Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

AÇÕES EDUCATIVAS NA ZONA RURAL A PARTIR DA EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO INFANTIL, PREVENÇÃO DE ACIDENTES, ZONA RURAL Comunicação Oral (CO) GT 16 – Ensino de Ciências
"2017-12-20 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 35715
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 4547
    "inscrito_id" => 3481
    "titulo" => "AÇÕES EDUCATIVAS NA ZONA RURAL A PARTIR DA EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA"
    "resumo" => "A educação em saúde é uma das estratégias que podem ser utilizadas para o empoderamento do sujeito e da comunidade acerca de temáticas importantes. Proporcionar ao acadêmico, estímulos para exercer este papel de educador durante a graduação, possibilita ao mesmo vivenciar experiências que favorecem o seu crescimento profissional nesta área. As ações educativas são importantes estratégias de execução necessárias em âmbito escolar, visto que estas atividades causam impactos positivos na formação dos alunos, através da sensibilização dos mesmos e estímulo para comportamentos corretos frente às problemáticas enfrentadas por eles (ANDRADE et al., 2014). Para a execução das ações, fizeram-se necessárias visitas prévias a cada uma dessas escolas, no intuito de apresentar a metodologia e os objetivos do projeto aos professores responsáveis, bem como analisar os aspectos estruturais do espaço físico, buscando adequar-se ao mesmo para execução da atividade por completo. As atividades educativas foram realizadas, por todos os discentes participantes do projeto, em consonância com o docente orientador, para abordagem da temática por meio de uma conversa interativa entre integrantes e o público alvo. Utilizaram-se diversas estratégias e instrumentos como metodologias ativas, para proporcionar as crianças um aprendizado mais lúdico, diferente das aulas convencionais. Diante ao exposto, é notória a relevância de proporcionar as crianças da zona rural um acesso maior às informações sobre acidentes com animais peçonhentos principalmente no intuito de sensibilizar as mesmas a respeito dessa temática, com ênfase na prevenção destes agravos e na preservação do meio ambiente tendo em vista que o animal trata-se não de um invasor, mas de um reivindicador de seus domínios. Em seguida, a continuidade da ação se dava com base em questionamentos as crianças sobre a temática, instigando-as a relatar suas experiências e conhecimentos prévios para que a construção do saber ocorresse de maneira mútua e compartilhada. Dessa forma, houve a explanação de assuntos relacionados aos acidentes com animais peçonhentos abordando suas características anatômicas, hábitos de vida, sinais e sintomas, tratamento e prevenção. Durante as ações, os acadêmicos puderam observar e analisar a postura dos alunos frente a cada atividade proposta, sendo perceptível a atenção dada para a temática e o desejo de interagir. Contando com o fato de que o público alvo tratava-se de crianças, em uma faixa etária média de oito anos, optou-se, ao decorrer de toda a ação, por instigá-los a envolver-se com as metodologias ofertadas de forma a serem desde já autores principais de sua construção de conhecimento. Desta forma, foi de nítida percepção o contato direto e muitas vezes diário dos educandos com o tema exposto. Na maioria das vezes as crianças já haviam se deparado com cenas retratadas nas ações em questão e se perguntando o que fazer ou como agir. Tento em vista o que nos foi esboçado corroboramos com o fato de que a ação educativa tem ainda mais sentido e utilidade quando o tema abordado é vivenciado e se insere no contexto familiar e cultural do sujeito."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 16 – Ensino de Ciências"
    "palavra_chave" => "EDUCAÇÃO INFANTIL, PREVENÇÃO DE ACIDENTES, ZONA RURAL"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA16_ID3481_16102017224220.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:20"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:02"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "FRANCISCA JOCILÂNIA DANTAS DE SOUSA"
    "autor_nome_curto" => "LÂNIA DANTAS"
    "autor_email" => "jocilaniadantas8@gmail.co"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE (UFCG)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 35715
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 4547
    "inscrito_id" => 3481
    "titulo" => "AÇÕES EDUCATIVAS NA ZONA RURAL A PARTIR DA EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA"
    "resumo" => "A educação em saúde é uma das estratégias que podem ser utilizadas para o empoderamento do sujeito e da comunidade acerca de temáticas importantes. Proporcionar ao acadêmico, estímulos para exercer este papel de educador durante a graduação, possibilita ao mesmo vivenciar experiências que favorecem o seu crescimento profissional nesta área. As ações educativas são importantes estratégias de execução necessárias em âmbito escolar, visto que estas atividades causam impactos positivos na formação dos alunos, através da sensibilização dos mesmos e estímulo para comportamentos corretos frente às problemáticas enfrentadas por eles (ANDRADE et al., 2014). Para a execução das ações, fizeram-se necessárias visitas prévias a cada uma dessas escolas, no intuito de apresentar a metodologia e os objetivos do projeto aos professores responsáveis, bem como analisar os aspectos estruturais do espaço físico, buscando adequar-se ao mesmo para execução da atividade por completo. As atividades educativas foram realizadas, por todos os discentes participantes do projeto, em consonância com o docente orientador, para abordagem da temática por meio de uma conversa interativa entre integrantes e o público alvo. Utilizaram-se diversas estratégias e instrumentos como metodologias ativas, para proporcionar as crianças um aprendizado mais lúdico, diferente das aulas convencionais. Diante ao exposto, é notória a relevância de proporcionar as crianças da zona rural um acesso maior às informações sobre acidentes com animais peçonhentos principalmente no intuito de sensibilizar as mesmas a respeito dessa temática, com ênfase na prevenção destes agravos e na preservação do meio ambiente tendo em vista que o animal trata-se não de um invasor, mas de um reivindicador de seus domínios. Em seguida, a continuidade da ação se dava com base em questionamentos as crianças sobre a temática, instigando-as a relatar suas experiências e conhecimentos prévios para que a construção do saber ocorresse de maneira mútua e compartilhada. Dessa forma, houve a explanação de assuntos relacionados aos acidentes com animais peçonhentos abordando suas características anatômicas, hábitos de vida, sinais e sintomas, tratamento e prevenção. Durante as ações, os acadêmicos puderam observar e analisar a postura dos alunos frente a cada atividade proposta, sendo perceptível a atenção dada para a temática e o desejo de interagir. Contando com o fato de que o público alvo tratava-se de crianças, em uma faixa etária média de oito anos, optou-se, ao decorrer de toda a ação, por instigá-los a envolver-se com as metodologias ofertadas de forma a serem desde já autores principais de sua construção de conhecimento. Desta forma, foi de nítida percepção o contato direto e muitas vezes diário dos educandos com o tema exposto. Na maioria das vezes as crianças já haviam se deparado com cenas retratadas nas ações em questão e se perguntando o que fazer ou como agir. Tento em vista o que nos foi esboçado corroboramos com o fato de que a ação educativa tem ainda mais sentido e utilidade quando o tema abordado é vivenciado e se insere no contexto familiar e cultural do sujeito."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 16 – Ensino de Ciências"
    "palavra_chave" => "EDUCAÇÃO INFANTIL, PREVENÇÃO DE ACIDENTES, ZONA RURAL"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA16_ID3481_16102017224220.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:20"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:02"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "FRANCISCA JOCILÂNIA DANTAS DE SOUSA"
    "autor_nome_curto" => "LÂNIA DANTAS"
    "autor_email" => "jocilaniadantas8@gmail.co"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE (UFCG)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

