Artigo Anais IV SINALGE

ANAIS de Evento

ISSN: 2527-0028

A PROGRESSÃO TEMÁTICA NA ESCRITA ACADÊMICA

Palavra-chaves: LINGUÍSTICA APLICADA, ESCRITA, PROGRESSÃO TEXTUAL, METAFUNÇÃO Comunicação Oral (CO) GT11-MULTILETRAMENTOS E FORMAÇÃO DE PROFESSOR
"2017-04-27 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 27204
    "edicao_id" => 57
    "trabalho_id" => 439
    "inscrito_id" => 1108
    "titulo" => "A PROGRESSÃO TEMÁTICA NA ESCRITA ACADÊMICA"
    "resumo" => "Esse trabalho se situa nos estudos da Linguística Aplicada, seguindo Moita-Lopes (2006) e Rajagopalan (2003), porque estuda a língua em caráter interdisciplinar e em contexto social linguisticamente problematizado. Através de nossa vivencia com atividades de monitoria, na disciplina Semântica e Pragmática, em 2016, investigamos um contexto de uso linguístico em que a escrita acontece em um contínuo em sala de aula universitária. A partir das produções textuais realizadas pelos alunos, desta disciplina, questionamos: Como ocorre a progressão textual, partindo da noção de tema/rema e da metafunção, nas produções de gêneros acadêmicos? Para responder a essa questão investigativa, mobilizamos pressupostos teóricos, metodológicos e analíticos do Funcionalismo e da Linguística Textual. Objetivamos, mediante essa investigação, identificar aspectos linguístico-textuais e discursivos na escrita de alunos pré-concluintes do Curso de Licenciatura Plena em Letras, Língua Portuguesa, da Universidade Estadual da Paraíba. Nossa análise da funcionalidade linguístico-textual e discursiva nos documentos coletados tem aporte teórico em autores como Neves (1997; 2004; 2016), Koch (2005; 2006; 2008), Antunes (2005), Fuzer e Cabral (2014), Halliday (2014), Halliday e Hasan (1976) Vilela e Koch (2001; 2002; 2004; 2012), Beaugrande (1993), Chafe (1992) e Seidlhofer e Widdowson (1999). Nessa situabilidade de estudos, desenvolvemos uma pesquisa de natureza qualitativa, contemplando Motta-Roth e Hendges (2010), ao analisarmos fenômenos percebidos e comparados entre si, a partir de múltiplas visões. Dentro desse paradigma, o presente estudo é estabelecido no âmbito das pesquisas de campo, pois, considerando Severino (1941), é notado no seu domínio natural, bem como a coleta de dados é realizada em condições naturais de produção, sem intermédio do investigante.  Os resultados de pesquisa contemplam a relação tema/ rema como propriedades coesivas de encadeamento textual nas relações processuais das produções."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT11-MULTILETRAMENTOS E FORMAÇÃO DE PROFESSOR"
    "palavra_chave" => "LINGUÍSTICA APLICADA, ESCRITA, PROGRESSÃO TEXTUAL, METAFUNÇÃO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV066_MD1_SA11_ID1108_17032017121954.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:13"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:56:11"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "LIDIANNE DA SILVA ARRUDA"
    "autor_nome_curto" => "LIDIANNE ARRUDA"
    "autor_email" => "arrudalidianne@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-sinalge"
    "edicao_nome" => "Anais IV SINALGE"
    "edicao_evento" => "IV Simpósio Nacional de Linguagens e Gêneros Textuais"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/sinalge/2017"
    "edicao_logo" => "5e4d8586dda3e_19022020155918.png"
    "edicao_capa" => "5f1880a141ece_22072020150833.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-04-27 00:00:00"
    "publicacao_id" => 35
    "publicacao_nome" => "Anais SINALGE"
    "publicacao_codigo" => "2527-0028"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 27204
    "edicao_id" => 57
    "trabalho_id" => 439
    "inscrito_id" => 1108
    "titulo" => "A PROGRESSÃO TEMÁTICA NA ESCRITA ACADÊMICA"
    "resumo" => "Esse trabalho se situa nos estudos da Linguística Aplicada, seguindo Moita-Lopes (2006) e Rajagopalan (2003), porque estuda a língua em caráter interdisciplinar e em contexto social linguisticamente problematizado. Através de nossa vivencia com atividades de monitoria, na disciplina Semântica e Pragmática, em 2016, investigamos um contexto de uso linguístico em que a escrita acontece em um contínuo em sala de aula universitária. A partir das produções textuais realizadas pelos alunos, desta disciplina, questionamos: Como ocorre a progressão textual, partindo da noção de tema/rema e da metafunção, nas produções de gêneros acadêmicos? Para responder a essa questão investigativa, mobilizamos pressupostos teóricos, metodológicos e analíticos do Funcionalismo e da Linguística Textual. Objetivamos, mediante essa investigação, identificar aspectos linguístico-textuais e discursivos na escrita de alunos pré-concluintes do Curso de Licenciatura Plena em Letras, Língua Portuguesa, da Universidade Estadual da Paraíba. Nossa análise da funcionalidade linguístico-textual e discursiva nos documentos coletados tem aporte teórico em autores como Neves (1997; 2004; 2016), Koch (2005; 2006; 2008), Antunes (2005), Fuzer e Cabral (2014), Halliday (2014), Halliday e Hasan (1976) Vilela e Koch (2001; 2002; 2004; 2012), Beaugrande (1993), Chafe (1992) e Seidlhofer e Widdowson (1999). Nessa situabilidade de estudos, desenvolvemos uma pesquisa de natureza qualitativa, contemplando Motta-Roth e Hendges (2010), ao analisarmos fenômenos percebidos e comparados entre si, a partir de múltiplas visões. Dentro desse paradigma, o presente estudo é estabelecido no âmbito das pesquisas de campo, pois, considerando Severino (1941), é notado no seu domínio natural, bem como a coleta de dados é realizada em condições naturais de produção, sem intermédio do investigante.  Os resultados de pesquisa contemplam a relação tema/ rema como propriedades coesivas de encadeamento textual nas relações processuais das produções."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT11-MULTILETRAMENTOS E FORMAÇÃO DE PROFESSOR"
    "palavra_chave" => "LINGUÍSTICA APLICADA, ESCRITA, PROGRESSÃO TEXTUAL, METAFUNÇÃO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV066_MD1_SA11_ID1108_17032017121954.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:13"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:56:11"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "LIDIANNE DA SILVA ARRUDA"
    "autor_nome_curto" => "LIDIANNE ARRUDA"
    "autor_email" => "arrudalidianne@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-sinalge"
    "edicao_nome" => "Anais IV SINALGE"
    "edicao_evento" => "IV Simpósio Nacional de Linguagens e Gêneros Textuais"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/sinalge/2017"
    "edicao_logo" => "5e4d8586dda3e_19022020155918.png"
    "edicao_capa" => "5f1880a141ece_22072020150833.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-04-27 00:00:00"
    "publicacao_id" => 35
    "publicacao_nome" => "Anais SINALGE"
    "publicacao_codigo" => "2527-0028"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 27 de abril de 2017

