Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

A INSERÇÃO DA LITERATURA DE CORDEL EM AULAS DE HISTÓRIA: RELATO DE EXPERIÊNCIA DO PIBID/ UEPB.

Palavra-chaves: LITERATURA DE CORDEL, ENSINO DE HISTÓRIA, RECURSOS DIDÁTICO Comunicação Oral (CO) GT 03 - História da Educação Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

RESUMO A literatura de cordel apresenta-se como uma das mais ricas manifestações da cultura popular do Nordeste, com capacidade de ser contextualizada e reproduzida no ambiente escolar; com uma linguagem interessante e como uma importante ferramenta pedagógica capaz de promover questionamentos, despertar o imaginário e a reflexão, assim como incitar a capacidade cognitiva. Sabe-se que a História é vista como mais uma disciplina exaustiva, difícil e abstrata, segundo a opinião da maioria dos alunos do ensino médio. Dessa forma, é com base nessa proposta de inovação que a equipe do PIBID realizou um relato de experiência com a turma do 2° ano D, na escola atuante Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Solon de Lucena, utilizando-se da literatura de cordel. A proposta inicial foi a apresentação de um exemplo de cordel pronto e uma folha distribuída aos alunos, ensinando-os como produzir seus próprios cordéis, isso para auxiliar na compreensão. Será abordado no decorrer do artigo como o uso da literatura cordel na História pode contribuir na dinâmica do aprendizado, pontuando também as problemáticas envolvidas nessa prática, pelo simples fato de que o professor, muitas vezes, ignora práticas pedagógicas novas, fazendo seu aluno perder o interesse e achar a aula de história desinteressante. No entanto, para mudar essa visão é necessário que o docente mude sua postura e acompanhe as mudanças na sua forma de ensino, buscando novos recursos. De forma a criar um elo entre o ensino e a modalidade didática proposta, mostrando que arte e cultura podem ser um suporte para disciplinas como a História.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.