Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 232
TEORIZANDO SOBRE ACESSIBILIDADE E INCLUSÃO SOCIAL

Palavra-chaves: LEGISLAÇÃO, ACESSIBILIDADE, INCLUSÃO Comunicação Oral (CO) EDUCAÇÃO ESPECIAL Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo analisar a aversão entre a legislação vigente e a realidade escolar do nosso país, quanto as questão da inclusão dos portadores de necessidades especiais com propósito de garantir as diretrizes para acessibilidade dessas pessoas a todos os locais públicos, inclusive à área educacional. Fundamentado de acordo com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação 9394/96 e por autores que defendem e lutam pelo progresso da educação como espaço de formação e igualdade social. A metodologia adotada foi uma pesquisa bibliográfica pautada mediante as necessidades de uma gestão democrática que visa uma aprendizagem com qualidade, ideias e valores assumidos coletivamente. Frente aos desafios escolares, diante as novas demandas da educação brasileira. Efetiva-se repensar a prática pedagógica, em meio do atual contexto educacional. a escola é a instituição que deve produzir o começo de tudo, pois acredito que seja por meio dela e de seus princípios norteadores de igualdade que teremos uma sociedade inclusiva, assegurando o princípio do respeito á diversidade que se afirma o movimento de inclusão social. Fazendo com que de maneia nenhuma se propõe a negação das diferenças, mais sim do respeito a elas. Desta forma, é cabível oferecer oportunidades iguais a cada um de acordo com sua necessidade, fazendo isto, quebraremos o paradigma de apenas integrar e juntos construiremos o de incluir para transformar. A inclusão, portanto, enseja uma mudança de perspectiva educacional, pois não se limita a ajudar somente os alunos que apresentam dificuldades na escola, mas que apoia a todos, dando condições aos professores, alunos, pessoal administrativo e para que obtenham sucesso no fluxo educativo em geral. Por isso é preciso que todos estejam envolvidos lutando pela mesma causa a da inclusão como realidade para todos. Constatou-se que fatores como capacitação específica, atualização, conhecimento, trabalho em equipe, adequações físicas através de políticas públicas voltadas para assegurar os direitos previstos na constituição acerca da temática abordada, são pressupostos essenciais para promover a sociedade justa e igualitária.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.