Artigo Anais ABRALIC Internacional

ANAIS de Evento

ISSN: 2317-157X

Visualizações: 269
“HISTÓRIA DO BRASIL – EM 10 TOMOS” À LUZ DA ANTROPOFAGIA

Publicado em 12 de julho de 2013

Resumo

A proposta deste trabalho tem por foco destacar a colaboração textual do potiguar Jayme Adour da Câmara publicada na Revista de Antropofagia (1929) sobre a História do Brasil, através do qual é possível verificar as tensões ocorridas na relação colonizador/colonizado, centro/periferia. Sob a lógica de configurações estéticas articuladas a processos sociais brasileiros situados nas primeiras décadas do século XX, a produção textual desse contexto publicada em periódicos tem muito a revelar a respeito da história do país. Na linha da dialética do geral e do particular, é possível observar que, uma vez comprometido e legitimador da proposta antropofágica recuperada em fragmentos, de modo a reafirmar os interesses do movimento de antropofagia, o texto do escritor potiguar excede, por assim dizer, os limites do manifesto e acaba por pontuar, de forma irônica, uma história do Brasil marcada pelo encontro de culturas heterogêneas. Para tanto, o texto de Jayme Adour remete a certa interiorização do exterior, no sentido antropofágico de atualização pelo contato com realidades desenvolvidas, dando forma a um espírito franco-brasileiro, e, por outro lado, também chama a atenção para o processo inverso, de exteriorização do interior, em que se oferece à Europa a imagem do homem simples, forte e natural, possibilitando-se ao que era “mera sugestão” se positivar “numa campanha reivindicatória” de registros enciclopédicos.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.