Artigo Anais V FIPED

ANAIS de Evento

ISSN: 2316-1086

Visualizações: 704
TENSÕES NO CONTO AFRICANO “NÓS CHORAMOS PELO CÃO TINHOSO”, DE ONDJAKI

Palavra-chaves: CONTO, TENSÕES, JÚLIO CORTÁZAR Comunicação Oral(CO) GT 10 - EXPERIENCIAS DE LEITURAS EM ESPAÇOS ESCOLARES E NÃO ESCOLARES

Resumo

O artigo objetiva analisar como os conceitos do teórico Júlio Cortázar são apresentados neste conto. Uma perspectiva estudada pelo teórico é a tensão apresentada na história narrada. O conceito de tensão é a forma como o escritor retrata situações simples do cotidiano, mas escreve de uma forma que prende a alma do leitor e o faz refletir sobre a vida. O conto, em sua unidade dramática (GOTLIB, 1985; CORTÁZAR, 1974), retrata um momento que uma turma de oitavo ano irá ler um conto chamado “Nós Matamos o Cão Tinhoso” na aula de português. Assim, analisaremos como essas tensões são expostas nesta obra. Verificamos que o autor escreve de forma brilhante, levando o leitor a duas dimensões neste texto e sentindo as tensões estudadas por Cortázar em dose dupla. Concluímos que contistas contemporâneos inovam, aflorando mais os sentimentos do leitor e deixando-o cada vez mais apaixonado pela leitura.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.