Artigo Anais II CINTEDI

ANAIS de Evento

ISSN: 2359-2915

GESTÃO DEMOCRÁTICO-INCLUSIVA E À SUA RELAÇÃO ENTRE FAMÍLIA VERSUS ESCOLA

Palavra-chaves: GESTÃO DEMOCRÁTICA, ESCOLA, INCLUSÃO, DIFERENÇA, DIFERENÇA Comunicação Oral (CO) GT-10 - POLÍTICAS EDUCACIONAIS: GESTÃO ESCOLAR, FORMAÇÃO DOCENTE E INCLUSÃO
"2016-11-15 23:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 26544
    "edicao_id" => 49
    "trabalho_id" => 655
    "inscrito_id" => 1993
    "titulo" => "GESTÃO DEMOCRÁTICO-INCLUSIVA E À SUA  RELAÇÃO ENTRE FAMÍLIA VERSUS ESCOLA"
    "resumo" => "Este artigo discute o papel da gestão democrática inclusiva na relação família escola, com base na pesquisa de observação e intervenção realizada, em 2016.1, na Casa da Criança e Creche Dr. João Moura no município de Campina Grande, durante o estágio supervisionado de gestão escolar do curso de Licenciatura em Pedagogia PARFOR/CNPQ/UEPB. A escola se constitui um espaço de pertencimento, de convivência na diversidade de seus agentes que, nos possibilita observar as relações que nela se constrói e se reconstrói mediante situações de inclusão/diferentes. Esse ambiente nos dá suporte para sermos agentes mediadores de distintas relações. Adota uma metodologia bibliográfica e qualitativa, no intuito de poder melhor compreender os inúmeros fatores que geram barreiras ou obstáculos para a obtenção de uma gestão escolar necessária para os sujeitos da comunidade escolar. Propomos intervenções pedagógicas através de reuniões com as famílias, gestor escolar e professores, no intuito de estabelecer uma relação de reciprocidade e poder contribuir para uma ação mais efetiva e eficaz, na relação família e escola. A partir da reflexão ética, do respeito às diferenças, e a valorização dos papéis de cada um, no andamento do processo educacional das crianças. Visto que todo o processo que envolve a família, a escola, e a educação em si, põe em destaque a garantia dos direitos de aprendizagem das crianças. Buscou-se o aporte teórico nas pesquisas Carvalho (2000), Gil (1999), Guerra (2004), Libâneo, Oliveira e Toschi (2003), Lozado (2015), Lück (2005), Pimenta e Lima (2004), Souza (2008), Paro (2001), Sassaki (1997) e Michels (2006), entre outros. Conclui-se com este estudo que o gestor escolar é a peça chave nas mediações que envolvem família, escola e aprendizagem. E atualmente é necessário está presente na prática do gestor democrático não só a descentralização de tarefas, mas a garantia e a oportunidade a todos que estão inseridos no ambiente escolar. O paradigma da Educação Inclusiva convida o gestor a compartilhar ideais e atitudes de inclusão, a fim de permitir acesso e aprendizagem a toda à diversidade presente na escola. Dessa forma o caráter democrático será atribuído de fato à gestão escolar e todos os envolvidos perceberão partes primordiais desse todo que formam a escola inclusiva. Ambos têm mesmo objetivo, por isso, necessitam manter relações sociais que viabilizem o diálogo e a participação de todos nesse processo"
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT-10 - POLÍTICAS EDUCACIONAIS: GESTÃO ESCOLAR, FORMAÇÃO DOCENTE E INCLUSÃO"
    "palavra_chave" => "GESTÃO DEMOCRÁTICA, ESCOLA, INCLUSÃO, DIFERENÇA, DIFERENÇA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "GESTAO_DEMOCRATICA.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:12"
    "updated_at" => "2020-06-09 18:59:23"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ANA PAULA BORGES LAURINDO"
    "autor_nome_curto" => "ANA PAULA"
    "autor_email" => "anapaulapsi2009@hotmail.c"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-cintedi"
    "edicao_nome" => "Anais II CINTEDI"
    "edicao_evento" => "II Congresso Internacional de Educação Inclusiva e IIJornada Chilena Brasileira de Educação Inclusiva"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cintedi/2016"
    "edicao_logo" => "5e49faf25ae35_16022020233114.png"
    "edicao_capa" => "5f183d74d349a_22072020102156.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-15 23:00:00"
    "publicacao_id" => 21
    "publicacao_nome" => "Anais do Congresso Internacional de Educação e Inclusão - CINTEDI"
    "publicacao_codigo" => "2359-2915"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 26544
    "edicao_id" => 49
    "trabalho_id" => 655
    "inscrito_id" => 1993
    "titulo" => "GESTÃO DEMOCRÁTICO-INCLUSIVA E À SUA  RELAÇÃO ENTRE FAMÍLIA VERSUS ESCOLA"
    "resumo" => "Este artigo discute o papel da gestão democrática inclusiva na relação família escola, com base na pesquisa de observação e intervenção realizada, em 2016.1, na Casa da Criança e Creche Dr. João Moura no município de Campina Grande, durante o estágio supervisionado de gestão escolar do curso de Licenciatura em Pedagogia PARFOR/CNPQ/UEPB. A escola se constitui um espaço de pertencimento, de convivência na diversidade de seus agentes que, nos possibilita observar as relações que nela se constrói e se reconstrói mediante situações de inclusão/diferentes. Esse ambiente nos dá suporte para sermos agentes mediadores de distintas relações. Adota uma metodologia bibliográfica e qualitativa, no intuito de poder melhor compreender os inúmeros fatores que geram barreiras ou obstáculos para a obtenção de uma gestão escolar necessária para os sujeitos da comunidade escolar. Propomos intervenções pedagógicas através de reuniões com as famílias, gestor escolar e professores, no intuito de estabelecer uma relação de reciprocidade e poder contribuir para uma ação mais efetiva e eficaz, na relação família e escola. A partir da reflexão ética, do respeito às diferenças, e a valorização dos papéis de cada um, no andamento do processo educacional das crianças. Visto que todo o processo que envolve a família, a escola, e a educação em si, põe em destaque a garantia dos direitos de aprendizagem das crianças. Buscou-se o aporte teórico nas pesquisas Carvalho (2000), Gil (1999), Guerra (2004), Libâneo, Oliveira e Toschi (2003), Lozado (2015), Lück (2005), Pimenta e Lima (2004), Souza (2008), Paro (2001), Sassaki (1997) e Michels (2006), entre outros. Conclui-se com este estudo que o gestor escolar é a peça chave nas mediações que envolvem família, escola e aprendizagem. E atualmente é necessário está presente na prática do gestor democrático não só a descentralização de tarefas, mas a garantia e a oportunidade a todos que estão inseridos no ambiente escolar. O paradigma da Educação Inclusiva convida o gestor a compartilhar ideais e atitudes de inclusão, a fim de permitir acesso e aprendizagem a toda à diversidade presente na escola. Dessa forma o caráter democrático será atribuído de fato à gestão escolar e todos os envolvidos perceberão partes primordiais desse todo que formam a escola inclusiva. Ambos têm mesmo objetivo, por isso, necessitam manter relações sociais que viabilizem o diálogo e a participação de todos nesse processo"
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT-10 - POLÍTICAS EDUCACIONAIS: GESTÃO ESCOLAR, FORMAÇÃO DOCENTE E INCLUSÃO"
    "palavra_chave" => "GESTÃO DEMOCRÁTICA, ESCOLA, INCLUSÃO, DIFERENÇA, DIFERENÇA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "GESTAO_DEMOCRATICA.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:12"
    "updated_at" => "2020-06-09 18:59:23"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ANA PAULA BORGES LAURINDO"
    "autor_nome_curto" => "ANA PAULA"
    "autor_email" => "anapaulapsi2009@hotmail.c"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-cintedi"
    "edicao_nome" => "Anais II CINTEDI"
    "edicao_evento" => "II Congresso Internacional de Educação Inclusiva e IIJornada Chilena Brasileira de Educação Inclusiva"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cintedi/2016"
    "edicao_logo" => "5e49faf25ae35_16022020233114.png"
    "edicao_capa" => "5f183d74d349a_22072020102156.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-15 23:00:00"
    "publicacao_id" => 21
    "publicacao_nome" => "Anais do Congresso Internacional de Educação e Inclusão - CINTEDI"
    "publicacao_codigo" => "2359-2915"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 15 de novembro de 2016

