Artigo Anais IV ENID / UEPB

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-7379

Visualizações: 189
PROPOSTA DE UTILIZAÇÃO DA LITERATURA POPULAR NO ENSINO DE GEOGRAFIA

Palavra-chaves: GEOGRAFIA, LITERATURA DE CORDEL, RECURSO DIDÁTICO Pôster (PO) Reflexões sobre a formação em Geografia, metodologias e recursos didáticos no ensino Publicado em 22 de novembro de 2014

Resumo

O estudo é uma proposta de utilização da Literatura de Cordel como recurso didático nas aulas de Geografia, promovendo o resgate desta cultura pelos alunos (as). Foi desenvolvido com alunos do 8º ano A do Ensino Fundamental, turno matutino, na Escola Estadual José Lins do Rego, situada no Município de Pilar-PB. A Literatura de Cordel é tipicamente da região Nordeste, mas, é herança deixada pelos portugueses, aonde a princípio os textos eram em prosa ou versos, e hoje, podemos encontrar de diferentes formas, em músicas, repentes, teatro, filmes, entre outros. Esta literatura antes remetia o caráter de jornal informativo dos acontecimentos locais. Hoje este caráter esta sendo dissipado pela televisão, revista, internet, entre outros meios de comunicação. O estudo tem por objetivo principal, evidenciar a Literatura de Cordel como recurso didático nas aulas de Geografia, para que ocorra a absorção e aprendizagem dos conteúdos, pelos discentes; esclarecer os conteúdos relacionados a realidade local, através dos cordéis; caracterizar os conteúdos relacionados a região Nordeste, para a confecção dos cordéis pelos alunos; e transformar as aulas tradicionais em aulas dinâmicas para o ensino da Geografia. O ensino de Geografia muitas vezes é ministrado com aulas tradicionais, em que a memorização é incentivada pelos professores. Por isso a importância de recorrer a outras fontes de recursos, para que as aulas tornem-se dinâmicas, os alunos (as) aprendem os conteúdos e que cada vez mais se interessem pela Geografia. Então neste estudo foram utilizadas as seguintes ferramentas: o incentivo à leitura, o reconhecimento da riqueza cultural local, a versatilidade das abordagens geográficas nas aulas, valorização da cultura popular, além de aguçar o olhar crítico dos alunos, através da análise do cordel. A pesquisa ocorreu no período de Março e Abril de 2014. Ela foi desenvolvida em três etapas: a primeira de forma prática, com aplicação de questionário e seis aulas ministradas com os seguintes temas da região Nordeste: A história da Literatura de Cordel, de A. A. de Mendonça; A Transposição do Rio São Francisco, de Medeiros Braga; A biografia de Ariano Suassuna, de A. A. de Mendonça; Lampião, A região Nordeste e o Estado da Paraíba, também de Medeiros Braga. A segunda etapa a confecção dos cordéis pelos discentes e a terceira etapa, foi a revisão da pesquisa do objeto de estudo, a análise dos dados e a redação final da pesquisa. A pesquisa esta concluída temporariamente, pois, pretende-se desenvolve-la em maior escala, onde mobilize mais alunos, mobilize a escola, através de um projeto interdisciplinar, que envolva diversos professores de diferentes disciplinas. Tendo em vista a grande importância deste estudo para o ensino de Geografia e para a valorização da cultura local, onde foram transmitidos valores e conceitos, que os alunos transformaram em conhecimento e aprendizagem. Reconhecer a Literatura de Cordel como um recurso didático, é acreditar que a Geografia é a ciência da manifestação cultural no espaço.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.