Artigo Anais IV ENID / UEPB

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-7379

CONSTRUINDO MAQUETES PARA CONSTRUIR CONHECIMENTO GEOGRÁFICO

Palavra-chaves: ENSINO DE GEOGRAFIA, MAQUETES, CARTOGRAFIA Pôster (PO) Reflexões sobre a formação em Geografia, metodologias e recursos didáticos no ensino
"2014-11-22 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 10048
    "edicao_id" => 27
    "trabalho_id" => 760
    "inscrito_id" => 85
    "titulo" => "CONSTRUINDO MAQUETES PARA CONSTRUIR CONHECIMENTO GEOGRÁFICO"
    "resumo" => "O ensino da geografia atualmente procura considerar as profundas mudanças que a sociedade vem enfrentando principalmente com as tecnologias digitais onde tudo é instantâneo e a informação cada vez mais excessiva costuma passar sem deixar algo construído ou de significado para as pessoas. Para a compreensão da disciplina é preciso um professor bem preparado para mediar conhecimento, estimular sujeitos autônomos e deixar a prática de entrar em sala de aula como ator principal para dar lugar aos alunos(as) onde serão eles os sujeitos que irão construir suas trajetórias de ensino aprendizagem. O objetivo deste trabalho é socializar uma experiência vivenciada no 1º ano do ensino médio onde estudamos perfil topográfico e curvas de nível através da construção de maquetes. É por meio da maquete que conseguimos representar o espaço geográfico e entender sua formação, os sujeitos que dele se apropria e modifica. A elaboração de uma representação tridimensional do relevo é um método dinâmico onde a participação é efetiva desde a escolha do local que será representado até a confecção e finalização do material. Os procedimentos metodológicos utilizados para a confecção de maquetes iniciaram-se a partir do planejamento da professora responsável pela disciplina que resultou numa sequencia didática, que delimitava o passo a passo da atividade - apresentação dos conteúdos, leitura e debate do referencial teórico, escolha do local para representação, confecção de maquetes e apresentação do trabalho final. Os resultados alcançados tiveram os seguintes destaques: construção, discussão e reflexão dos conceitos trabalhados, além de aprimorar a observação, concentração, análise e interpretação de dados. Concluímos que o ensino de geografia pode ser dinâmico e prazeroso à medida que os professores destacarem nos seus objetivos que o desempenho e autonomia dos discentes são fundamentais para o desenvolvimento do cidadão, que só a partir de uma construção coletiva é que a educação escolar fará sentido."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "Reflexões sobre a formação em Geografia, metodologias e recursos didáticos no ensino"
    "palavra_chave" => "ENSINO DE GEOGRAFIA, MAQUETES, CARTOGRAFIA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_4datahora_04_11_2014_22_15_56_idinscrito_85_4798141a02c4097f48a7eb94f3726850.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:56"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:19:15"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MARIA JULIANA LEOPOLDINO VILAR"
    "autor_nome_curto" => "MARIA JULIANA"
    "autor_email" => "julianalspb@yahoo.com.br"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-enid---uepb"
    "edicao_nome" => "Anais IV ENID / UEPB"
    "edicao_evento" => "IV Encontro de Iniciação à Docência da UEPB / UEPB"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/enid/2014"
    "edicao_logo" => "5e4d80132b22c_19022020153603.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1855cb47e5f_22072020120547.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-11-22 00:00:00"
    "publicacao_id" => 13
    "publicacao_nome" => "Revista ENID UEPB"
    "publicacao_codigo" => "2318-7379"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 10048
    "edicao_id" => 27
    "trabalho_id" => 760
    "inscrito_id" => 85
    "titulo" => "CONSTRUINDO MAQUETES PARA CONSTRUIR CONHECIMENTO GEOGRÁFICO"
    "resumo" => "O ensino da geografia atualmente procura considerar as profundas mudanças que a sociedade vem enfrentando principalmente com as tecnologias digitais onde tudo é instantâneo e a informação cada vez mais excessiva costuma passar sem deixar algo construído ou de significado para as pessoas. Para a compreensão da disciplina é preciso um professor bem preparado para mediar conhecimento, estimular sujeitos autônomos e deixar a prática de entrar em sala de aula como ator principal para dar lugar aos alunos(as) onde serão eles os sujeitos que irão construir suas trajetórias de ensino aprendizagem. O objetivo deste trabalho é socializar uma experiência vivenciada no 1º ano do ensino médio onde estudamos perfil topográfico e curvas de nível através da construção de maquetes. É por meio da maquete que conseguimos representar o espaço geográfico e entender sua formação, os sujeitos que dele se apropria e modifica. A elaboração de uma representação tridimensional do relevo é um método dinâmico onde a participação é efetiva desde a escolha do local que será representado até a confecção e finalização do material. Os procedimentos metodológicos utilizados para a confecção de maquetes iniciaram-se a partir do planejamento da professora responsável pela disciplina que resultou numa sequencia didática, que delimitava o passo a passo da atividade - apresentação dos conteúdos, leitura e debate do referencial teórico, escolha do local para representação, confecção de maquetes e apresentação do trabalho final. Os resultados alcançados tiveram os seguintes destaques: construção, discussão e reflexão dos conceitos trabalhados, além de aprimorar a observação, concentração, análise e interpretação de dados. Concluímos que o ensino de geografia pode ser dinâmico e prazeroso à medida que os professores destacarem nos seus objetivos que o desempenho e autonomia dos discentes são fundamentais para o desenvolvimento do cidadão, que só a partir de uma construção coletiva é que a educação escolar fará sentido."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "Reflexões sobre a formação em Geografia, metodologias e recursos didáticos no ensino"
    "palavra_chave" => "ENSINO DE GEOGRAFIA, MAQUETES, CARTOGRAFIA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_4datahora_04_11_2014_22_15_56_idinscrito_85_4798141a02c4097f48a7eb94f3726850.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:56"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:19:15"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MARIA JULIANA LEOPOLDINO VILAR"
    "autor_nome_curto" => "MARIA JULIANA"
    "autor_email" => "julianalspb@yahoo.com.br"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-enid---uepb"
    "edicao_nome" => "Anais IV ENID / UEPB"
    "edicao_evento" => "IV Encontro de Iniciação à Docência da UEPB / UEPB"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/enid/2014"
    "edicao_logo" => "5e4d80132b22c_19022020153603.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1855cb47e5f_22072020120547.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-11-22 00:00:00"
    "publicacao_id" => 13
    "publicacao_nome" => "Revista ENID UEPB"
    "publicacao_codigo" => "2318-7379"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 22 de novembro de 2014

