Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 196
UMA CÂMERA OU CELULAR NA MÃO E UMA IDEIA NA CABEÇA: TRABALHANDO O GÊNERO DOCUMENTÁRIO EM SALA DE AULA

Palavra-chaves: DIDATIZAÇÃO FDAS TICS, DOCUMENTÁRIOS, PROJETOS Pôster (PO) LINGUAGENS, LETRAMENTO E ALFABETIZAÇÃO Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

Diante da revolução tecnológica que tem se expandido cada vez mais no contexto da sala de aula cabe aos docentes criar estratégias que favoreçam o uso desta como ferramenta pedagógica. Iniciado em 2009, por meio da iniciativa de quatro professores sendo três da área de Linguagem e códigos e um da área de Ciências Humanas, ambas docentes de uma escola da Rede Privada de Ensino, o Colégio Panorama Jovem, localizada no bairro de Rosa Cruz, na cidade de Campina Grande–PB. Como a escola adota em seu plano de ensino a Pedagogia de Projetos, resolvemos, pois, aproveitar o uso excessivo dos equipamentos tecnológicos por nossos alunos de maneira que pudéssemos direcioná-los a um uso racional e didático destes, sobretudo, em relação ao celular, na época grande vilão. E, parafraseando a frase do cineasta Glauber Rocha, o projeto foi intitulado como “Uma câmera ou um celular na mão e uma ideia na cabeça” e optamos por desenvolver um projeto anual, no qual ao longo de quatro bimestres os alunos iriam produzir um documentário. O documentário é o gênero cinematográfico que lida com a exploração da realidade. Embora tenha como característica mostrar fatos reais, não deixa de ser subjetivo, apresentando a visão do autor a cerca do objeto de estudo. Assim sendo, fizemos um levantamento dos temas que poderíamos abordar junto aos alunos e optamos à princípio para tomada do resgate histórico, onde propusemos um resgate de temas relacionado as origens de nossa cidade uma vez que, apesar da relevância socioeconômica de terra do Maior São João do Mundo muito pouco se preserva sobre a história e a cultura local. Delineia-se assim o propósito central de nosso trabalho a aplicação didática das tecnologias digitais na educação, com vistas à elaboração de trabalhos interdisciplinares cm ênfase no gênero documentário. De maneira específica, nos centramos no trabalho com gêneros textuais variados (entrevistas, relatos e narrativas), propor uma reflexão sobre o resgate da memória local por meio da pesquisa de cunho histórico, ampliar a divulgação dos projetos para um contexto além da sala de aula. Quanto aos procedimentos metodológicos, à princípio são feitas pesquisas sobre as temáticas que devem ser exploradas, realização de etapas de construção dos projetos em sala de aula partindo do material coletado via pesquisa bibliográfica, coleta de material em atividades extraescolares (visitas, entrevistas e excursões pedagógicas), oficinas de captação, seleção e edição de imagens, por fim, seleção do material coletado, construção da narrativa e edição do vídeo.Palavras-chave: Didatização das TIC’s- Documentários- Projetos

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.