Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

SABERES DOCENTES E SISTEMA CIFRANÁVICO: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

Palavra-chaves: SISTEMA CIFRANÁVICO, SISTEMA DE NUMERAÇÃO DECIMAL, SABERES DOCENTES, ENSINO FUNDAMENTAL, ENSINO FUNDAMENTAL Comunicação Oral (CO) GT 13 - Educação Matemática
"2017-12-20 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 38593
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 1846
    "inscrito_id" => 6477
    "titulo" => "SABERES DOCENTES E SISTEMA CIFRANÁVICO: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA"
    "resumo" => "A Formação inicial e continuada de professores é essencial para que haja uma eficácia nos processos de ensino e de aprendizagem. No entanto, percebe-se que essas formações deixam lacunas nos que se refere aos conhecimentos dos conteúdos, no fazer pedagógico, bem como proporcionam poucas mudanças nas crenças, nos sentimentos sobre determinadas disciplinas. A aprendizagem do chamado de Sistema de Numeração Decimal – SND é essencial para a progressão discente no campo aritmético. Atualmente, o ensino do SND acontece mediante regras e com pouca utilização de recursos didáticos, o que não favorece a compreensão discente sobre as suas características e o seu funcionamento. Os registros numéricos discentes expressam o conhecimento dos estudantes sobre o SND, os quais precisam ser interpretados pelo docente. Muitos desses professores, responsáveis por iniciarem esse conteúdo ainda no Ensino Fundamental vivenciaram processos formativos precários em Matemática e acabam reproduzindo práticas incapazes de mudar os paradigmas nessa área. Nacarato (2009) postula que não basta que o professor de Matemática nos anos iniciais do Ensino Fundamental possua o saber pedagógico. Nesse sentido, Pimenta (1996) e Tardif indicam a necessidade de que o professor desenvolva o saber conteudístico. Essa revisão bibliográfica pretende trazer para uma reflexão sobre dois conceitos: saberes docentes de professores que lecionam nos anos iniciais do ensino fundamental e Sistema Cifranávico, nome dado por Barguil (2016) para o atual Sistema de Numeração Decimal. A discussão desses assuntos nos permitirá perceber o que os autores consideram relevante sobre os saberes docentes que ensinam matemática e sobre o Cifranava, bem como as suas contribuições para ampliar os saberes dos professores sobre esse conteúdo, que faz parte do currículo do ensino fundamental e hoje é desenvolvido em sala de aula, muitas vezes, de forma mecanizada e sem o uso satisfatório de recursos pedagógicos, além da confusão e ausência dos conceitos referentes ao conjunto dos algarismos, nome do Sistema de Numeração Decimal e o processo, nomeado por Barguil de Cifranavização."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 13 - Educação Matemática"
    "palavra_chave" => "SISTEMA CIFRANÁVICO, SISTEMA DE NUMERAÇÃO DECIMAL, SABERES DOCENTES, ENSINO FUNDAMENTAL, ENSINO FUNDAMENTAL"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA13_ID6477_11092017133054.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:23"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:11"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ALINE RODRIGUES SAMPAIO"
    "autor_nome_curto" => "ALINE SAMPAIO"
    "autor_email" => "alinersampaio2@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ (UFC)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 38593
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 1846
    "inscrito_id" => 6477
    "titulo" => "SABERES DOCENTES E SISTEMA CIFRANÁVICO: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA"
    "resumo" => "A Formação inicial e continuada de professores é essencial para que haja uma eficácia nos processos de ensino e de aprendizagem. No entanto, percebe-se que essas formações deixam lacunas nos que se refere aos conhecimentos dos conteúdos, no fazer pedagógico, bem como proporcionam poucas mudanças nas crenças, nos sentimentos sobre determinadas disciplinas. A aprendizagem do chamado de Sistema de Numeração Decimal – SND é essencial para a progressão discente no campo aritmético. Atualmente, o ensino do SND acontece mediante regras e com pouca utilização de recursos didáticos, o que não favorece a compreensão discente sobre as suas características e o seu funcionamento. Os registros numéricos discentes expressam o conhecimento dos estudantes sobre o SND, os quais precisam ser interpretados pelo docente. Muitos desses professores, responsáveis por iniciarem esse conteúdo ainda no Ensino Fundamental vivenciaram processos formativos precários em Matemática e acabam reproduzindo práticas incapazes de mudar os paradigmas nessa área. Nacarato (2009) postula que não basta que o professor de Matemática nos anos iniciais do Ensino Fundamental possua o saber pedagógico. Nesse sentido, Pimenta (1996) e Tardif indicam a necessidade de que o professor desenvolva o saber conteudístico. Essa revisão bibliográfica pretende trazer para uma reflexão sobre dois conceitos: saberes docentes de professores que lecionam nos anos iniciais do ensino fundamental e Sistema Cifranávico, nome dado por Barguil (2016) para o atual Sistema de Numeração Decimal. A discussão desses assuntos nos permitirá perceber o que os autores consideram relevante sobre os saberes docentes que ensinam matemática e sobre o Cifranava, bem como as suas contribuições para ampliar os saberes dos professores sobre esse conteúdo, que faz parte do currículo do ensino fundamental e hoje é desenvolvido em sala de aula, muitas vezes, de forma mecanizada e sem o uso satisfatório de recursos pedagógicos, além da confusão e ausência dos conceitos referentes ao conjunto dos algarismos, nome do Sistema de Numeração Decimal e o processo, nomeado por Barguil de Cifranavização."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 13 - Educação Matemática"
    "palavra_chave" => "SISTEMA CIFRANÁVICO, SISTEMA DE NUMERAÇÃO DECIMAL, SABERES DOCENTES, ENSINO FUNDAMENTAL, ENSINO FUNDAMENTAL"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA13_ID6477_11092017133054.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:23"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:11"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ALINE RODRIGUES SAMPAIO"
    "autor_nome_curto" => "ALINE SAMPAIO"
    "autor_email" => "alinersampaio2@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ (UFC)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

