Artigo Anais IV SINALGE

ANAIS de Evento

ISSN: 2527-0028

A BUSCA DA IDENTIDADE ARTÍSTICO-CULTURAL BRASILEIRA E OS IDEAIS MODERNISTAS DE 1922

Palavra-chaves: LITERATURA, MODERNISMO, IDENTIDADE Comunicação Oral (CO) GT18-LITERATURA NA ESCOLA: ENSINO E PESQUISA
"2017-04-27 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 27116
    "edicao_id" => 57
    "trabalho_id" => 505
    "inscrito_id" => 691
    "titulo" => "A BUSCA DA IDENTIDADE ARTÍSTICO-CULTURAL BRASILEIRA E OS IDEAIS MODERNISTAS DE 1922"
    "resumo" => "A pesquisa analisa a recepção dos alunos acerca do movimento literário modernista brasileiro, em sua primeira fase. Esse conteúdo é trabalhado no terceiro ano do ensino médio nas aulas de Literatura e, normalmente, causa espanto nos alunos por suas inovações. Os maiores expoentes desse movimento viam a necessidade de revolucionar o cenário cultural, em sua visão, adormecido. Tratava-se de um panorama político considerado monótono, repetitivo e muito submisso à cultura europeia. Por isso, lançaram novos fazeres artísticos cuja proposta principal era criar uma identidade nacional, como forma de romper o laço de subordinação brasileira aos europeus, sobretudo aos portugueses, por raízes históricas, a saber: a colonização lusitana. Desconstruir a Língua Portuguesa, adaptando-a a realidade nacional foi um dos exemplos desse “rompimento”. Apresentar o Brasil de forma crítica foi outra meta do nacionalismo modernista, todavia não faltando ao movimento humor, ironia e irreverência ao retratar o País. A descrição analítica desse contexto histórico são fundamentos teóricos do estudo mediante procedimentos da pesquisa bibliográfica. Tais considerações contribuíram para a reflexão, descrição e análise das obras literárias selecionadas. O procedimento da pesquisa qualitativa foi alternativa adotada para investigar a realidade educacional, na interpretação dos dados obtidos de questionário aplicado com os alunos. A análise e interpretação dos dados revelaram que o corpo discente, em sua maioria, condenou a linguagem adotada por transgredir a gramática normativa, aprovou os textos de teor mais crítico da realidade brasileira e por fim compreendeu o Modernismo como uma forma de alcançar-se uma identidade nacional."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT18-LITERATURA NA ESCOLA: ENSINO E PESQUISA"
    "palavra_chave" => "LITERATURA, MODERNISMO, IDENTIDADE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV066_MD1_SA18_ID691_22032017002602.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:12"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:56:11"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "LEONARDO ARAÚJO DINIZ"
    "autor_nome_curto" => "LEONARDO DINIZ"
    "autor_email" => "leoaraujodiniz@bol.com.br"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-sinalge"
    "edicao_nome" => "Anais IV SINALGE"
    "edicao_evento" => "IV Simpósio Nacional de Linguagens e Gêneros Textuais"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/sinalge/2017"
    "edicao_logo" => "5e4d8586dda3e_19022020155918.png"
    "edicao_capa" => "5f1880a141ece_22072020150833.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-04-27 00:00:00"
    "publicacao_id" => 35
    "publicacao_nome" => "Anais SINALGE"
    "publicacao_codigo" => "2527-0028"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 27116
    "edicao_id" => 57
    "trabalho_id" => 505
    "inscrito_id" => 691
    "titulo" => "A BUSCA DA IDENTIDADE ARTÍSTICO-CULTURAL BRASILEIRA E OS IDEAIS MODERNISTAS DE 1922"
    "resumo" => "A pesquisa analisa a recepção dos alunos acerca do movimento literário modernista brasileiro, em sua primeira fase. Esse conteúdo é trabalhado no terceiro ano do ensino médio nas aulas de Literatura e, normalmente, causa espanto nos alunos por suas inovações. Os maiores expoentes desse movimento viam a necessidade de revolucionar o cenário cultural, em sua visão, adormecido. Tratava-se de um panorama político considerado monótono, repetitivo e muito submisso à cultura europeia. Por isso, lançaram novos fazeres artísticos cuja proposta principal era criar uma identidade nacional, como forma de romper o laço de subordinação brasileira aos europeus, sobretudo aos portugueses, por raízes históricas, a saber: a colonização lusitana. Desconstruir a Língua Portuguesa, adaptando-a a realidade nacional foi um dos exemplos desse “rompimento”. Apresentar o Brasil de forma crítica foi outra meta do nacionalismo modernista, todavia não faltando ao movimento humor, ironia e irreverência ao retratar o País. A descrição analítica desse contexto histórico são fundamentos teóricos do estudo mediante procedimentos da pesquisa bibliográfica. Tais considerações contribuíram para a reflexão, descrição e análise das obras literárias selecionadas. O procedimento da pesquisa qualitativa foi alternativa adotada para investigar a realidade educacional, na interpretação dos dados obtidos de questionário aplicado com os alunos. A análise e interpretação dos dados revelaram que o corpo discente, em sua maioria, condenou a linguagem adotada por transgredir a gramática normativa, aprovou os textos de teor mais crítico da realidade brasileira e por fim compreendeu o Modernismo como uma forma de alcançar-se uma identidade nacional."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT18-LITERATURA NA ESCOLA: ENSINO E PESQUISA"
    "palavra_chave" => "LITERATURA, MODERNISMO, IDENTIDADE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV066_MD1_SA18_ID691_22032017002602.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:12"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:56:11"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "LEONARDO ARAÚJO DINIZ"
    "autor_nome_curto" => "LEONARDO DINIZ"
    "autor_email" => "leoaraujodiniz@bol.com.br"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-sinalge"
    "edicao_nome" => "Anais IV SINALGE"
    "edicao_evento" => "IV Simpósio Nacional de Linguagens e Gêneros Textuais"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/sinalge/2017"
    "edicao_logo" => "5e4d8586dda3e_19022020155918.png"
    "edicao_capa" => "5f1880a141ece_22072020150833.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-04-27 00:00:00"
    "publicacao_id" => 35
    "publicacao_nome" => "Anais SINALGE"
    "publicacao_codigo" => "2527-0028"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 27 de abril de 2017

