Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

FESTEJOS DE SANTA LUZIA: A ESCOLA COMO CONSTRUTORA DE UMA MEMÓRIA SOCIAL

Palavra-chaves: PATRIMÔNIO HISTÓRICO, EDUCAÇÃO CULTURAL, MEMÓRIA Comunicação Oral (CO) GT 17 – Ensino e suas interseções
"2017-12-19 23:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 36971
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 1805
    "inscrito_id" => 759
    "titulo" => "FESTEJOS DE SANTA LUZIA: A ESCOLA COMO CONSTRUTORA DE UMA MEMÓRIA SOCIAL"
    "resumo" => ": O presente trabalho tem como objetivo analisar as práticas pedagógicas desenvolvidas para trabalhar o patrimônio histórico (material, imaterial e natural) nas escolas públicas. Buscando, dessa forma ações para conscientizar e valorizar os patrimônios culturais no âmbito escolar. Tal pesquisa tem a finalidade de resgatar a importância de trabalhar a educação patrimonial, pois a mesma desempenha um papel fundamental na construção da história do indivíduo. Para a realização desse trabalho, visitamos duas escolas públicas localizadas na cidade de Mossoró, sendo uma dessas escolas da rede municipal de ensino e a outra da rede estadual onde as mesmas aceitaram contribuir com nossa pesquisa. Inicialmente realizamos uma entrevista semiestruturada onde aplicamos um questionário que foi respondido pela diretora da escola. Em um segundo momento fizemos a análise dos dados obtidos. De posse desses dados obtidos com o questionário, observou-se que a escola não aborda a temática do patrimônio público na constituição do sujeito, mesmo sendo este um assunto de extrema importância para a formação social do aluno. Para sustentar esse estudo usamos como embasamento teórico autores como ROCHA (1989) que aponta a escola como responsável por fazer essa mediação entre o conhecimento do patrimônio histórico e o aluno, afirmando que isso deve ser passado também pela família, fazendo suscitar na criança sentimentos de zelo. HORTA (1999) defende sobre a conscientização do patrimônio cultural, afirmando que esta leva o aluno a valorizar sua história. Além desses teóricos usaremos também as teorias de BITTENCOURT (2004) e PACHECO (2009)."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 17 – Ensino e suas interseções"
    "palavra_chave" => "PATRIMÔNIO HISTÓRICO, EDUCAÇÃO CULTURAL, MEMÓRIA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA17_ID759_11092017123346.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:22"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:07"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "RAYANNE MICHELLE DA COSTA PINTO"
    "autor_nome_curto" => "RAYANNE COSTA"
    "autor_email" => "rayanne-michelle10@hotmai"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE DO RIO GRANDE DO NORTE-UERN"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-19 23:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 36971
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 1805
    "inscrito_id" => 759
    "titulo" => "FESTEJOS DE SANTA LUZIA: A ESCOLA COMO CONSTRUTORA DE UMA MEMÓRIA SOCIAL"
    "resumo" => ": O presente trabalho tem como objetivo analisar as práticas pedagógicas desenvolvidas para trabalhar o patrimônio histórico (material, imaterial e natural) nas escolas públicas. Buscando, dessa forma ações para conscientizar e valorizar os patrimônios culturais no âmbito escolar. Tal pesquisa tem a finalidade de resgatar a importância de trabalhar a educação patrimonial, pois a mesma desempenha um papel fundamental na construção da história do indivíduo. Para a realização desse trabalho, visitamos duas escolas públicas localizadas na cidade de Mossoró, sendo uma dessas escolas da rede municipal de ensino e a outra da rede estadual onde as mesmas aceitaram contribuir com nossa pesquisa. Inicialmente realizamos uma entrevista semiestruturada onde aplicamos um questionário que foi respondido pela diretora da escola. Em um segundo momento fizemos a análise dos dados obtidos. De posse desses dados obtidos com o questionário, observou-se que a escola não aborda a temática do patrimônio público na constituição do sujeito, mesmo sendo este um assunto de extrema importância para a formação social do aluno. Para sustentar esse estudo usamos como embasamento teórico autores como ROCHA (1989) que aponta a escola como responsável por fazer essa mediação entre o conhecimento do patrimônio histórico e o aluno, afirmando que isso deve ser passado também pela família, fazendo suscitar na criança sentimentos de zelo. HORTA (1999) defende sobre a conscientização do patrimônio cultural, afirmando que esta leva o aluno a valorizar sua história. Além desses teóricos usaremos também as teorias de BITTENCOURT (2004) e PACHECO (2009)."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 17 – Ensino e suas interseções"
    "palavra_chave" => "PATRIMÔNIO HISTÓRICO, EDUCAÇÃO CULTURAL, MEMÓRIA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA17_ID759_11092017123346.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:22"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:07"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "RAYANNE MICHELLE DA COSTA PINTO"
    "autor_nome_curto" => "RAYANNE COSTA"
    "autor_email" => "rayanne-michelle10@hotmai"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE DO RIO GRANDE DO NORTE-UERN"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-19 23:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 19 de dezembro de 2017

Resumo

: O presente trabalho tem como objetivo analisar as práticas pedagógicas desenvolvidas para trabalhar o patrimônio histórico (material, imaterial e natural) nas escolas públicas. Buscando, dessa forma ações para conscientizar e valorizar os patrimônios culturais no âmbito escolar. Tal pesquisa tem a finalidade de resgatar a importância de trabalhar a educação patrimonial, pois a mesma desempenha um papel fundamental na construção da história do indivíduo. Para a realização desse trabalho, visitamos duas escolas públicas localizadas na cidade de Mossoró, sendo uma dessas escolas da rede municipal de ensino e a outra da rede estadual onde as mesmas aceitaram contribuir com nossa pesquisa. Inicialmente realizamos uma entrevista semiestruturada onde aplicamos um questionário que foi respondido pela diretora da escola. Em um segundo momento fizemos a análise dos dados obtidos. De posse desses dados obtidos com o questionário, observou-se que a escola não aborda a temática do patrimônio público na constituição do sujeito, mesmo sendo este um assunto de extrema importância para a formação social do aluno. Para sustentar esse estudo usamos como embasamento teórico autores como ROCHA (1989) que aponta a escola como responsável por fazer essa mediação entre o conhecimento do patrimônio histórico e o aluno, afirmando que isso deve ser passado também pela família, fazendo suscitar na criança sentimentos de zelo. HORTA (1999) defende sobre a conscientização do patrimônio cultural, afirmando que esta leva o aluno a valorizar sua história. Além desses teóricos usaremos também as teorias de BITTENCOURT (2004) e PACHECO (2009).

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.