Artigo Anais VII CONEDU - Edição Online

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 200
O NEOLIBERALISMO NA EDUCAÇÃO: O SUJEITO COMO EMPREENDEDOR DE SI

Palavra-chaves: NEOLIBERALISMO, EDUCAÇÃO, EXCLUSÃO, , Comunicação Oral (CO) GT 05 - Movimentos Sociais, Sujeitos e Processos Educativos Publicado em 04 de novembro de 2020

Resumo

O PRESENTE ARTIGO PROBLEMATIZA A INFLUÊNCIA DO NEOLIBERALISMO NA EDUCAÇÃO BRASILEIRA, TENDO COMO REFERÊNCIA AS LEITURAS TEÓRICAS DE FRANÇOIS DUBET, PABLO GENTILI, ELI TEREZINHA HENN FABRIS E MAURA CORCINI LOPES. PARA TANTO, COMO PROBLEMA DE PESQUISA, INDICA-SE: EM QUE MEDIDA O DISCURSO NEOLIBERAL ATRAVESSA A INSTITUIÇÃO ESCOLAR E TRANSFORMA OS SUJEITOS EM REPRODUTORES DA LÓGICA MERCANTIL. O ESTUDO DE ABORDAGEM QUALITATIVA SE INSERE NO CAMPO DAS INVESTIGAÇÕES DE CARÁTER BIBLIOGRÁFICO E SE UTILIZA DOS CONCEITOS DE NEOLIBERALISMO E EDUCAÇÃO. ESTA PESQUISA ESTÁ ESTRUTURADA EM DUAS (02) ETAPAS. PRIMEIRAMENTE, SE APRESENTA DE QUE MANEIRA O DISCURSO NEOLIBERAL ATRAVESSA A EDUCAÇÃO, TRANSFORMANDO OS SUJEITOS EM EMPREENDEDORES DE SI E NÃO CIDADÃOS CRÍTICOS. A SEGUIR, PROCURA-SE ENTENDER COMO O DISCURSO NEOLIBERAL ENFATIZA A QUESTÃO MERITOCRÁTICA, ESTIMULANDO A COMPETITIVIDADE E CORRIDA PELO “SUCESSO” ENTRE OS INDIVÍDUOS NO CONTEXTO ESCOLAR. ESPERA-SE QUE OS DIÁLOGOS AQUI APRESENTADOS POSSAM SER UM PONTO DE REFLEXÃO, A FIM DE COMPREENDER OS DESAFIOS, OS LIMITES E AS POSSIBILIDADES DA REALIDADE BRASILEIRA FRENTE AOS DISCURSOS NEOLIBERAIS QUE PERPASSAM A EDUCAÇÃO.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.