Artigo E-BOOK CINABEH: POLÍTICAS DA VIDA: COPRODUÇÕES DE SABERES E RESISTÊNCIAS (VOLUME 02)

E-books

ISBN: 978-65-86901-35-1

CAMPANHA TRANSOLIDARIEDADE NO CONTEXTO DA PANDEMIA DA COVID-19: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

Palavra-chaves: LGBTQI+, CENTRO DE REFERÊNCIA, CIDADANIA, SOLIDARIEDADE, CAMPANHA Relato de Experiência(RE) ST 16: Ofensiva antigênero, Bolsonarismo e COVID-19 Publicado em 07 de junho de 2021

Resumo

TRATA-SE DE UM RELATO DE EXPERIÊNCIA QUE CONTEMPLA UMA DAS AÇÕES DE EXTENSÃO DE ENFRENTAMENTO À COVID 19 VINCULADA AO PROGRAMA DE EXTENSÃO “CENTRO DE REFERÊNCIA DE PROMOÇÃO DA CIDADANIA DE LGBTQI+” (CER-LGBTQI+) E AO PROJETO DE EXTENSÃO “DIVERSE: OBSERVATÓRIO DA DIVERSIDADE SEXUAL E DE GÊNERO: POLÍTICAS, DIREITOS E SAÚDE LGBT”, AMBOS DA FACULDADE DE SERVIÇO SOCIAL DA UFJF, A CAMPANHA TRANSOLIDARIEDADE, EM PARCERIA COM O CENTRO DE REFERÊNCIA DE DIREITOS HUMANOS DE JUIZ DE FORA E TERRITÓRIO MATA (CRDH-JF) E O GRUPO FORÇA TRANS, DESENVOLVIDO DESDE MARÇO DE 2020 ATÉ ATUALMENTE. DE FORMA COLABORATIVA, DESENVOLVEMOS UMA AÇÃO COLETIVA DE COMBATE À COVID-19 EM JUIZ DE FORA, VOLTADO PARA A POPULAÇÃO LGBTQI+, EM PARTICULAR, A POPULAÇÃO DE MULHERES TRANSEXUAIS E TRAVESTIS TRABALHADORAS SEXUAIS EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIAL. COM O AUMENTO DO NÚMERO DE CASOS CONFIRMADOS E O AVANÇO DA PANDEMIA DA COVID-19, AMPLIAMOS AS AÇÕES COLETIVAS COM FOCO NA REDE DE SOLIDARIEDADE INFORMAL PARA ATINGIR MAIS PESSOAS QUE SE ENCONTRAM COM MÚLTIPLAS VULNERABILIDADES SOCIAIS. DESTA FORMA, NA PARCERIA ENTRE UNIVERSIDADE E SOCIEDADE CIVIL, EMERGE A CAMPANHA TRANSOLIDARIEDADE, QUE OBJETIVA O APOIO E SUPORTE SOCIAL ÀS TRABALHADORAS DE SEXO (TRAVESTIS E MULHERES TRANSEXUAIS) NO MUNICÍPIO DE JUIZ DE FORA/MG, QUE, EM DECORRÊNCIA DO ATUAL CENÁRIO PANDÊMICO NÃO PODIAM MAIS TRABALHAR NAS RUAS, LUGAR ONDE SE LOCALIZA O SEU MUNDO DO TRABALHO, NO SENTIDO DE EVITAR O CONTÁGIO, PREJUDICANDO-AS EM TODOS OS SENTIDOS, PARTICULARMENTE, NAS SUAS FORMAS DE SOBREVIVÊNCIA ECONÔMICA, SOCIAL E SANITÁRIA.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.