Artigo Anais IV ENID / UEPB

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-7379

O ENSINO DE FÍSICA EXPERIMENTAL EM UMA PERSPECTIVA CONSTRUTIVISTA

Palavra-chaves: ENSINO DE FÍSICA, EXPERIMENTO, CONSTRUTIVISMO Comunicação Oral (CO) Atividades nas aulas de Física: experiência da prática docente no Ensino Médio
"2014-11-22 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 9940
    "edicao_id" => 27
    "trabalho_id" => 848
    "inscrito_id" => 247
    "titulo" => "O ENSINO DE FÍSICA EXPERIMENTAL EM UMA PERSPECTIVA CONSTRUTIVISTA"
    "resumo" => "A disciplina de Física no Ensino Médio se encontra em  transição entre o tradicional e as novas metodologias de ensino que caminham para um ensino mais contextualizado e dinâmico, em acordo com as demandas da sociedade. Esse projeto foi realizado em uma escola de Ensino Médio Integral que passa por um momento de reestruturação do currículo, tornando-se um espaço propício para realização de projetos inovadores que atendam as necessidades dos estudantes e tornem a escola um local agradável de aprendizagem. Ainda no planejamento no início do ano, são definidos as ações que farão parte do Projeto Político Pedagógico da Escola, a partir de uma avaliação das necessidades da comunidade escolar. Em seguida são planejados os projetos das disciplinas e/ou áreas do conhecimento. Sendo o tema geral pautado na relação entre escola e comunidade, o projeto de Física foi estruturado sobre os pilares de uma metodologia que aliasse as questões práticas e teóricas e que possibilitasse um retorno à comunidade escolas. Por isso a escolha de uma metodologia centrada na Física experimental, sob uma orientação construtivista. O objetivo era promover ações efetivas na busca de um ensino humanizado e que estimulasse o interesse dos estudantes e para isso seria necessário utilizar metodologias diversas que utilizem instrumentos e práticas outras que não apenas o pincel e o quadro. Assim, essa prática está centrada no aprofundamento do estudo teórico a partir de discussões no âmbito da natureza da ciência e do trabalho do cientista, no protagonismos dos estudantes na construção do conhecimento durante as atividades experimentais  e na compreensão dos resultados e da evolução dos conceitos trabalhados por eles, diferenciando o discurso do senso comum e sua formalização enquanto conhecimento científico. Por fim, buscou-se uma melhoria do rendimento dos alunos através de um espaço que propiciava uma avaliação das diversas habilidades e potencialidades dos alunos e uma forma de diminuir a evasão escolar."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "Atividades nas aulas de Física: experiência da prática docente no Ensino Médio"
    "palavra_chave" => "ENSINO DE FÍSICA, EXPERIMENTO, CONSTRUTIVISMO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_1datahora_04_11_2014_23_45_40_idinscrito_247_d7275be6aa080c4c894c8294740ec91b.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:56"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:19:15"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JOSÉ ANTONIO FERREIRA PINTO"
    "autor_nome_curto" => "ANTONIO PINTO"
    "autor_email" => "jaferreira_p@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-enid---uepb"
    "edicao_nome" => "Anais IV ENID / UEPB"
    "edicao_evento" => "IV Encontro de Iniciação à Docência da UEPB / UEPB"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/enid/2014"
    "edicao_logo" => "5e4d80132b22c_19022020153603.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1855cb47e5f_22072020120547.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-11-22 00:00:00"
    "publicacao_id" => 13
    "publicacao_nome" => "Revista ENID UEPB"
    "publicacao_codigo" => "2318-7379"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 9940
    "edicao_id" => 27
    "trabalho_id" => 848
    "inscrito_id" => 247
    "titulo" => "O ENSINO DE FÍSICA EXPERIMENTAL EM UMA PERSPECTIVA CONSTRUTIVISTA"
    "resumo" => "A disciplina de Física no Ensino Médio se encontra em  transição entre o tradicional e as novas metodologias de ensino que caminham para um ensino mais contextualizado e dinâmico, em acordo com as demandas da sociedade. Esse projeto foi realizado em uma escola de Ensino Médio Integral que passa por um momento de reestruturação do currículo, tornando-se um espaço propício para realização de projetos inovadores que atendam as necessidades dos estudantes e tornem a escola um local agradável de aprendizagem. Ainda no planejamento no início do ano, são definidos as ações que farão parte do Projeto Político Pedagógico da Escola, a partir de uma avaliação das necessidades da comunidade escolar. Em seguida são planejados os projetos das disciplinas e/ou áreas do conhecimento. Sendo o tema geral pautado na relação entre escola e comunidade, o projeto de Física foi estruturado sobre os pilares de uma metodologia que aliasse as questões práticas e teóricas e que possibilitasse um retorno à comunidade escolas. Por isso a escolha de uma metodologia centrada na Física experimental, sob uma orientação construtivista. O objetivo era promover ações efetivas na busca de um ensino humanizado e que estimulasse o interesse dos estudantes e para isso seria necessário utilizar metodologias diversas que utilizem instrumentos e práticas outras que não apenas o pincel e o quadro. Assim, essa prática está centrada no aprofundamento do estudo teórico a partir de discussões no âmbito da natureza da ciência e do trabalho do cientista, no protagonismos dos estudantes na construção do conhecimento durante as atividades experimentais  e na compreensão dos resultados e da evolução dos conceitos trabalhados por eles, diferenciando o discurso do senso comum e sua formalização enquanto conhecimento científico. Por fim, buscou-se uma melhoria do rendimento dos alunos através de um espaço que propiciava uma avaliação das diversas habilidades e potencialidades dos alunos e uma forma de diminuir a evasão escolar."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "Atividades nas aulas de Física: experiência da prática docente no Ensino Médio"
    "palavra_chave" => "ENSINO DE FÍSICA, EXPERIMENTO, CONSTRUTIVISMO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_1datahora_04_11_2014_23_45_40_idinscrito_247_d7275be6aa080c4c894c8294740ec91b.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:56"
    "updated_at" => "2020-06-10 12:19:15"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JOSÉ ANTONIO FERREIRA PINTO"
    "autor_nome_curto" => "ANTONIO PINTO"
    "autor_email" => "jaferreira_p@hotmail.com"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-enid---uepb"
    "edicao_nome" => "Anais IV ENID / UEPB"
    "edicao_evento" => "IV Encontro de Iniciação à Docência da UEPB / UEPB"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/enid/2014"
    "edicao_logo" => "5e4d80132b22c_19022020153603.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1855cb47e5f_22072020120547.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-11-22 00:00:00"
    "publicacao_id" => 13
    "publicacao_nome" => "Revista ENID UEPB"
    "publicacao_codigo" => "2318-7379"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 22 de novembro de 2014

