Artigo Anais V CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 305
AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM NO ENSINO DE QUÍMICA A PARTIR DA EXPERIMENTAÇÃO EM UMA ESCOLA PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE CAXIAS-MA

Palavra-chaves: ENSINO DE QUÍMICA, EXPERIMENTAÇÃO, ATIVIDADE PRÁTICA Comunicação Oral (CO) GT 16. Ensino de Ciências Publicado em 17 de outubro de 2018

Resumo

A Química compreende a natureza, e os experimentos propiciam ao aluno uma compreensão mais científica das transformações que nela ocorrem, no entanto, o presente trabalho tem por objetivo analisar o ensino de Química com alunos do 2° ano do Ensino Médio do Centro de Ensino Aluísio Azevedo, no município de Caxias-MA. Para a coleta dos dados aplicou-se um questionário aos alunos e professor. O questionário destinado foi elaborado com base na relação entre professor e aluno, para que assim fosse possível identificar as dificuldades dos alunos e a metodologia do professor em aula. Os resultados mostram que apesar de haver uma boa relação entre professor-aluno, não existe uma aprendizagem significativa dos alunos. Como de costume estes reclamam da disciplina e a falta de metodologia no ensino da disciplina e com base nos dados constatou-se que 100% dos alunos gostaram das práticas executadas, afirmando se ter melhor compreensão dos conteúdos de Química, isso prova que se o professor abordasse de forma atrativa e clara, melhor seria a aprendizagem da tão temida química. Diante da realidade presenciada foi possível constatar que os alunos veem a experimentação como subsídio nas aulas de química, onde esta será melhor apresentada, contribuindo assim para a melhoria do ensino e aprendizagem da disciplina. Tratando-se do uso do livro didático pode-se verificar que em grande parte os professores ainda apresentam o conteúdo de forma fragmentada, sem um contexto que favorece a aprendizagem mecânica, o mesmo não apresenta atividades práticas fáceis que possam ser realizadas fora da sala.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.