A Formação inicial e continuada de professores é essencial para que haja uma eficácia nos processos de ensino e de aprendizagem. No entanto, percebe-se que essas formações deixam lacunas nos que se refere aos conhecimentos dos conteúdos, no fazer pedagógico, bem como proporcionam poucas mudanças nas crenças, nos sentimentos sobre determinadas disciplinas. A aprendizagem do chamado de Sistema de Numeração Decimal – SND é essencial para a progressão discente no campo aritmético. Atualmente, o ensino do SND acontece mediante regras e com pouca utilização de recursos didáticos, o que não favorece a compreensão discente sobre as suas características e o seu funcionamento. Os registros numéricos discentes expressam o conhecimento dos estudantes sobre o SND, os quais precisam ser interpretados pelo docente. Muitos desses professores, responsáveis por iniciarem esse conteúdo ainda no Ensino Fundamental vivenciaram processos formativos precários em Matemática e acabam reproduzindo práticas incapazes de mudar os paradigmas nessa área. Nacarato (2009) postula que não basta que o professor de Matemática nos anos iniciais do Ensino Fundamental possua o saber pedagógico. Nesse sentido, Pimenta (1996) e Tardif indicam a necessidade de que o professor desenvolva o saber conteudístico. Essa revisão bibliográfica pretende trazer para uma reflexão sobre dois conceitos: saberes docentes de professores que lecionam nos anos iniciais do ensino fundamental e Sistema Cifranávico, nome dado por Barguil (2016) para o atual Sistema de Numeração Decimal. A discussão desses assuntos nos permitirá perceber o que os autores consideram relevante sobre os saberes docentes que ensinam matemática e sobre o Cifranava, bem como as suas contribuições para ampliar os saberes dos professores sobre esse conteúdo, que faz parte do currículo do ensino fundamental e hoje é desenvolvido em sala de aula, muitas vezes, de forma mecanizada e sem o uso satisfatório de recursos pedagógicos, além da confusão e ausência dos conceitos referentes ao conjunto dos algarismos, nome do Sistema de Numeração Decimal e o processo, nomeado por Barguil de Cifranavização.

Compartilhe:

Visualização do Artigo

Infelizmente, não conseguimos localizar o arquivo para download. Mas não se preocupe, nossa equipe já foi notificada do problema e já estamos trabalhando para a resolução! Tente novamente mais tarde!

Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.