Artigo Anais XV EBRAPEM

ANAIS de Evento

ISSN: 2237-8444

ASPECTOS TEXTUAIS NA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS ABERTOS EM AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM POR GRUPOS COM CARACTERÍSTICAS SENSORIAIS DISTINTAS

"2011-11-07 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1638
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 1075
    "edicao_id" => 2
    "trabalho_id" => 158
    "inscrito_id" => 283
    "titulo" => "ASPECTOS TEXTUAIS NA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS ABERTOS EM AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM POR GRUPOS COM CARACTERÍSTICAS SENSORIAIS DISTINTAS"
    "resumo" => "Este trabalho procura investigar em ambientes virtuais de aprendizagem (AVA) se ao resolver problemas abertos, grupos de deficientes visuais, grupos de deficientes auditivos e grupos de não deficientes apresentam alguns aspectos textuais específicos e próprios de seu grupo na resolução de problemas. Dentro de um ambiente virtual de aprendizagem são propostos cinco problemas, sendo apresentados sequencialmente um a cada semana, e cada grupo terá seu próprio fórum de discussão para que possam interagir colaborativamente entre si e com o instrutor. A análise será feita sobre as respostas e as interações apresentadas no fórum, investigando se há aspectos de linguagem própria a cada um dos grupos."
    "modalidade" => null
    "area_tematica" => null
    "palavra_chave" => null
    "idioma" => null
    "arquivo" => "97174cc2d9663dcc41aa19cd13006e96.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:46"
    "updated_at" => "2020-06-10 13:08:40"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "OSWALDO ORTIZ FERNANDES JUNIOR"
    "autor_nome_curto" => "OSWALDO"
    "autor_email" => null
    "autor_ies" => null
    "autor_imagem" => null
    "edicao_url" => "anais-xv-ebrapem"
    "edicao_nome" => "Anais XV EBRAPEM"
    "edicao_evento" => "XV Encontro Brasileiro de Estudantes de Pós-Graduação em Educação Matemática"
    "edicao_ano" => 2011
    "edicao_pasta" => "anais/ebrapem/2011"
    "edicao_logo" => "5e47192c5b78e_14022020190324.png"
    "edicao_capa" => "5f1853ce6d851_22072020115718.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2011-11-07 00:00:00"
    "publicacao_id" => 2
    "publicacao_nome" => "Revista Ebrapem"
    "publicacao_codigo" => "2237-8444"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 1075
    "edicao_id" => 2
    "trabalho_id" => 158
    "inscrito_id" => 283
    "titulo" => "ASPECTOS TEXTUAIS NA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS ABERTOS EM AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM POR GRUPOS COM CARACTERÍSTICAS SENSORIAIS DISTINTAS"
    "resumo" => "Este trabalho procura investigar em ambientes virtuais de aprendizagem (AVA) se ao resolver problemas abertos, grupos de deficientes visuais, grupos de deficientes auditivos e grupos de não deficientes apresentam alguns aspectos textuais específicos e próprios de seu grupo na resolução de problemas. Dentro de um ambiente virtual de aprendizagem são propostos cinco problemas, sendo apresentados sequencialmente um a cada semana, e cada grupo terá seu próprio fórum de discussão para que possam interagir colaborativamente entre si e com o instrutor. A análise será feita sobre as respostas e as interações apresentadas no fórum, investigando se há aspectos de linguagem própria a cada um dos grupos."
    "modalidade" => null
    "area_tematica" => null
    "palavra_chave" => null
    "idioma" => null
    "arquivo" => "97174cc2d9663dcc41aa19cd13006e96.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:46"
    "updated_at" => "2020-06-10 13:08:40"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "OSWALDO ORTIZ FERNANDES JUNIOR"
    "autor_nome_curto" => "OSWALDO"
    "autor_email" => null
    "autor_ies" => null
    "autor_imagem" => null
    "edicao_url" => "anais-xv-ebrapem"
    "edicao_nome" => "Anais XV EBRAPEM"
    "edicao_evento" => "XV Encontro Brasileiro de Estudantes de Pós-Graduação em Educação Matemática"
    "edicao_ano" => 2011
    "edicao_pasta" => "anais/ebrapem/2011"
    "edicao_logo" => "5e47192c5b78e_14022020190324.png"
    "edicao_capa" => "5f1853ce6d851_22072020115718.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2011-11-07 00:00:00"
    "publicacao_id" => 2
    "publicacao_nome" => "Revista Ebrapem"
    "publicacao_codigo" => "2237-8444"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 07 de novembro de 2011

Resumo

Este trabalho procura investigar em ambientes virtuais de aprendizagem (AVA) se ao resolver problemas abertos, grupos de deficientes visuais, grupos de deficientes auditivos e grupos de não deficientes apresentam alguns aspectos textuais específicos e próprios de seu grupo na resolução de problemas. Dentro de um ambiente virtual de aprendizagem são propostos cinco problemas, sendo apresentados sequencialmente um a cada semana, e cada grupo terá seu próprio fórum de discussão para que possam interagir colaborativamente entre si e com o instrutor. A análise será feita sobre as respostas e as interações apresentadas no fórum, investigando se há aspectos de linguagem própria a cada um dos grupos.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.