Artigo Anais ABRALIC Internacional

ANAIS de Evento

ISSN: 2317-157X

RASTROS LUSITANOS EM PERIÓDICOS PARAENSES DO SÉCULO XIX

"2013-07-12 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 4464
    "edicao_id" => 14
    "trabalho_id" => 1000
    "inscrito_id" => 990
    "titulo" => "RASTROS LUSITANOS EM PERIÓDICOS PARAENSES DO SÉCULO XIX"
    "resumo" => "A chegada da Imprensa à colônia trouxe consigo ideais revolucionários advindos da Europa, contribuindo assim, significativamente, para a liberdade de expressão tão almejada por alguns brasileiros. Nesse sentido, o início da formação da nação brasileira foi marcado pelo paralelo de opiniões acerca da independência e a imprensa teve lugar importante nesse processo e, consequentemente, no cenário literário, pois o país precisava se firmar como nação e criar sua própria identidade. Nesse contexto, surgiu o Romantismo, cuja proposta era a liberdade de expressão, de criação e originalidade dos temas nacionais, essas características contribuíram não somente para a valorização e exaltação dos ideais nacionais, mas também para a tentativa de afastamento das ideias oriundas de Portugal. Assim sendo, há que se sublinhar a importância dos periódicos como fonte de informação acerca do material literário no século XIX. Destarte, surgem algumas indagações acerca dessas preferências: Por que em alguns periódicos paraenses da segunda metade do século XIX encontram-se textos literários com um forte apelo português frente à tentativa de apartar a produção literária do Brasil da produção de Portugal? De que maneira esses textos influenciaram a preferência e/ou a expansão do conteúdo literário no Pará? Para responder esses questionamentos, verifica-se a insistência na manutenção da cultura portuguesa, bem como os processos que contribuíram para a consolidação de uma cultura literária paraense de feições próprias."
    "modalidade" => null
    "area_tematica" => null
    "palavra_chave" => null
    "idioma" => null
    "arquivo" => "Completo_Comunicacao_oral_idinscrito_990_fe44b4e067a0bb2ea355e2c7a70aaba3.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:50"
    "updated_at" => "2020-06-10 13:11:26"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MARIA LUCILENA GONZAGA COSTA TAVARES"
    "autor_nome_curto" => "LUCILENA COSTA"
    "autor_email" => "marialucilena@yahoo.com.b"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-abralic-internacional"
    "edicao_nome" => "Anais ABRALIC Internacional"
    "edicao_evento" => "XIII Congresso Internacional da Associação Brasileira de Literatura Comparada"
    "edicao_ano" => 2013
    "edicao_pasta" => "anais/abralic/2013"
    "edicao_logo" => "5e48acf34819c_15022020234611.png"
    "edicao_capa" => "5f17347012303_21072020153112.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2013-07-12 00:00:00"
    "publicacao_id" => 12
    "publicacao_nome" => "Revista ABRALIC INTERNACIONAL"
    "publicacao_codigo" => "2317-157X"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 4464
    "edicao_id" => 14
    "trabalho_id" => 1000
    "inscrito_id" => 990
    "titulo" => "RASTROS LUSITANOS EM PERIÓDICOS PARAENSES DO SÉCULO XIX"
    "resumo" => "A chegada da Imprensa à colônia trouxe consigo ideais revolucionários advindos da Europa, contribuindo assim, significativamente, para a liberdade de expressão tão almejada por alguns brasileiros. Nesse sentido, o início da formação da nação brasileira foi marcado pelo paralelo de opiniões acerca da independência e a imprensa teve lugar importante nesse processo e, consequentemente, no cenário literário, pois o país precisava se firmar como nação e criar sua própria identidade. Nesse contexto, surgiu o Romantismo, cuja proposta era a liberdade de expressão, de criação e originalidade dos temas nacionais, essas características contribuíram não somente para a valorização e exaltação dos ideais nacionais, mas também para a tentativa de afastamento das ideias oriundas de Portugal. Assim sendo, há que se sublinhar a importância dos periódicos como fonte de informação acerca do material literário no século XIX. Destarte, surgem algumas indagações acerca dessas preferências: Por que em alguns periódicos paraenses da segunda metade do século XIX encontram-se textos literários com um forte apelo português frente à tentativa de apartar a produção literária do Brasil da produção de Portugal? De que maneira esses textos influenciaram a preferência e/ou a expansão do conteúdo literário no Pará? Para responder esses questionamentos, verifica-se a insistência na manutenção da cultura portuguesa, bem como os processos que contribuíram para a consolidação de uma cultura literária paraense de feições próprias."
    "modalidade" => null
    "area_tematica" => null
    "palavra_chave" => null
    "idioma" => null
    "arquivo" => "Completo_Comunicacao_oral_idinscrito_990_fe44b4e067a0bb2ea355e2c7a70aaba3.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:50"
    "updated_at" => "2020-06-10 13:11:26"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MARIA LUCILENA GONZAGA COSTA TAVARES"
    "autor_nome_curto" => "LUCILENA COSTA"
    "autor_email" => "marialucilena@yahoo.com.b"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-abralic-internacional"
    "edicao_nome" => "Anais ABRALIC Internacional"
    "edicao_evento" => "XIII Congresso Internacional da Associação Brasileira de Literatura Comparada"
    "edicao_ano" => 2013
    "edicao_pasta" => "anais/abralic/2013"
    "edicao_logo" => "5e48acf34819c_15022020234611.png"
    "edicao_capa" => "5f17347012303_21072020153112.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2013-07-12 00:00:00"
    "publicacao_id" => 12
    "publicacao_nome" => "Revista ABRALIC INTERNACIONAL"
    "publicacao_codigo" => "2317-157X"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 12 de julho de 2013

Resumo

A chegada da Imprensa à colônia trouxe consigo ideais revolucionários advindos da Europa, contribuindo assim, significativamente, para a liberdade de expressão tão almejada por alguns brasileiros. Nesse sentido, o início da formação da nação brasileira foi marcado pelo paralelo de opiniões acerca da independência e a imprensa teve lugar importante nesse processo e, consequentemente, no cenário literário, pois o país precisava se firmar como nação e criar sua própria identidade. Nesse contexto, surgiu o Romantismo, cuja proposta era a liberdade de expressão, de criação e originalidade dos temas nacionais, essas características contribuíram não somente para a valorização e exaltação dos ideais nacionais, mas também para a tentativa de afastamento das ideias oriundas de Portugal. Assim sendo, há que se sublinhar a importância dos periódicos como fonte de informação acerca do material literário no século XIX. Destarte, surgem algumas indagações acerca dessas preferências: Por que em alguns periódicos paraenses da segunda metade do século XIX encontram-se textos literários com um forte apelo português frente à tentativa de apartar a produção literária do Brasil da produção de Portugal? De que maneira esses textos influenciaram a preferência e/ou a expansão do conteúdo literário no Pará? Para responder esses questionamentos, verifica-se a insistência na manutenção da cultura portuguesa, bem como os processos que contribuíram para a consolidação de uma cultura literária paraense de feições próprias.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.