Artigo Anais X CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

Visualizações: 245
FAMÍLIAS HOMOAFETIVAS NA LITERATURA INFANTIL: REALIDADE E NECESSIDADE

Palavra-chaves: FAMÍLIA, HOMOAFETIVIDADE, LITERATURA INFANTO JUVENIL Comunicação Oral (CO) Famílias, parentalidades e educação Publicado em 04 de junho de 2014

Resumo

A temática homoafetiva em obras destinadas ao público infantil, mesmo que timidamente, já é uma realidade. Essa tendência que vem se espalhando pelo mundo, inclusive sendo adotadas por sistemas de ensino em alguns estados de determinados países, contribuem para a construção de um sentimento positivo, de tolerância, de respeito, em relação a famílias formadas com pessoas do mesmo sexo, e, o próprio homoafetivo na sua particularidade. A necessidade dessa abordagem em obras destinada a esse público justifica-se diante dos absurdos de casos de violência que pessoas homoafetivas, como também seus familiares, sofrem por serem consideradas “diferentes”. Normalmente as obras com temática homoafetiva destinadas ao público infantil não fazem apologias a sexualidade, ou trata diretamente da opção sexual. Essas obras de temática homoafetiva chegam para desconstruir a ideia deturpada, equivocada, social e culturalmente que se tem sobre o indivíduo homoafetivo, portanto apresentam o dia a dia, a afetividade familiar, enfim as relações de afeto entre indivíduos heterossexuais e homossexuais e homossexuais e homossexuais, independente de idade e relações sócio afetivas entre eles, enfim apresentam os homoafetivos como pessoas normais que amam, preocupam-se, e vivem a sua vida em busca de uma vida feliz e que tem na sua essência, normalmente, a necessidade de viver em sociedade e é claro constituir família.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.