Resumo

Esse trabalho se situa nos estudos da Linguística Aplicada, seguindo Moita-Lopes (2006) e Rajagopalan (2003), porque estuda a língua em caráter interdisciplinar e em contexto social linguisticamente problematizado. Através de nossa vivencia com atividades de monitoria, na disciplina Semântica e Pragmática, em 2016, investigamos um contexto de uso linguístico em que a escrita acontece em um contínuo em sala de aula universitária. A partir das produções textuais realizadas pelos alunos, desta disciplina, questionamos: Como ocorre a progressão textual, partindo da noção de tema/rema e da metafunção, nas produções de gêneros acadêmicos? Para responder a essa questão investigativa, mobilizamos pressupostos teóricos, metodológicos e analíticos do Funcionalismo e da Linguística Textual. Objetivamos, mediante essa investigação, identificar aspectos linguístico-textuais e discursivos na escrita de alunos pré-concluintes do Curso de Licenciatura Plena em Letras, Língua Portuguesa, da Universidade Estadual da Paraíba. Nossa análise da funcionalidade linguístico-textual e discursiva nos documentos coletados tem aporte teórico em autores como Neves (1997; 2004; 2016), Koch (2005; 2006; 2008), Antunes (2005), Fuzer e Cabral (2014), Halliday (2014), Halliday e Hasan (1976) Vilela e Koch (2001; 2002; 2004; 2012), Beaugrande (1993), Chafe (1992) e Seidlhofer e Widdowson (1999). Nessa situabilidade de estudos, desenvolvemos uma pesquisa de natureza qualitativa, contemplando Motta-Roth e Hendges (2010), ao analisarmos fenômenos percebidos e comparados entre si, a partir de múltiplas visões. Dentro desse paradigma, o presente estudo é estabelecido no âmbito das pesquisas de campo, pois, considerando Severino (1941), é notado no seu domínio natural, bem como a coleta de dados é realizada em condições naturais de produção, sem intermédio do investigante. Os resultados de pesquisa contemplam a relação tema/ rema como propriedades coesivas de encadeamento textual nas relações processuais das produções.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.