Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 244
POLÍTICA DE EDUCACIONAL: CAPACITAÇÃO PARA PROFESSORES SOBRE O USO ADEQUADO DA VOZ E A MELHORIA NA QUALIDADE DO ENSINO NAS ESCOLAS DE CAMPINA GRANDE (PB)

Palavra-chaves: CONSCIENTIZAÇÃO, POLÍTICA EDUCACIONAL, VOZ Comunicação Oral (CO) DIDÁTICA, CURRÍCULO E POLÍTICA EDUCACIONAL Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

O trabalho aqui escrito descreve as experiências realizadas, entre junho a dezembro de 2013, pelo projeto de extensão denominado de Projeto de Saúde Vocal, financiado pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Extensão da Universidade Federal de Campina Grande – PROPEX/UFCG, que desenvolveu atividades e aplicou oficinas para professores de escolas públicas de Campina Grande (PB). Este projeto objetivava a conscientização dos profissionais da voz, exclusivamente dos educadores, para que estes viessem cobrar medidas e políticas de educação para que toda a rede educacional venha dispor de fonoaudiólogos para um melhor desenvolvimento das aulas e da saúde vocal destes educadores que muitas das vezes não são reconhecidos pelo trabalho que desempenham o que os deixam desmotivados em suas práticas cotidianas de ensino e, dessa forma, criar e fortalecer um espaço onde pudessem adquirir conhecimentos sobre o uso adequado da voz. O desenvolvimento dos trabalhos consistiu em diversas fases, tais como: estudo sobre a voz, exercícios que ajudam a desempenhar uma boa articulação e respiração, planejamento e adequação para transformar o conteúdo estudado em palestras, pesquisas sobre trabalhos parecidos na área para trazer exemplos, elaboração de questionários de avaliação do projeto, questionários investigativos sobre possíveis patologias existentes nos profissionais atendidos pelo projeto para possíveis encaminhamentos e escolha de vídeos didático-lúdicos para que todos conseguissem assemelhar e conhecer tudo que envolve a principal ferramenta de trabalho deles, que é a voz. Slides, fotografias e uma gama de outros recursos constituíram as apresentações gerando curiosidade, medo, por vezes, e uma maior responsabilidade de se ter os cuidados básicos e necessários para uma voz sadia e sem problemas. A fundamentação teórica do trabalhou teve como base os estudos e aplicações de BEHLAU (2001), FERREIRA (2004) e RODRIGUES (2013).

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.