Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 183
ABORDAGEM DA ASTRONOMIA NO ESTÁGIO SUPERVISADO EM ENSINO DE FÍSICA

Palavra-chaves: ESTÁGIO SUPERVISIONADO, ENSINO DE FÍSICA, ENSINO DE ASTRONOMIA, EXPERIMENTO Pôster (PO) GT 16 – Ensino de Ciências Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

Uma das grandes dificuldades na formação de docentes em cursos de licenciatura é a articulação dos conhecimentos teóricos com a prática de ensino. Se tal condição não for conduzida de modo a reduzir essa realidade, isso se refletirá na prática como professor. O estágio é uma importante oportunidade de articular a teoria com a prática, além de apresentar ao acadêmico as particularidades da profissão docente. Por meio do estágio, o licenciando constatará os desafios do exercício da profissão, podendo influenciar sua decisão pela atuação ou não como professor na Educação Básica. O presente artigo trata de um relato de experiência vivenciada durante a disciplina de Estágio Supervisionado em Ensino de Física III, para o ensino de Astronomia. O objetivo desse trabalho é socializar as atividades e aprendizagens voltadas para o ensino de Astronomia, durante a realização da disciplina de estágio supervisionado em ensino de Física III, disciplina obrigatória do curso de Licenciatura em Física da UECE-FECLI. O estágio foi realizado com alunos do 1° e 2° anos da Escola de Ensino Médio em Tempo Integral Filgueiras Lima, de rede pública estadual, no município de Iguatu-CE. A experiência vivenciada durante o estágio supervisionado subsidiou a elaboração de intervenções durante as aulas eletivas sobre assuntos que relacionavam o Sistema Solar e atividades experimentais como foguete e o tecido de Kepler. Nesse sentido, conclui-se que o estágio supervisionado em ensino de física para trabalhar com o tema da Astronomia foi uma atividade satisfatória, pois contribuiu na formação como futuro docente, sobretudo no campo da prática pedagógica em ensino de Física, como uma maneira em que se se pode articular teoria e prática no âmbito da formação docente. Assim como muitas escolas não possuem uma estrutura necessária para o ensino desta ciência, essa atividade proporciona às escolas longínquas dos centros urbanos que possuem centros astronômicos uma maior integração entre aluno, professor e conhecimentos de Astronomia.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.