Artigo Anais XV EBRAPEM

ANAIS de Evento

ISSN: 2237-8444

Vídeos Matemáticos Construídos com o Youtube: contribuições para a educação matemática.

"2011-11-06 23:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 954
    "edicao_id" => 2
    "trabalho_id" => 225
    "inscrito_id" => 353
    "titulo" => "Vídeos Matemáticos Construídos com o Youtube: contribuições para a educação matemática."
    "resumo" => "Este artigo visa apresentar a forma como se manifesta o processo de ensino e aprendizagem de matemática durante a construção de vídeos com o uso do YouTube . Para tal proposta, os estudos basearam-se nos princípios da teoria Construcionista que vê o aluno como indivíduo capaz de construir as suas próprias estruturas intelectuais. Estruturas estas que, segundo a teoria anteriormente citada, são formadas a partir do desenvolvimento de produtos criados pelo próprio estudante com o computador. Partindo disso, e com base nas redes de interação que se criam na Internet, nesse caso, o próprio YouTube, buscamos caracterizar, com o apoio de autores que investigam temáticas voltadas para o ensino e aprendizagem de matemática, bem como, o uso de Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) na Educação Matemática, as contribuições que o uso de tecnologias como essa podem trazer ao estudo de funções, por exemplo. Dessa forma, temos como questionamento norteador: “como a construção de vídeos com YouTube pode contribuir para o ensino e aprendizagem de funções?”. A pesquisa realizou-se com alunos do Centro Universitário Luterano de Palmas – CEULP/ULBRA, que desenvolveram produtos matemáticos audiovisuais. Com isso, a investigação está possibilitando perceber que, com essa metodologia, é possível obter indicativos de aprendizagem matemática, assim como indicativos de uma aproximação do ciberespaço focada."
    "modalidade" => null
    "area_tematica" => null
    "palavra_chave" => null
    "idioma" => null
    "arquivo" => "8dab5652c71bf1057c9dd280e48dee7a.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:46"
    "updated_at" => "2020-06-10 13:08:40"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "DIÊMY SOUSA FREITAS"
    "autor_nome_curto" => "DIÊMY"
    "autor_email" => null
    "autor_ies" => null
    "autor_imagem" => null
    "edicao_url" => "anais-xv-ebrapem"
    "edicao_nome" => "Anais XV EBRAPEM"
    "edicao_evento" => "XV Encontro Brasileiro de Estudantes de Pós-Graduação em Educação Matemática"
    "edicao_ano" => 2011
    "edicao_pasta" => "anais/ebrapem/2011"
    "edicao_logo" => "5e47192c5b78e_14022020190324.png"
    "edicao_capa" => "5f1853ce6d851_22072020115718.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2011-11-06 23:00:00"
    "publicacao_id" => 2
    "publicacao_nome" => "Revista Ebrapem"
    "publicacao_codigo" => "2237-8444"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 954
    "edicao_id" => 2
    "trabalho_id" => 225
    "inscrito_id" => 353
    "titulo" => "Vídeos Matemáticos Construídos com o Youtube: contribuições para a educação matemática."
    "resumo" => "Este artigo visa apresentar a forma como se manifesta o processo de ensino e aprendizagem de matemática durante a construção de vídeos com o uso do YouTube . Para tal proposta, os estudos basearam-se nos princípios da teoria Construcionista que vê o aluno como indivíduo capaz de construir as suas próprias estruturas intelectuais. Estruturas estas que, segundo a teoria anteriormente citada, são formadas a partir do desenvolvimento de produtos criados pelo próprio estudante com o computador. Partindo disso, e com base nas redes de interação que se criam na Internet, nesse caso, o próprio YouTube, buscamos caracterizar, com o apoio de autores que investigam temáticas voltadas para o ensino e aprendizagem de matemática, bem como, o uso de Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) na Educação Matemática, as contribuições que o uso de tecnologias como essa podem trazer ao estudo de funções, por exemplo. Dessa forma, temos como questionamento norteador: “como a construção de vídeos com YouTube pode contribuir para o ensino e aprendizagem de funções?”. A pesquisa realizou-se com alunos do Centro Universitário Luterano de Palmas – CEULP/ULBRA, que desenvolveram produtos matemáticos audiovisuais. Com isso, a investigação está possibilitando perceber que, com essa metodologia, é possível obter indicativos de aprendizagem matemática, assim como indicativos de uma aproximação do ciberespaço focada."
    "modalidade" => null
    "area_tematica" => null
    "palavra_chave" => null
    "idioma" => null
    "arquivo" => "8dab5652c71bf1057c9dd280e48dee7a.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:46"
    "updated_at" => "2020-06-10 13:08:40"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "DIÊMY SOUSA FREITAS"
    "autor_nome_curto" => "DIÊMY"
    "autor_email" => null
    "autor_ies" => null
    "autor_imagem" => null
    "edicao_url" => "anais-xv-ebrapem"
    "edicao_nome" => "Anais XV EBRAPEM"
    "edicao_evento" => "XV Encontro Brasileiro de Estudantes de Pós-Graduação em Educação Matemática"
    "edicao_ano" => 2011
    "edicao_pasta" => "anais/ebrapem/2011"
    "edicao_logo" => "5e47192c5b78e_14022020190324.png"
    "edicao_capa" => "5f1853ce6d851_22072020115718.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2011-11-06 23:00:00"
    "publicacao_id" => 2
    "publicacao_nome" => "Revista Ebrapem"
    "publicacao_codigo" => "2237-8444"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 06 de novembro de 2011

Resumo

Este artigo visa apresentar a forma como se manifesta o processo de ensino e aprendizagem de matemática durante a construção de vídeos com o uso do YouTube . Para tal proposta, os estudos basearam-se nos princípios da teoria Construcionista que vê o aluno como indivíduo capaz de construir as suas próprias estruturas intelectuais. Estruturas estas que, segundo a teoria anteriormente citada, são formadas a partir do desenvolvimento de produtos criados pelo próprio estudante com o computador. Partindo disso, e com base nas redes de interação que se criam na Internet, nesse caso, o próprio YouTube, buscamos caracterizar, com o apoio de autores que investigam temáticas voltadas para o ensino e aprendizagem de matemática, bem como, o uso de Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) na Educação Matemática, as contribuições que o uso de tecnologias como essa podem trazer ao estudo de funções, por exemplo. Dessa forma, temos como questionamento norteador: “como a construção de vídeos com YouTube pode contribuir para o ensino e aprendizagem de funções?”. A pesquisa realizou-se com alunos do Centro Universitário Luterano de Palmas – CEULP/ULBRA, que desenvolveram produtos matemáticos audiovisuais. Com isso, a investigação está possibilitando perceber que, com essa metodologia, é possível obter indicativos de aprendizagem matemática, assim como indicativos de uma aproximação do ciberespaço focada.

Compartilhe:

Visualização do Artigo

Infelizmente, não conseguimos localizar o arquivo para download. Mas não se preocupe, nossa equipe já foi notificada do problema e já estamos trabalhando para a resolução! Tente novamente mais tarde!

Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.