Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 260
A RELAÇÃO ALUNO-PROFESSOR E O DIÁLOGO COMO ELEMENTO MEDIADOR DA PRÁTICA EDUCATIVA NO ENSINO MÉDIO

Palavra-chaves: DIÁLOGO, PRÁTICA EDUCATIVA, ENSINO-APRENDIZAGEM Pôster (PO) DIDÁTICA, CURRÍCULO E POLÍTICA EDUCACIONAL Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

No processo de ensino-aprendizagem a relação aluno-professor é mediada por meio da linguagem, e devido aos avanços da modernidade essas relações entre alunos e professores se mostram um pouco conflituosas, sabe-se que ainda há professores que mantém o método tradicionalista como prática educativa, o que pode levar a falta de um diálogo em sala de aula, devido a este ter como base o professor portador do conhecimento e o aluno o receptor deste conhecimento. O diálogo como prática educativa vai contra as bases desse tradicionalismo, em que um é o sujeito e o outro objeto. Agora a pedagogia é dialógica, pois ambos são sujeitos do ato cognoscente. Desta forma o presente trabalho tem como objetivo investigar a relação aluno - professor, e a contribuição do diálogo para a construção de uma aprendizagem significativa para os alunos do ensino médio. O Projeto foi desenvolvido na Escola Estadual de Ensino Médio Olivina Olivia C. da Cunha, no município de João Pessoa-PB e para tal, foi utilizada a pesquisa quali-quantitativa. Foram aplicados 150 questionários com os alunos, sendo 35 na 1ª série, 57 na 2ª série e 58 alunos na 3ª série do ensino médio. Para obtenção dos resultados foi utilizada a análise de conteúdo como estratégia para atingir níveis de compreensão mais aprofundados. Os resultados mostraram que existe uma falta de comunicação entre aluno e professor nas turmas de primeira e terceira série, e o principal motivo é a falta de diálogo em sala, onde esse não é incentivado pelo professor. No entanto, na segunda série os resultados indicam que há um diálogo, embora alguns alunos também afirmem que falta iniciativa por parte do professor para construção desse diálogo. Outros fatores citados pelos alunos, que restringe esse diálogo, são que os professores ministram sua aula, vão embora e não conversam com seus alunos. Por outro lado, constatou-se a existência de timidez dos alunos que contribui para o agravamento da situação. A partir dos dados obtidos considera-se que a comunicação entre o aluno e o professor é pouco frequente. A prática educativa é feita através de elementos cognitivos, intelectuais e humanos que se concretiza através de interações entre pessoas, onde o diálogo é o elemento mediador. Sendo assim, para que a escola assuma seu papel na educação dos alunos, o diálogo requer um espaço fundamental, possibilitando a relação entre os sujeitos da educação.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.