Artigo Anais IV ENID / UEPB

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-7379

Visualizações: 200
A (RE)CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE PROFISSIONAL DOCENTE NO ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM LÍNGUA INGLESA

Palavra-chaves: FORMAÇÃO, ESTÁGIO, IDENTIDADE Comunicação Oral (CO) Abordagens em língua inglesa: reflexões e práticas docentes no contexto de formação inicial e continuada

Resumo

O reconhecimento da competência de cada ser pelo outro (identidade atribuída por outrem), associado ao conceito que cada ser faz dessa competência (identidade para si) constituem a base do processo de construção da identidade profissional. Baseado nesse entendimento, o referido autor explica que diferentemente das demais profissões, a característica fundamental da prática profissional do professor encontra-se não no agir instrumental, mas no agir comunicacional. É o agir comunicacional que possibilita a ação e a comunicação entre os indivíduos numa relação global e completa. Desse modo, o referido autor defende que ser professor é uma “atividade complexa cuja finalidade é a produção de “estados de espíritos” e a modificação de mentalidades e comportamento de pessoas, cujas características relevam do agir comunicacional (op.cit., p. 46)”. O interesse pela formação de professores tem fomentado o desenvolvimento de diversas pesquisas na interface da Educação e da Linguística Aplicada (LA). Situada nessa interface, esta pesquisa tem como objetivo principal investigar como ocorre o processo de (re)construção da identidade do professor de língua inglesa, a partir da produção de um relato fotobiográfico. Os resultados indicam que ao ingressar no curso de Letras-Inglês, particularmente, ao entrar na disciplina de Estágio Supervisionado, a PI começa a mudar seu modo de ver e a mudar seu foco de atenção: passa a considerar, além de seu eu-pessoal, a projeção de sua futura vida profissional. Portanto, ao entrar em contato com diversas atividades, relacionadas com o ensino, a PI passa a valorizar novas formas de fazer, novos estilos profissionais. virtual de reflexão sobre o agir e a própria formação, que podem incidir na (re)construção da identidade profissional docente.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.