Artigo Anais do V CONAPESC

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

Visualizações: 91
POTENCIAL TERATOGÊNICO DE MIMOSA TENUIFLORA (WILLD.) POIR. (FABACEAE): UMA REVISÃO

Palavra-chaves: PLANTA TÓXICA, EMBRIOTÓXICA, SEMIÁRIDO BRASILEIRO, RUMINANTES, ANIMAIS DE PRODUÇÃO Pôster (Resumo Expandido) AT 08: Pesquisa e Ensino em Ciências Agrárias

Resumo

MIMOSA TENUIFLORA (WILLD.) POIR. (FABACEAE) É UMA ESPÉCIE NATIVA DO BRASIL E OCORRE NOS DOMÍNIOS FITOGEOGRÁFICO DA CAATINGA E CERRADO. ALGUMAS PESQUISAS TEM APONTADO QUE ESTA PLANTA CAUSA MALFORMAÇÕES CONGÊNITAS EM ANIMAIS DE PRODUÇÃO E, CONSEQUENTEMENTE, PREJUÍZOS AOS CRIADORES DA REGIÃO SEMIÁRIDA BRASILEIRA. NESTE SENTIDO, O PRESENTE TRABALHO TEVE COMO OBJETIVO REALIZAR UM LEVANTAMENTO BIBLIOGRÁFICO SOBRE OS EFEITOS TERATOGÊNICOS E ABORTIVOS DE M. TENUIFLORA EM RUMINANTES. PARA ISSO, FORAM REALIZADAS CONSULTAS NAS BASES DE DADOS SCIELO, PUBMED, GOOGLE ACADÊMICO E SCIENCEDIRECT. FORAM INCLUÍDOS 14 ARTIGOS SEM CONSIDERAR A DATA DE PUBLICAÇÃO PARA COMPOR ESTA REVISÃO. DE ACORDO COM OS DOCUMENTOS CIENTÍFICOS ANALISADOS, CONSTATOU-SE QUE MIMOSA TENUIFLORA POSSUI GRANDE POTENCIAL TERATOGÊNICO, EMBRIOTÓXICO E ABORTIVO PARA ANIMAIS DE PRODUÇÃO, PRINCIPALMENTE PARA OVINOS, CAPRINOS E BOVINOS. DESTA FORMA, MEDIDAS PROFILÁTICAS DEVEM SER COLOCADAS EM PRÁTICA NAS REGIÕES ONDE OCORRE ESSA ESPÉCIE, PRINCIPALMENTE NA REGIÃO SEMIÁRIDA DO BRASIL, COM O INTUITO DE EVITAR PERDAS ECONÔMICAS NO SETOR PECUÁRIO.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.