Artigo Anais IV ENID / UEPB

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-7379

Visualizações: 187
A ARTE DE BRINCAR COMO MODO E PRÁTICA DE EDUCAR

Palavra-chaves: BRINCADEIRA, BRINQUEDO, EDUCAÇÃO Comunicação Oral (CO) FORMAÇÃO DOCENTE: SABERES, SUJEITOS E PRÁTICAS

Resumo

A ARTE DE BRINCAR COMO MODO E PRÁTICA DE EDUCARLuana da Mata (UEPB)luanadesenhodedeus@hotmail.comPatrícia Cristina de Aragão Araújo (UEPB)cristina=aragao21@hotmail.comRESUMOEste artigo tem como objetivo refletir sobre o potencial educativo da arte de brincar e das brincadeiras no contexto da infância, estas vistas neste trabalho como movedores não só do lúdico, mas possibilitando a interação e a integração da criança no contexto da escola, como meio de aprendizagem. Acreditamos que o brincar e as brincadeiras são educativos no desenvolvimento da criança, deste modo, nossa proposta é discutir sobre a arte de brincar com crianças, a partir de um relato de experiências em uma escola pública na cidade de Boqueirão-PB. A brincadeira, tem um aspecto fundamental nas vivencias e experiências infantis motivando nelas o sentido de formação de sua dimensão humana. Para desenvolvermos este estudo, usamos como referencial teórico os trabalhos desenvolvidos por BARROS (2009) e CHARLOT (2013). Como abordagem metodológica, foi feita uma pesquisa bibliográfica, onde fizemos leituras da literatura sobre o tema, em seguida foi realizada uma pesquisa de campo com uso de questionários com crianças do 5º ano desta instituição, no sentido de poder perceber através dos relatos obtidos através delas como as brincadeiras motivam a construção da identidade na infância na perspectiva da aprendizagem e também da cidadania cultural, construída através da arte do brincar e a brincadeira são culturais e portanto, educam.PALAVRAS CHAVE: Infância. Brincadeira. Brinquedo. Educação.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.