Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

A EDUCAÇÃO INDÍGENA E O ENSINO DE GEOGRAFIA NA ESCOLA DIFERENCIADA JENIPAPO-KANINDÉ

Palavra-chaves: ENSINO DE GEOGRAFIA, ESTÁGIO, JENIPAPO-KANINDÉ Comunicação Oral (CO) EDUCAÇÃO E RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS
"2014-09-18 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 6699
    "edicao_id" => 23
    "trabalho_id" => 978
    "inscrito_id" => 1943
    "titulo" => "A EDUCAÇÃO INDÍGENA E O ENSINO DE GEOGRAFIA  NA ESCOLA DIFERENCIADA JENIPAPO-KANINDÉ"
    "resumo" => "Este trabalho relata a experiência do Estágio Curricular Supervisionado em Geografia II, uma disciplina do curso de Geografia do 6° semestre, realizou-se na Escola de Educação Diferenciada Jenipapo-Kanindé, no município de Aquiraz/CE, tendo como objetivo geral compreender como a Geografia é tratada no ambiente escolar indígena. Foi analisado o contexto histórico e espacial onde a tribo está inserida, com intuito de pesquisar suas origens e como as tradições culturais são fortalecidas através da educação. Fomos instigados a perceber como se dá os processos de ensino-aprendizagem a partir de um ensino diferenciado.  A pesquisa valeu-se de uma investigação do tipo qualitativo - indutivo. Como aporte teórico o trabalho, está fundamentado em Bogdan e Biklen (1991), Pimenta e Lima (2009) Luciano (2006) e Silva (2011). Utilizou-se de entrevistas e questionários do tipo aberto, ao coordenador da escola e aos professores com intuito de sabermos sobre o funcionamento da escola e o ensino de Geografia na instituição. A atividade de intervenção com os alunos realizando-se uma avaliação dos desenhos sobre o espaço local (o mapa mental da casa, a rua, a escola e a comunidade em que está inserido), vivenciado por eles. Verificou-se nos desenhos a simbologia local dos alunos, os lugares por eles evidenciados: a escola, anexo cultural, o posto de saúde, a igreja, museu, centro de artesanato, os lugares de lazer da comunidade e entre outros, estão contextualizados com as tradições indígenas que reconhecem e se identificam na sua cultura, e a importância desses espaços para construção, desenvolvimento e transmissão dos seus saberes tradicionais. A pesquisa permitiu verificar a importância da escola para comunidade, para não migração dos estudantes para cidade; os professores contextualizam o ensino de Geografia com a realidade do aluno (movimentos indígenas), construindo um saber crítico voltado para os problemas existentes na aldeia e na construção do próprio material didático. A escola torna-se uma privilegiada no que diz respeito a sua localização geográfica, cercada por belas paisagens naturais, com feições geográficas, como a proximidade da praia, dunas, lagoa entre outras, constituindo assim um cenário para as aulas de campos dos alunos. Esta pesquisa permitiu conhecer os Jenipapo-Kanindé em suas trajetórias históricas, compreendê-los melhor em sua formação cultural e educacionais e respeitá-los em suas diferenças."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "EDUCAÇÃO E RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS"
    "palavra_chave" => "ENSINO DE GEOGRAFIA, ESTÁGIO, JENIPAPO-KANINDÉ"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_1datahora_11_08_2014_14_22_57_idinscrito_1943_bf390b8cacdf99d613fd797fb9aa7d95.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:53"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:12:24"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ANA ROSA VIANA CEZÁRIO"
    "autor_nome_curto" => "ANA ROSA"
    "autor_email" => "anarosavianageo@hotmail.c"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais I CONEDU"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2014"
    "edicao_logo" => "5e4a0671b0a63_17022020002017.png"
    "edicao_capa" => "5f1848d9ed142_22072020111033.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-09-18 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 6699
    "edicao_id" => 23
    "trabalho_id" => 978
    "inscrito_id" => 1943
    "titulo" => "A EDUCAÇÃO INDÍGENA E O ENSINO DE GEOGRAFIA  NA ESCOLA DIFERENCIADA JENIPAPO-KANINDÉ"
    "resumo" => "Este trabalho relata a experiência do Estágio Curricular Supervisionado em Geografia II, uma disciplina do curso de Geografia do 6° semestre, realizou-se na Escola de Educação Diferenciada Jenipapo-Kanindé, no município de Aquiraz/CE, tendo como objetivo geral compreender como a Geografia é tratada no ambiente escolar indígena. Foi analisado o contexto histórico e espacial onde a tribo está inserida, com intuito de pesquisar suas origens e como as tradições culturais são fortalecidas através da educação. Fomos instigados a perceber como se dá os processos de ensino-aprendizagem a partir de um ensino diferenciado.  A pesquisa valeu-se de uma investigação do tipo qualitativo - indutivo. Como aporte teórico o trabalho, está fundamentado em Bogdan e Biklen (1991), Pimenta e Lima (2009) Luciano (2006) e Silva (2011). Utilizou-se de entrevistas e questionários do tipo aberto, ao coordenador da escola e aos professores com intuito de sabermos sobre o funcionamento da escola e o ensino de Geografia na instituição. A atividade de intervenção com os alunos realizando-se uma avaliação dos desenhos sobre o espaço local (o mapa mental da casa, a rua, a escola e a comunidade em que está inserido), vivenciado por eles. Verificou-se nos desenhos a simbologia local dos alunos, os lugares por eles evidenciados: a escola, anexo cultural, o posto de saúde, a igreja, museu, centro de artesanato, os lugares de lazer da comunidade e entre outros, estão contextualizados com as tradições indígenas que reconhecem e se identificam na sua cultura, e a importância desses espaços para construção, desenvolvimento e transmissão dos seus saberes tradicionais. A pesquisa permitiu verificar a importância da escola para comunidade, para não migração dos estudantes para cidade; os professores contextualizam o ensino de Geografia com a realidade do aluno (movimentos indígenas), construindo um saber crítico voltado para os problemas existentes na aldeia e na construção do próprio material didático. A escola torna-se uma privilegiada no que diz respeito a sua localização geográfica, cercada por belas paisagens naturais, com feições geográficas, como a proximidade da praia, dunas, lagoa entre outras, constituindo assim um cenário para as aulas de campos dos alunos. Esta pesquisa permitiu conhecer os Jenipapo-Kanindé em suas trajetórias históricas, compreendê-los melhor em sua formação cultural e educacionais e respeitá-los em suas diferenças."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "EDUCAÇÃO E RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS"
    "palavra_chave" => "ENSINO DE GEOGRAFIA, ESTÁGIO, JENIPAPO-KANINDÉ"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_1datahora_11_08_2014_14_22_57_idinscrito_1943_bf390b8cacdf99d613fd797fb9aa7d95.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:53"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:12:24"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ANA ROSA VIANA CEZÁRIO"
    "autor_nome_curto" => "ANA ROSA"
    "autor_email" => "anarosavianageo@hotmail.c"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais I CONEDU"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2014"
    "edicao_logo" => "5e4a0671b0a63_17022020002017.png"
    "edicao_capa" => "5f1848d9ed142_22072020111033.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-09-18 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

