de forma isolada, ou seja, em sua estrutura conceitual, o saber matemático enfatiza a formalização e a dedução, não privilegia problemas da realidade de situações concretas e da tecnologia, prima pela busca de saberes teóricos descontextualizados do mundo do trabalho e da vida social. O objetivo nuclear da pesquisa consistiu em verificar os limites e as potencialidades na promoção do nivelamento em Matemática, dada ênfase aos conceitos básicos da Matemática Aplicada à Educação Profissional. Entende-se a Educação Profissional na perspectiva de uma formação para o trabalhador, de forma que aflore a criticidade e a autonomia, logo a construção de um modelo de projeto educacional que deve refletir na constituição da articulação entre o pensar e o fazer, além que potencialize o estreitamento entre a formação geral e a formação profissional. A prática de nivelamento faz parte do planejamento anual da Instituição, em acordo com sua missão de oferecer um ensino de qualidade. Trata-se de um procedimento de estudo e uma atividade pedagógica de fundamental importância para a formação do aluno, especialmente quando se consideram as deficiências da Educação Básica. São estas deficiências que justificam seu propósito principal de oportunizar aos participantes uma revisão de conteúdos e proporcionar, por meio de situações didáticas a apropriação de conhecimentos necessários ao bom desempenho acadêmico e à aquisição das competências próprias da profissão almejada. Os sujeitos contemplados na pesquisa foram os alunos dos Cursos Técnicos Subsequentes em Informática, Eletrotécnica e Manutenção e Suporte, bem como os idealizadores do Programa de Nivelamento em Matemática da Instituição. Assim, a metodologia utilizada consistiu na Aprendizagem pela Resolução de Problemas (ARP), a partir de situações didáticas no âmbito do Ensino de Matemática. Os instrumentos utilizados na coleta de dados foram os registros no diário de bordo, diagnóstico e prognóstico quanto às competências referentes ao currículo dos respectivos Cursos, narrativas orais e questionário socioeconômico disponibilizados aos alunos matriculados na disciplina. No entanto, verificou-se que o projeto corroborou ao potencializar competências científicas, técnicas e formativas no processo de aprendizagem dos sujeitos envolvidos, bem como na diminuição da taxa de reprovação e indiretamente na evasão escolar. Portanto, depreende-se que a interação do Ensino de Matemática com a Educação Profissional, pela matematização da realidade permeia ambientes passíveis de superações, ou seja, através do instrumental Matemática à interpretação do real e do fenômeno tem-se questões norteadoras para futuras investigações: Quem são e qual a formação inicial e continuada dos professores de Matemática que atuam na Educação Profissional? Qual a concepção desses docentes a respeito da Educação Profissional e qual é o seu papel de educador nessa modalidade de ensino? Qual a prática pedagógica desses professores?

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.