Artigo Anais V CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

A CONTRIBUIÇÃO DA FEIRA DE QUÍMICA UTILIZANDO MATERIAIS DE BAIXO CUSTO E DE FÁCIL ACESSO NO PROCESSO ENSINO E APRENDIZAGEM NO IFMA E ESCOLAS MUNICIPAIS DE CAXIAS - MA

Palavra-chaves: FEIRA DE QUÍMICA, TECNOLOGIA, ENSINO Pôster (PO) GT 16. Ensino de Ciências
"2018-10-17 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 45611
    "edicao_id" => 101
    "trabalho_id" => 3370
    "inscrito_id" => 10001
    "titulo" => "A CONTRIBUIÇÃO DA FEIRA DE QUÍMICA UTILIZANDO MATERIAIS DE BAIXO CUSTO E DE FÁCIL ACESSO NO PROCESSO ENSINO E APRENDIZAGEM NO IFMA E ESCOLAS MUNICIPAIS DE CAXIAS - MA"
    "resumo" => "O ensino de Química no Brasil é algo complexo, evidenciado por dificuldades na transmissão do conteúdo completo da grade curricular e pela implantação da experimentação no ensino de Química. Os professores acreditam que a melhoria no ensino passa pela inserção de aulas práticas no currículo, no entanto várias escolas dispõem de laboratórios que, por várias razões, nunca são utilizados. A educação atual passa por modificações com a inserção das tecnologias da informação e comunicação (TICs) no ambiente escolar, buscando a construção de conhecimento baseado no diálogo entre aluno e professor, possibilitando ainda ao aluno uma visão mais ampla do assunto estudado e melhor compreensão. A experimentação no ensino de química é uma boa estratégia para a criação de problemas relacionados ao cotidiano do aluno, permitindo-lhe, além da contextualização, o estímulo a indagações a respeito da observação. A Feira de Química foi um projeto executado por professores e alunos do curso de Licenciatura em Química do Campus Caxias do Instituto Federal do Maranhão, e envolveu alunos do ensino médio do Instituto Federal, que foram instruídos por alunos da graduação para apresentação de experimentos.  O projeto destinou-se à alunos de escolas públicas do município de Caxias - MA. Foram realizados encontros, para seleção e criação de grupo no aplicativo de mensagem WhatsApp Messenger, para o repasse de todos os materiais abordados e para ministrar aula aos alunos sobre assuntos que contemplam os experimentos, foi realizado um ensaio ilustrativo, a fim de que os alunos tivessem o primeiro contato com a prática. A feira de química aliada às tecnologias no processo de assimilação dos conteúdos mostra-se bastante eficiente, além de facilitar o envio de conteúdo, atividades e materiais disponibilizados na internet para leitura prévia. Foi possível perceber com apresentações um aprendizado significativo, visto que a utilização da tecnologia permitiu atribuir uma nova perspectiva para o conhecimento."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "GT 16. Ensino de Ciências"
    "palavra_chave" => "FEIRA DE QUÍMICA, TECNOLOGIA, ENSINO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV117_MD4_SA16_ID10001_13092018191124.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:29"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:33:51"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MARCELO LOPES DE MORAIS"
    "autor_nome_curto" => "MARCELO LOPES"
    "autor_email" => "marcelo.lopes@acad.ifma.e"
    "autor_ies" => null
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-v-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais V CONEDU"
    "edicao_evento" => "V Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2018"
    "edicao_logo" => "5e4a040030b34_17022020000952.jpg"
    "edicao_capa" => "5e4a040030246_17022020000952.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-10-17 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 45611
    "edicao_id" => 101
    "trabalho_id" => 3370
    "inscrito_id" => 10001
    "titulo" => "A CONTRIBUIÇÃO DA FEIRA DE QUÍMICA UTILIZANDO MATERIAIS DE BAIXO CUSTO E DE FÁCIL ACESSO NO PROCESSO ENSINO E APRENDIZAGEM NO IFMA E ESCOLAS MUNICIPAIS DE CAXIAS - MA"
    "resumo" => "O ensino de Química no Brasil é algo complexo, evidenciado por dificuldades na transmissão do conteúdo completo da grade curricular e pela implantação da experimentação no ensino de Química. Os professores acreditam que a melhoria no ensino passa pela inserção de aulas práticas no currículo, no entanto várias escolas dispõem de laboratórios que, por várias razões, nunca são utilizados. A educação atual passa por modificações com a inserção das tecnologias da informação e comunicação (TICs) no ambiente escolar, buscando a construção de conhecimento baseado no diálogo entre aluno e professor, possibilitando ainda ao aluno uma visão mais ampla do assunto estudado e melhor compreensão. A experimentação no ensino de química é uma boa estratégia para a criação de problemas relacionados ao cotidiano do aluno, permitindo-lhe, além da contextualização, o estímulo a indagações a respeito da observação. A Feira de Química foi um projeto executado por professores e alunos do curso de Licenciatura em Química do Campus Caxias do Instituto Federal do Maranhão, e envolveu alunos do ensino médio do Instituto Federal, que foram instruídos por alunos da graduação para apresentação de experimentos.  O projeto destinou-se à alunos de escolas públicas do município de Caxias - MA. Foram realizados encontros, para seleção e criação de grupo no aplicativo de mensagem WhatsApp Messenger, para o repasse de todos os materiais abordados e para ministrar aula aos alunos sobre assuntos que contemplam os experimentos, foi realizado um ensaio ilustrativo, a fim de que os alunos tivessem o primeiro contato com a prática. A feira de química aliada às tecnologias no processo de assimilação dos conteúdos mostra-se bastante eficiente, além de facilitar o envio de conteúdo, atividades e materiais disponibilizados na internet para leitura prévia. Foi possível perceber com apresentações um aprendizado significativo, visto que a utilização da tecnologia permitiu atribuir uma nova perspectiva para o conhecimento."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "GT 16. Ensino de Ciências"
    "palavra_chave" => "FEIRA DE QUÍMICA, TECNOLOGIA, ENSINO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV117_MD4_SA16_ID10001_13092018191124.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:29"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:33:51"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MARCELO LOPES DE MORAIS"
    "autor_nome_curto" => "MARCELO LOPES"
    "autor_email" => "marcelo.lopes@acad.ifma.e"
    "autor_ies" => null
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-v-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais V CONEDU"
    "edicao_evento" => "V Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2018"
    "edicao_logo" => "5e4a040030b34_17022020000952.jpg"
    "edicao_capa" => "5e4a040030246_17022020000952.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-10-17 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 17 de outubro de 2018