A educação em saúde é uma das estratégias que podem ser utilizadas para o empoderamento do sujeito e da comunidade acerca de temáticas importantes. Proporcionar ao acadêmico, estímulos para exercer este papel de educador durante a graduação, possibilita ao mesmo vivenciar experiências que favorecem o seu crescimento profissional nesta área. As ações educativas são importantes estratégias de execução necessárias em âmbito escolar, visto que estas atividades causam impactos positivos na formação dos alunos, através da sensibilização dos mesmos e estímulo para comportamentos corretos frente às problemáticas enfrentadas por eles (ANDRADE et al., 2014). Para a execução das ações, fizeram-se necessárias visitas prévias a cada uma dessas escolas, no intuito de apresentar a metodologia e os objetivos do projeto aos professores responsáveis, bem como analisar os aspectos estruturais do espaço físico, buscando adequar-se ao mesmo para execução da atividade por completo. As atividades educativas foram realizadas, por todos os discentes participantes do projeto, em consonância com o docente orientador, para abordagem da temática por meio de uma conversa interativa entre integrantes e o público alvo. Utilizaram-se diversas estratégias e instrumentos como metodologias ativas, para proporcionar as crianças um aprendizado mais lúdico, diferente das aulas convencionais. Diante ao exposto, é notória a relevância de proporcionar as crianças da zona rural um acesso maior às informações sobre acidentes com animais peçonhentos principalmente no intuito de sensibilizar as mesmas a respeito dessa temática, com ênfase na prevenção destes agravos e na preservação do meio ambiente tendo em vista que o animal trata-se não de um invasor, mas de um reivindicador de seus domínios. Em seguida, a continuidade da ação se dava com base em questionamentos as crianças sobre a temática, instigando-as a relatar suas experiências e conhecimentos prévios para que a construção do saber ocorresse de maneira mútua e compartilhada. Dessa forma, houve a explanação de assuntos relacionados aos acidentes com animais peçonhentos abordando suas características anatômicas, hábitos de vida, sinais e sintomas, tratamento e prevenção. Durante as ações, os acadêmicos puderam observar e analisar a postura dos alunos frente a cada atividade proposta, sendo perceptível a atenção dada para a temática e o desejo de interagir. Contando com o fato de que o público alvo tratava-se de crianças, em uma faixa etária média de oito anos, optou-se, ao decorrer de toda a ação, por instigá-los a envolver-se com as metodologias ofertadas de forma a serem desde já autores principais de sua construção de conhecimento. Desta forma, foi de nítida percepção o contato direto e muitas vezes diário dos educandos com o tema exposto. Na maioria das vezes as crianças já haviam se deparado com cenas retratadas nas ações em questão e se perguntando o que fazer ou como agir. Tento em vista o que nos foi esboçado corroboramos com o fato de que a ação educativa tem ainda mais sentido e utilidade quando o tema abordado é vivenciado e se insere no contexto familiar e cultural do sujeito.

Compartilhe:

Visualização do Artigo

Infelizmente, não conseguimos localizar o arquivo para download. Mas não se preocupe, nossa equipe já foi notificada do problema e já estamos trabalhando para a resolução! Tente novamente mais tarde!

Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.