Artigo Anais do V CONAPESC

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

Visualizações: 111
ANALÍSE MULTITEMPORAL DO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO NA FALÉSIA DO CABO BRANCO/ ALTIPLANO NO MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA- PB

Palavra-chaves: EROSÃO COSTEIRA, GEOPROCESSAMENTO, ANALISE MULTITEMPORAL, , Comunicação Oral (Artigo Completo) AT 06: Engenharias  e Arquitetura : abordagens sobre Ensino e Pesquisa

Resumo

A BARREIRA DO CABO BRANCO É UMA FORMAÇÃO ESTRUTURAL DE ARENITOS MUITO FRÁGEIS, NA COSTA DO MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA-PB, QUE VEM SOFRENDO O PROCESSO DE EROSÃO COSTEIRA, QUE É UM PROBLEMA COMUM EM 50% DAS REGIÕES PRAIEIRAS AO REDOR DO MUNDO. ASSIM, O PRESENTE ARTIGO TEM POR OBJETIVO FAZER UMA ANÁLISE MULTITEMPORAL ATRAVÉS DE MAPAS DE USO E OCUPAÇÃO DE SOLO NA REGIÃO FEITOS NO SOFTWARE QGIS 2.14.16 COM IMAGENS RASTERS DOS SATÉLITES LANDSAT 4, 5 E 8, DO ANO 2000, 2008 E 2019, RESPECTIVAMENTE. FOI ESTUDADO UMA ÁREA DE 23, 0744 KM2, REFERENTES AOS BAIRROS DO ALTIPLANO/ CABO BRANCO, CABO BRANCO, COSTA DO SOL, PENHA, PONTA DO SEIXAS E PORTAL DO SOL. ATRAVÉS DOS RESULTADOS DA ÁREA URBANA E DA ÁREA DE VEGETAÇÃO NATIVA NOS MAPAS, FOI POSSÍVEL SABER QUE A REGIÃO DA FALÉSIA PERDEU 48,009% DA VEGETAÇÃO NATIVA PARA A URBANIZAÇÃO, FAZENDO COM QUE OS PROBLEMAS AMBIENTAIS NA REGIÃO SE AGRAVASSEM.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.