Artigo Anais VII CONEDU - Edição Online

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 145
A CORRENTE – MOBILE LEARNING E FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM TEMPOS DE ISOLAMENTO SOCIAL

Palavra-chaves: FORMAÇÃO DE PROFESSORES, MOBILE LEARNING, ENSINO REMOTO, A CORRENTE, Pôster (PO) GT 01 - Formação de Professores Publicado em 04 de novembro de 2020

Resumo

O MOBILE LEARNIG (M-LEARNING), METODOLOGIA DE ENSINO REALIZADA APENAS POR DISPOSITIVOS MÓVEIS, É UMA ESTRATÉGIA MUITO RELEVANTE PARA FORMAÇÃO DE PROFISSIONAIS, PRINCIPALMENTE NO PERÍODO QUE ESTAMOS VIVENDO. A PANDEMIA DO NOVO CORONAVÍRUS COLOCOU MUITOS SETORES À PROVA, NOTADAMENTE A EDUCAÇÃO, QUE TEVE DE SE REINVENTAR PARA ATENDER ÀS DEMANDAS DO ENSINO REMOTO. PROFESSORES TIVERAM DE SE ADAPTAR RAPIDAMENTE AO ENSINO REMOTO EMERGENCIAL PARA QUE AS ESCOLAS CONTINUASSEM A FUNCIONAR, MESMO QUE COM DISTANCIAMENTO FÍSICO. DIANTE DA NECESSIDADE DE DESENVOLVER CONHECIMENTOS NOVOS CONHECIMENTOS SOBRE O ENSINO REMOTO E AS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO, A FORMAÇÃO DE PROFESSORES FEZ-SE FUNDAMENTAL. DESSA FORMA, DOCENTES PROCURARAM DE VÁRIOS MODOS CAPACITAREM-SE, MESMO COM UMA ROTINA DE TRABALHO QUE EXIGE MUITO TEMPO PARA PREPARAÇÃO E ADAPTAÇÃO DE MATERIAIS DE ENSINO. DIANTE DESSE IMPASSE, O M-LEARNING SURGE COMO UMA POSSIBILIDADE DE FORMAÇÃO ADEQUADA À ROTINA DOS DOCENTES, HAJA VISTA QUE O ENSINO É REALIZADO A PARTIR DE DISPOSITIVOS MÓVEIS, COM CONTEÚDO DIVIDIDO EM PEQUENOS VÍDEOS (MICROLEARNING) E COM A POSSIBILIDADE DE INTERAÇÃO COM OUTROS DOCENTES (SOCIAL LEARNING). ESSA MODALIDADE DE ENSINO, POR MEIO DE UMA PÁGINA DE YOUTUBE, A CORRENTE, POSSIBILITOU A FORMAÇÃO DE CENTENAS DE DOCENTES, ATENDENDO ÀS NECESSIDADES FORMATIVAS DOS PROFESSORES, SEJA NO TOCANTES ÀS QUESTÕES PEDAGÓGICAS, QUANTO ÀS EMOCIONAIS. O MOBILE LEARNING EFETIVADO PELA PÁGINA A CORRENTE DEMONSTROU-SE UMA POSSIBILIDADE FLEXÍVEL E EXEQUÍVEL NO TOCANTE À FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM TEMPOS DE ISOLAMENTO SOCIAL, OS QUAIS EXIGEM TANTO DA FORMAÇÃO CONTINUADA DESSES PROFISSIONAIS.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.