Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

AVANÇOS E DESAFIOS NA EDUCAÇÃO DO CAMPO:REFLEXÕES SOBRE O PROGRAMA MAIS EDUCAÇAÕ

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO CAMPO, POLITICAS EDUCACIONAIS, PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO Pôster (PO) FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

Este texto representa uma pesquisa realizada durante a disciplina de Pesquisas e Práticas do Curso de Licenciatura em Educação do Campo na Universidade Federal da Paraíba. A pesquisa analisou os avanços e desafios do programa do governo federal Mais Educação desenvolvido na Escola Edgar Guedes da Silva no município de Pedras de Fogo – PB, com o intuito de observar as concepções e práticas voltadas à Educação do Campo, além de identificar a relação educador/educando no processo de ensino-aprendizagem no campo. A pesquisa fundamenta-se nas contribuições teóricas de Madalena Sucheck e Lucia Helena Alencastro (2011), que enfatizam as ações da educação do campo na Região de Cascavel a partir do Projovem-Campo e do projeto Saberes da Terra. Também utilizamos como fundamentação teórica Molina, et al. (2005) e Pimenta, et al. (2012). Metodologicamente, trata-se de uma pesquisa de campo com abordagem qualitativa, que utilizará como instrumentos de coleta de dados a conversa informal e a entrevista semi-estruturada, combinando perguntas abertas e fechadas. Essa pesquisa contou com a participação de 03 professores e 03 alunos de uma escola pública do ensino fundamental 1 e II. As análises dos dados foram construídas a partir do diálogo entre teorias e dados empíricos coletados. Os resultados parciais apresentam alguns avanços da escola a partir da inserção do programa Mais Educação que impulsionou a criação de uma horta, na qual são colhidos legumes e verduras naturais para serem utilizados na merenda escolar. Com o programa também houve a redução da evasão escolar e foi ampliada a oferta de ensino médio. O desafio atual consiste em conseguir a permanência dos alunos na escola mesmo melhorando o ensino-aprendizagem, a auto-estima, o comportamento e comprometimento com a comunidade. Para isso, foi ampliada a infra-estrutura da escola com mais duas salas de aula, uma sala de leitura, uma sala de recreação, um laboratório de informática, ginásio poliesportivo, um auditório para apresentações de datas comemorativas e culminâncias. Outros resultados positivos consistem no crescimento pessoal dos alunos, monitores qualificados, oferta de almoço e lanche de qualidade, participação da família na escola. A educação do campo necessita de políticas públicas que estimulem a autonomia dos sujeitos, valorize suas especificidade e saberes para que possam usufruir de todos os direitos respaldados por lei.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.