Resumo

O ensino da geografia atualmente procura considerar as profundas mudanças que a sociedade vem enfrentando principalmente com as tecnologias digitais onde tudo é instantâneo e a informação cada vez mais excessiva costuma passar sem deixar algo construído ou de significado para as pessoas. Para a compreensão da disciplina é preciso um professor bem preparado para mediar conhecimento, estimular sujeitos autônomos e deixar a prática de entrar em sala de aula como ator principal para dar lugar aos alunos(as) onde serão eles os sujeitos que irão construir suas trajetórias de ensino aprendizagem. O objetivo deste trabalho é socializar uma experiência vivenciada no 1º ano do ensino médio onde estudamos perfil topográfico e curvas de nível através da construção de maquetes. É por meio da maquete que conseguimos representar o espaço geográfico e entender sua formação, os sujeitos que dele se apropria e modifica. A elaboração de uma representação tridimensional do relevo é um método dinâmico onde a participação é efetiva desde a escolha do local que será representado até a confecção e finalização do material. Os procedimentos metodológicos utilizados para a confecção de maquetes iniciaram-se a partir do planejamento da professora responsável pela disciplina que resultou numa sequencia didática, que delimitava o passo a passo da atividade - apresentação dos conteúdos, leitura e debate do referencial teórico, escolha do local para representação, confecção de maquetes e apresentação do trabalho final. Os resultados alcançados tiveram os seguintes destaques: construção, discussão e reflexão dos conceitos trabalhados, além de aprimorar a observação, concentração, análise e interpretação de dados. Concluímos que o ensino de geografia pode ser dinâmico e prazeroso à medida que os professores destacarem nos seus objetivos que o desempenho e autonomia dos discentes são fundamentais para o desenvolvimento do cidadão, que só a partir de uma construção coletiva é que a educação escolar fará sentido.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.