Resumo

A pesquisa analisa a recepção dos alunos acerca do movimento literário modernista brasileiro, em sua primeira fase. Esse conteúdo é trabalhado no terceiro ano do ensino médio nas aulas de Literatura e, normalmente, causa espanto nos alunos por suas inovações. Os maiores expoentes desse movimento viam a necessidade de revolucionar o cenário cultural, em sua visão, adormecido. Tratava-se de um panorama político considerado monótono, repetitivo e muito submisso à cultura europeia. Por isso, lançaram novos fazeres artísticos cuja proposta principal era criar uma identidade nacional, como forma de romper o laço de subordinação brasileira aos europeus, sobretudo aos portugueses, por raízes históricas, a saber: a colonização lusitana. Desconstruir a Língua Portuguesa, adaptando-a a realidade nacional foi um dos exemplos desse “rompimento”. Apresentar o Brasil de forma crítica foi outra meta do nacionalismo modernista, todavia não faltando ao movimento humor, ironia e irreverência ao retratar o País. A descrição analítica desse contexto histórico são fundamentos teóricos do estudo mediante procedimentos da pesquisa bibliográfica. Tais considerações contribuíram para a reflexão, descrição e análise das obras literárias selecionadas. O procedimento da pesquisa qualitativa foi alternativa adotada para investigar a realidade educacional, na interpretação dos dados obtidos de questionário aplicado com os alunos. A análise e interpretação dos dados revelaram que o corpo discente, em sua maioria, condenou a linguagem adotada por transgredir a gramática normativa, aprovou os textos de teor mais crítico da realidade brasileira e por fim compreendeu o Modernismo como uma forma de alcançar-se uma identidade nacional.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.