Artigo Anais VII CONEDU - Edição Online

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 390
CARACTERÍSTICAS DE MENINO E DE MENINA: UM DISCURSO CULTURAL

Palavra-chaves: GÊNERO E SEXUALIDADE, ESTEREÓTIPOS, CULTURA, SOCIEDADE, EDUCAÇÃO Comunicação Oral (CO) GT 07 - Gênero, Sexualidade e Educação Publicado em 04 de novembro de 2020

Resumo

AS “CARACTERÍSTICAS DE MENINO E DE MENINA: UM DISCURSO CULTURAL” É UMA ANÁLISE DA OBRA “FEMININA DE MENINA, MASCULINO DE MENINO”, DE MÁRCIA LEITE. A PARTIR DA LEITURA PERCEBE-SE QUE AS CRIANÇAS SÃO EDUCADAS A ASSUMIREM PAPÉIS COM CARACTERÍSTICAS ESPECÍFICAS SOBRE O QUE É DE MENINO E O QUE É DE MENINA. AO MESMO TEMPO A OBRA TRANSFERE PARA O(A) LEITOR(A) AS REFLEXÕES PERMITIDAS A PARTIR DAS REVELAÇÕES DE CADA GÊNERO. NA OBRA ADOTADA PARA O ACERVO DE ALFABETIZAÇÃO DAS ESCOLAS PÚBLICAS BRASILEIRAS PERMITE-SE A LEITURA DE QUE O DISCURSO DE GÊNERO E SEXUALIDADE ESTÁ PRESENTE NA ESCOLA ALÉM DO CURRÍCULO OCULTO E PODE OPORTUNIZAR UM MOMENTO DE FORMAÇÃO HUMANA PARA OS SUJEITOS INSERIDOS NESSE ESPAÇO. AS DIFERENTES CARACTERÍSTICAS CULTURAIS PODEM IMPLICAR UMA SÉRIE DE ESTEREÓTIPOS NOS DISCURSOS DE GÊNERO E SEXUALIDADE. OS CONFRONTOS DAS NARRATIVAS DOS PERSONAGENS ACONTECEM DENTRO DE UMA PERSPECTIVA QUE DEFINE OS PAPEIS DE GÊNERO CONFORME OS RELATOS. A SOCIEDADE, POR MEIO DE SUAS INSTITUIÇÕES SOCIALIZADORAS, DESPONTA COMO UMA AGENTE INFLUENCIADORA NA FORMAÇÃO DOS DISCURSOS. ELA MOSTRA O QUE CADA GÊNERO FAZ E/OU COMO DEVE SE PORTAR E ENSINA A ABAFAR SEUS SENTIMENTOS E O SEU LADO DO SEXO/GÊNERO OPOSTO. A SOCIEDADE CRI(OU)A AS IDENTIDADES PELAS QUAIS OS GÊNEROS SE MOSTRAM E OS PAPEIS SE (AUTO)DEFINEM. COMO A ESCOLA É UM ESPAÇO DE FORMAÇÃO, ESTA É RESPONSÁVEL PELA CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO ADQUIRIDO NO SEU ENTORNO E TEM A MISSÃO DE DESCONSTRUIR ESTEREÓTIPOS DE GÊNERO E SEXUALIDADES, MESMO QUANDO ESTES ESTÃO MUITO PRESENTES EM SI.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.