Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 306
UTILIZAÇÃO DE PAINEL INTERATIVO COMO FERRAMENTA LÚDICA NO ENSINO SUPERIOR EM PARASITOLOGIA

Palavra-chaves: PARASITOLOGIA, ENSINO, LUDICIDADE, MOTIVAÇÃO Pôster (PO) GT 16 – Ensino de Ciências Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

A parasitologia é a ciência que estuda a relação parasito-hospedeiro, onde o parasito estabelece uma relação desarmônica com a população humana, e podem provocar sérios problemas de saúde. Após diversas problemáticas e milhões de mortes que as parasitoses vêm causando mundialmente, estes conteúdos passaram a ser debatidos entre docentes e discentes dos cursos de saúde, como estratégia de formar profissionais capacitados para instruir a comunidade. Entretanto, os docentes do ensino superior apresentam muitas dificuldades em abordar o conhecimento científico de forma lúdica e mais atrativa para os discentes. Desta forma o ensino de ciência necessita romper com o ensino tradicional, sendo necessária a introdução de novos métodos que tornem o processo de ensino-aprendizagem facilitado. Este trabalho trata-se de um relato de experiência, onde foram aplicados questionários semiestruturados para verificar a preferência dos alunos quanto aplicação de modelos didáticos, abordagem da disciplina de forma mais lúdica e aplicação de um painel interativo. A pesquisa foi desenvolvida no Departamento de Fisiologia e Patologia do Centro de Ciências da Saúde da UFPB, Campus I, na cidade de João Pessoa. Com a aplicação das metodologias no período de julho a setembro de 2017 durante as aulas práticas da disciplina de Parasitologia realizadas no Laboratório de Parasitologia. Com a participação de 26 alunos dos cursos de Ciências Biológicas nas modalidades licenciatura, bacharelado e Terapia Ocupacional, com a abordagem de Tripanossomíase Americana, e principais estágios morfológicos de seu agente etiológico, o Trypanosoma cruzi. Como resultados obtivermos 100% de aceitação quanto a utilização de ferramentas lúdicas, como exemplo: jogos, músicas, painéis, peças e modelos didáticos como meios facilitadores e motivadores do processo de ensino-aprendizagem. Dente os participantes 84,6% já haviam experimentado o ensino lúdico no nível superior, o que nos demonstra um número favorável. Destes, 95,4% afirmaram que suas experiências anteriores com atividades lúdicas foram ferramentas facilitadoras do processo de ensino-aprendizagem. Todos afirmaram que a utilização do modelo didático foi uma ferramenta facilitadora no processo de ensino-aprendizagem e de forma prazerosa e 96% se sentiram motivados com a aplicação do painel interativo e acreditam que as estruturas apresentadas atenderam suas expectativas quanto ao conteúdo. Verificou-se que a aplicação das metodologias lúdicas apresentou uma grande aceitação por parte dos alunos, uma vez que foi relatado o sentimento de prazer e motivação no decorrer da prática. A aplicação dos modelos didáticos conseguiu alcançar as expectativas conteudistas necessárias para os alunos.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.