Resumo

Este artigo discute o papel da gestão democrática inclusiva na relação família escola, com base na pesquisa de observação e intervenção realizada, em 2016.1, na Casa da Criança e Creche Dr. João Moura no município de Campina Grande, durante o estágio supervisionado de gestão escolar do curso de Licenciatura em Pedagogia PARFOR/CNPQ/UEPB. A escola se constitui um espaço de pertencimento, de convivência na diversidade de seus agentes que, nos possibilita observar as relações que nela se constrói e se reconstrói mediante situações de inclusão/diferentes. Esse ambiente nos dá suporte para sermos agentes mediadores de distintas relações. Adota uma metodologia bibliográfica e qualitativa, no intuito de poder melhor compreender os inúmeros fatores que geram barreiras ou obstáculos para a obtenção de uma gestão escolar necessária para os sujeitos da comunidade escolar. Propomos intervenções pedagógicas através de reuniões com as famílias, gestor escolar e professores, no intuito de estabelecer uma relação de reciprocidade e poder contribuir para uma ação mais efetiva e eficaz, na relação família e escola. A partir da reflexão ética, do respeito às diferenças, e a valorização dos papéis de cada um, no andamento do processo educacional das crianças. Visto que todo o processo que envolve a família, a escola, e a educação em si, põe em destaque a garantia dos direitos de aprendizagem das crianças. Buscou-se o aporte teórico nas pesquisas Carvalho (2000), Gil (1999), Guerra (2004), Libâneo, Oliveira e Toschi (2003), Lozado (2015), Lück (2005), Pimenta e Lima (2004), Souza (2008), Paro (2001), Sassaki (1997) e Michels (2006), entre outros. Conclui-se com este estudo que o gestor escolar é a peça chave nas mediações que envolvem família, escola e aprendizagem. E atualmente é necessário está presente na prática do gestor democrático não só a descentralização de tarefas, mas a garantia e a oportunidade a todos que estão inseridos no ambiente escolar. O paradigma da Educação Inclusiva convida o gestor a compartilhar ideais e atitudes de inclusão, a fim de permitir acesso e aprendizagem a toda à diversidade presente na escola. Dessa forma o caráter democrático será atribuído de fato à gestão escolar e todos os envolvidos perceberão partes primordiais desse todo que formam a escola inclusiva. Ambos têm mesmo objetivo, por isso, necessitam manter relações sociais que viabilizem o diálogo e a participação de todos nesse processo

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.