Resumo

A disciplina de Física no Ensino Médio se encontra em transição entre o tradicional e as novas metodologias de ensino que caminham para um ensino mais contextualizado e dinâmico, em acordo com as demandas da sociedade. Esse projeto foi realizado em uma escola de Ensino Médio Integral que passa por um momento de reestruturação do currículo, tornando-se um espaço propício para realização de projetos inovadores que atendam as necessidades dos estudantes e tornem a escola um local agradável de aprendizagem. Ainda no planejamento no início do ano, são definidos as ações que farão parte do Projeto Político Pedagógico da Escola, a partir de uma avaliação das necessidades da comunidade escolar. Em seguida são planejados os projetos das disciplinas e/ou áreas do conhecimento. Sendo o tema geral pautado na relação entre escola e comunidade, o projeto de Física foi estruturado sobre os pilares de uma metodologia que aliasse as questões práticas e teóricas e que possibilitasse um retorno à comunidade escolas. Por isso a escolha de uma metodologia centrada na Física experimental, sob uma orientação construtivista. O objetivo era promover ações efetivas na busca de um ensino humanizado e que estimulasse o interesse dos estudantes e para isso seria necessário utilizar metodologias diversas que utilizem instrumentos e práticas outras que não apenas o pincel e o quadro. Assim, essa prática está centrada no aprofundamento do estudo teórico a partir de discussões no âmbito da natureza da ciência e do trabalho do cientista, no protagonismos dos estudantes na construção do conhecimento durante as atividades experimentais e na compreensão dos resultados e da evolução dos conceitos trabalhados por eles, diferenciando o discurso do senso comum e sua formalização enquanto conhecimento científico. Por fim, buscou-se uma melhoria do rendimento dos alunos através de um espaço que propiciava uma avaliação das diversas habilidades e potencialidades dos alunos e uma forma de diminuir a evasão escolar.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.