Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 212
AS QUATROS HABILIDADES LINGUÍSTICAS DA LÍNGUA ESPANHOLA: FALAR, OUVIR, LER E ESCREVER E SUAS COMPETÊNCIAS

Palavra-chaves: HABILIDADES, DESENVOLVIMENTO LÍNGUÍSTICO, EDUCAÇÃO Comunicação Oral (CO) LINGUAGENS, LETRAMENTO E ALFABETIZAÇÃO Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

O presente artigo tem por objetivo apresentar os resultados de uma pesquisa desenvolvida através das habilidades linguísticas: ler, escrever, falar e ouvir. Foi possível analisar e compreender o impacto que estas mesmas têm no parâmetro profissional dos professores em formação, graduandos da Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande – PB. A partir deste relato pode-se determinar que influências essas características sobrepõem na realização da comunicação entre os pólos educador e educando, tendo em vista levantamento de questões da própria jornada dos futuros docentes no âmbito ensino-aprendizagem. A realização da pesquisa de campo, se deu com a resolução de um questionário, por nós apresentado, ao qual os alunos do primeiro período do curso de Letras com habilitação em língua espanhola, pudessem nos apresentar como eles mesmo desenvolviam estas habilidades comunicativas e o que faziam para apresentar resultados positivos. Constatou-se que mais da metade se utiliza da “destreza” de falar por meio da conversação apenas em sala de aula, porém mais de 80% utilizam-se de recursos didáticos diversificados. Sendo assim, apresenta-se como solução para esta problemática a intensificação desta disciplina ainda nas escolas primárias, que são responsáveis pela constituição da base escolar dos futuros graduandos e possuem grande impacto na dinâmica de interesse das crianças e adolescentes. O conhecimento atingido na presente pesquisa pode ser utilizado em outros estudos apresentando com impacto informações sobre o sujeito tanto no plano individual quanto no coletivo.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.