Artigo Anais X CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

Visualizações: 232
AMOR, DOENTIO AMOR: A PASSIONALIDADE AMOROSA EM FRAGMENTO DO LIVRO “CÂNTICO DOS CÂNTICOS” E DO SONETO “SILÊNCIO!”, DE FLORBELA ESPANCA

Palavra-chaves: LITERATURA COMPARADA, PASSIONALIDADE AMOROSA, TEXTO POÉTICO Comunicação Oral (CO) Estudos literários, sujeitos e discursos

Resumo

Este trabalho se pauta na análise de um fragmento de Cântico dos Cânticos, um dos livros poéticos do Antigo Testamento, e do soneto Silêncio!, de Florbela Espanca. Percebemos que as obras em destaque discorrem sobre a temática amorosa na figura de um eu lírico que, no desespero de encontrar-se com o ser a quem devota seu amor, percorre um caminho de busca ansiosa, devotada e passional. Buscamos, ao analisar estas obras, sobretudo observar como o amor – conforme o concebemos na Cultura Ocidental – torna o eu lírico desses textos vítima irremediável de uma visão passional que o conduz a uma profunda busca de realização de si mesmo no outro. Ao analisarmos o fragmento do Cântico dos Cânticos, buscamos leituras que nos dessem base para entendermos os valores socioculturais pertinentes à obra. Em seguida, após pesquisas relacionadas à obra de Florbela Espanca, analisamos o segundo texto pormenorizadamente para, na sequência, relacionarmos as duas obras apontando seus elementos comuns, bem como suas diferenciações.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.