Resumo

O ensino de Química no Brasil é algo complexo, evidenciado por dificuldades na transmissão do conteúdo completo da grade curricular e pela implantação da experimentação no ensino de Química. Os professores acreditam que a melhoria no ensino passa pela inserção de aulas práticas no currículo, no entanto várias escolas dispõem de laboratórios que, por várias razões, nunca são utilizados. A educação atual passa por modificações com a inserção das tecnologias da informação e comunicação (TICs) no ambiente escolar, buscando a construção de conhecimento baseado no diálogo entre aluno e professor, possibilitando ainda ao aluno uma visão mais ampla do assunto estudado e melhor compreensão. A experimentação no ensino de química é uma boa estratégia para a criação de problemas relacionados ao cotidiano do aluno, permitindo-lhe, além da contextualização, o estímulo a indagações a respeito da observação. A Feira de Química foi um projeto executado por professores e alunos do curso de Licenciatura em Química do Campus Caxias do Instituto Federal do Maranhão, e envolveu alunos do ensino médio do Instituto Federal, que foram instruídos por alunos da graduação para apresentação de experimentos. O projeto destinou-se à alunos de escolas públicas do município de Caxias - MA. Foram realizados encontros, para seleção e criação de grupo no aplicativo de mensagem WhatsApp Messenger, para o repasse de todos os materiais abordados e para ministrar aula aos alunos sobre assuntos que contemplam os experimentos, foi realizado um ensaio ilustrativo, a fim de que os alunos tivessem o primeiro contato com a prática. A feira de química aliada às tecnologias no processo de assimilação dos conteúdos mostra-se bastante eficiente, além de facilitar o envio de conteúdo, atividades e materiais disponibilizados na internet para leitura prévia. Foi possível perceber com apresentações um aprendizado significativo, visto que a utilização da tecnologia permitiu atribuir uma nova perspectiva para o conhecimento.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.