Este trabalho relata a experiência do Estágio Curricular Supervisionado em Geografia II, uma disciplina do curso de Geografia do 6° semestre, realizou-se na Escola de Educação Diferenciada Jenipapo-Kanindé, no município de Aquiraz/CE, tendo como objetivo geral compreender como a Geografia é tratada no ambiente escolar indígena. Foi analisado o contexto histórico e espacial onde a tribo está inserida, com intuito de pesquisar suas origens e como as tradições culturais são fortalecidas através da educação. Fomos instigados a perceber como se dá os processos de ensino-aprendizagem a partir de um ensino diferenciado. A pesquisa valeu-se de uma investigação do tipo qualitativo - indutivo. Como aporte teórico o trabalho, está fundamentado em Bogdan e Biklen (1991), Pimenta e Lima (2009) Luciano (2006) e Silva (2011). Utilizou-se de entrevistas e questionários do tipo aberto, ao coordenador da escola e aos professores com intuito de sabermos sobre o funcionamento da escola e o ensino de Geografia na instituição. A atividade de intervenção com os alunos realizando-se uma avaliação dos desenhos sobre o espaço local (o mapa mental da casa, a rua, a escola e a comunidade em que está inserido), vivenciado por eles. Verificou-se nos desenhos a simbologia local dos alunos, os lugares por eles evidenciados: a escola, anexo cultural, o posto de saúde, a igreja, museu, centro de artesanato, os lugares de lazer da comunidade e entre outros, estão contextualizados com as tradições indígenas que reconhecem e se identificam na sua cultura, e a importância desses espaços para construção, desenvolvimento e transmissão dos seus saberes tradicionais. A pesquisa permitiu verificar a importância da escola para comunidade, para não migração dos estudantes para cidade; os professores contextualizam o ensino de Geografia com a realidade do aluno (movimentos indígenas), construindo um saber crítico voltado para os problemas existentes na aldeia e na construção do próprio material didático. A escola torna-se uma privilegiada no que diz respeito a sua localização geográfica, cercada por belas paisagens naturais, com feições geográficas, como a proximidade da praia, dunas, lagoa entre outras, constituindo assim um cenário para as aulas de campos dos alunos. Esta pesquisa permitiu conhecer os Jenipapo-Kanindé em suas trajetórias históricas, compreendê-los melhor em sua formação cultural e educacionais e respeitá-los em suas diferenças.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.